sexta-feira, 22 de junho de 2018

Chechênia, não!





















Notícia retirada do site FogãoNet:

"Agente de Igor Rabello explica recusa de proposta russa: ‘Não há desespero para sair".

Meu comentário: Faz certo o Rabello. Tem contrato vigente e pode se dar ao luxo de escolher quais propostas avaliar ou não.

O desespero é do Botafogo em fazer caixa, pois a contabilidade do clube conta com pelo menos duas boas vendas de jogadores para fechar o ano no zero a zero.

Começa a ficar cada vez mais difícil...


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Qual é o planejamento?























Ontem, confesso, fiquei surpreso quando li que um dos nomes ventilados para assumir o comando técnico do Botafogo foi/é o Milton Mendes.

Toc toc toc na madeira!

Logo depois, outro nome que parece ter ganhado peso nas internas do clube: Eduardo Barroca, que menos de dois meses atrás estava dentro de casa e preferiu um plano de carreira no Corinthians, depois de sentir que não teria uma oportunidade (em pouco tempo) no Botafogo.

Agora, incrivelmente, até cogitam estudar uma forma de convencer o Barroca a voltar (pagando, é claro, multa rescisória).

Sem entrar no mérito técnico, seria mais uma prova de que não existe qualquer planejamento em General Severiano.

Desculpe quem gosta, mas eu definitivamente não consigo aceitar muitas coisas vindas de uma gestão amadora.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Aceitando currículos

















E lá da Rússia, enquanto acompanha a primeira fase da Copa do Mundo, o técnico Alberto Valentim comunicou a sua saída do Botafogo.

Trabalhará no Oriente Médio e só deverá voltar para dar um rápido adeus em General Severiano.

Espero que, antes de fechar a porta, a diretoria do Botafogo faça valer o que está em contrato: Pagamento da multa rescisória (informação confirmada pelo jornalista Renan Moura).


E agora, pensando na frente...
...quem seria o seu escolhido para comandar o time no segundo semestre?


Bom, no meu caso, o Cuca seria um sonho financeiramente impossível. Diante dos nomes disponíveis - e acessíveis - no mercado, confesso que bate desespero, mas eu conversaria primeiro com o Zé Ricardo.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

terça-feira, 19 de junho de 2018

Dar o tiro certeiro




Notícia retirada do site Lancenet:

"Yago sobe degraus, e o Botafogo tem interesse na continuidade.

Zagueiro comprova possibilidade de atuação pelos dois lados e Glorioso pode ter a permanência no Rio estendida. Carli e Igor Rabello, em tese, estão à frente na preferência".

Antes da minha opinião, uma pergunta: Alguém sabe se o Yago veio com passe fixado? Se sim, não há porque apressar a renovação e/ou contratação. Mas se não, aí a diretoria precisará escolher o momento certo da assinatura, pois ele pode se valorizar ou desvalorizar até dezembro. E depois, os louros ou a bucha ficam/ficariam com o Botafogo.

Até agora, justiça seja feita, foram dois jogos como titular. Em ambos, atendeu perfeitamente às expectativas. Mas eu ainda acho cedo para cravar "sim" ou "não". 

Primeiro, penso que deveriam definir a situação do Rabello. Aí sim, começar a conversação com o Yago, Corinthians e quem mais for responsável.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

segunda-feira, 18 de junho de 2018

O bom exemplo




Se tem algo que nunca engoli, é a tal da desculpa de "cansaço" de jogador de futebol.

Principalmente de times que usam essa bengala para todo e qualquer resultado negativo. 

É um caso que frequentemente acontece em General Severiano.

Essa desculpa está tão no "automático", que muitas vezes eles utilizam sem sequer analisar as tabelas, partidas disputadas, etc.

Recentemente o técnico Alberto Valentim usou e abusou do tal "cansaço" para justificar alguns empates, derrotas, escalações e substituições. Agora, com folga de dez dias durante a Copa do Mundo, os atletas não poderão mais reclamar, né? Ou será que, no retorno do campeonato brasileiro, dirão que o cansaço bateu, após os vinte dias de muito trabalho (e esperamos que seja assim mesmo)?

Entre os jogadores, só "poupo" um: Igor Rabello, que bem ou mal, foi o único a atuar em todos os jogos do time no ano de 2018. E sem sair um minuto sequer.

E foi dos poucos que eu não vi, li ou ouvi reclamar de cansaço.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

domingo, 17 de junho de 2018

É seleção!




Enquanto o Botafogo capengava (antes da vitória sobre o Atlético/PR) no Brasileirão, o presidente Nelson Muffarej estava na Europa com a seleção da CBF. 

E ele falou sobre o período no velho continente:

"- Foi uma experiência muito gratificante representar a instituição Botafogo e contribuir com a seleção nesse período como chefe da delegação. Há uma atmosfera muito positiva e profissional que tende a ser bastante frutífera ao longo da disputa do torneio. O Brasil entra na Copa do Mundo bem preparado na busca pelo Hexacampeonato".

O que significa ter representado o Botafogo? Aliás, como ele representou o Botafogo lá fora? A única coisa que fez - relacionada ao GLORIOSO -, foi ter entregue uma camisa ao lateral Marcelo.

Será que durante a sua viagem, ele era/foi informado sobre os roubos (dos árbitros da CBF) que sofremos contra Vitória, Bahia...? 

Vale ressaltar que o presidente do ECTD também fora convidado para essa viagem e, na época, agradeceu a lembrança, mas disse que o seu clube teria compromissos importantes pelo Brasileirão e que ele não poderia estar ausente no período, pois deve satisfação e trabalho aos torcedores tricolores.

Enfim, cada um é cada um, né? Eu só acho bizarro que durante um tempo, o Botafogo tenha ficado sem o presidente e seu vice (em viagem particular - já marcada antes do convite da CBF ao NM).  

Talvez seja uma característica de gestão amadora (que eles tanto vangloriam ter).


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sábado, 16 de junho de 2018

Mais dois anos















A "novela Carli" finalmente chegou ao fim.

E com o último capítulo agradando aos botafoguenses, afinal, depois de muito tempo - e prestes a poder assinar um pré-contrato com qualquer clube -, o zagueiro argentino renovou por mais dois anos com o GLORIOSO.

Considerando uma eminente saída do Rabello, é importante continuarmos com o Carli ali na zaga. É o xerife, líder (mesmo que a faixa de capitão esteja com o Lindoso) e experiente do setor.

Bola dentro da diretoria.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Vai ter muito trabalho




Aqui não tem Copa do Mundo! 

Aqui não tem férias de Botafogo.

Aproveitando a coletiva pós-vitória sobre o Atlético/PR, o técnico Alberto Valentim falou sobre o planejamento feito para o Botafogo durante o período da competição mundial:

"- Vamos treinar tudo. São 10 dias de folga. Vamos ter 21 dias de trabalho e 27 sessões de treino. Vou voltar a massacrá-los no bom sentido na parte tática, técnica e nas fases ofensiva e defensiva".

Meu comentário: Eu massacraria também, afinal, é função do comandante. Mas creio que um resultado prático será melhor sentido no trabalho de preparação física (se for bem feito e aproveitado). Exigir muita melhoria técnica ou tática com o "pé de obra" que temos por lá é difícil a beça. 

Tem que espremer, espremer, espremer... e mesmo assim sairá pouca coisa.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quinta-feira, 14 de junho de 2018

O lado direito




O técnico Alberto Valentim surpreendeu na escalação inicial do time na noite de ontem. E falou sobre a mudança na lateral direita:

"- Marcinho vinha num desgaste muito grande, e o Luís vinha muito bem nos treinos".

Vamos aos fatos:

1- Não precisa ter frescura e alegar desgaste. Primeiro, porque o time é dos que menos atuou na temporada. E segundo, porque o Marcinho tem 20 aninhos. Nessa idade, não há desgaste porra nenhuma. Poderia simplesmente dizer que ex-titular não atravessava bom momento técnico. Ao menos seria verdadeiro.

2- Considerando o tempo todo que sequer entrava em campo, o Luis Ricardo me surpreendeu na parte física. Agora depende apenas dele para provar se vai aproveitar o mês da Copa para ganhar ainda mais condicionamento e manter a titularidade ou continuar fazendo o que já estava claro: Ficar acomodado sem a obrigação de entrar em campo, suar e mesmo assim continuar recebendo um salário pra lá de polpudo.

Por ontem, eu pensaria em manter o LR na lateral. Mas confesso que sempre fico com um pé atrás em relação a ele. E diga-se de passagem, ele que alimentou essa desconfiança de parte da torcida.

E sobre o Marcinho, depois de mais uma partida ridícula do sonolento Luis Fernando, pegaria o hiato da Copa para fazer alguns testes com ele atuando como meia e fazendo uma dupla com o próprio LR no lado direito.

Por fim, Luis Ricardo, Marcinho...
...só torço para que os boatos (que rolaram ontem) de um suposto interesse do Botafogo no lateral do Juventude sejam mentirosos. Já até perdi as contas de quantos laterais direitos foram contratados de maneira irresponsável e saíram sem deixar saudade nos últimos (poucos) anos.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quarta-feira, 13 de junho de 2018

"Goleada"




E depois de quase nove meses, o Botafogo finalmente conseguiu o que parecia ser impossível: Vencer um (qualquer um!) adversário por mais de um gol de diferença.

Na noite desta quarta-feira, um importante 2 a 0 (Rodrigo Lindoso e Rabello) sobre o Atlético/PR.

Importante porque vínhamos de três empates decepcionantes (Ceará, Vitória e Bahia) e uma vitória à duras penas (Vasco). E mais ainda, porque teremos tempo - durante a parada do Brasileirão para a Copa do Mundo - para trabalhar sem tanta pressão pela proximidade do Z4. Nessa primeira parte do campeonato, estabelecemos uma posição intermediária.

Mas longe de dar tranquilidade e/ou achar que o time precisa de pequenos ajustes.

Apesar da vitória e da leve melhoria (se comparado aos últimos compromissos), não foi uma atuação que tenha empolgado. Mas justiça seja feita, não lembro de uma partida em que tenhamos criado - e perdido - tantas chances claras de gol. Isso foi o positivo da noite. Além, é claro, do fato de não termos sido ameaçados em momento algum. 

Enfim, que a comissão técnica tenha planejado bem o que fazer nesse hiato e que voltemos no dia 18 de julho com um time muito mais compactado, comprometido e confiável contra o Corinthians.

Até lá, SAUDADE de você, Botafogo!

Já sobre a Copa, seleção da CBF...
...sem nenhum respeito: Quero que se foda!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 2 x 0 Atlético/PR

1- Jefferson: Um espectador dentro de campo - 5,0

2- Luis Ricardo: Para que estava há tanto tempo sem jogar, fez uma apresentação sem comprometer - 5,0

3- Rabello: Seguro na defesa, forte no corpo a corpo e com presença de área lá na frente também - 6,5

4- Yago: Outra partida segura e sem falhas - 6,0

5- Rodrigo Lindoso: O seu jogo habitual, sem comprometer ou se destacar - 5,0

6- Moisés: Mais presente na parte ofensiva. Só precisa caprichar no último passe - 5,5

7- Rodrigo Pimpão: Boa partida. É muito tático e hoje marcou o adversário e conseguiu criar lances ofensivos - 6,5

8- Matheus Fernandes: Joga fácil, com calma e presente em todas as bolas no meio de campo - 6,5

9- Kieza: Sofrível. Perdeu três gols cara a cara - 3,5

10- Valencia: É titular absoluto desse time, pois não se esconde e sempre dá a cara à tapa - 6,0

11- Luiz Fernando: Outra chance não aproveitada - 4,0

12- Renatinho: Entrou muito bem centralizado e distribuindo bolas - 6,0

13- Ezequiel: Conseguiu dar uma rápida correria pelo lado esquerdo - 5,0

14- Dudu Cearense: Poucos minutos em campo - Sem nota

Alberto Valentim: Surpreendeu com a mudança na lateral direita (tentativa válida e que foi positiva) - 6,0

Vencer antes da Copa




Última rodada antes da parada para a Copa do Mundo.

Depois, só em julho.

E o Botafogo encerrará essa "primeira parte" do Brasileirão em casa, contra o Atlético/PR, que hoje está na zona do rebaixamento e vem em crise.

Para animar?

Longe disso, afinal, nas últimas duas rodadas o Botafogo enfrentou Ceará e Bahia, que também estão no Z4.

Somamos apenas dois pontos, após dois empates frustrantes para quem almeja brigar por algo digno no campeonato.

Em teoria, o jogo de logo mais seria simples. Mas para o Botafogo, esses compromissos costumam ser os mais encardidos.

Seja o que Deus quiser.

Pra cima deles, Fogão!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

terça-feira, 12 de junho de 2018

Alguém acreditou?




No dia anterior ao jogo com o Bahia, todo mundo foi pego de surpresa com as supostas dores no pé que tiraram o Jean do confronto em Salvador.

Estranho demais, pois o volante fez duas grandes partidas e em momento algum tivemos notícias dessas dores ou incômodos.

Coincidiu mais ainda com a informação de que olheiros do Arsenal e Villarreal estariam na capital baiana para observar o Matheus Fernandes, que havia sido preterido do time titular justamente para a entrada do Jean.

Como o Botafogo já anunciou que está desesperado por dinheiro e o Matheus é dos poucos que têm mercado, surgiu a dor no pé do Jean. 

Bom, amanhã enfrentaremos o Atlético/PR. Os olheiros já observaram um e as dores diminuíram em outro. Quem jogará então? Ou será que arrumarão outras mentiras para enganar torcedor trouxa e ingênuo?

Amigos, é mais fácil existir Coelhinho da Páscoa nesse recente "revezamento" Matheus e Jean.  

Tudo para, entre outros motivo$, manter a titularidade do Rodrigo Lindoso.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!