quinta-feira, 25 de maio de 2017

Primeiro lugar confirmado





O Botafogo perdeu de 0 a 1 para o Estudiantes na Argentina...
...e mesmo assim, terminou como primeiro colocado do seu grupo.

Graças - além dos nossos cinco resultados anteriores -, também, à vitória do Atlético Nacional sobre o Barcelona por dois gols de diferença. No final, mesma soma de pontos e um gol no saldo que nos garantiu a liderança e vantagem de decidir a oitava de final no Niltão.

Sobre o jogo, não gostei.

O time não entrou com o mesmo empenho da Libertadores. Fora isso, uma escalação - ao meu ver - equivocada e dificuldade gritante para trocar passes e criar jogadas do meio para frente. Nos primeiros 45 minutos, não vimos a cor da bola. E ainda levamos o gol, após falha/azar do Rabello.

Pouca mudança na parte técnica no segundo tempo, mas uma postura levemente diferente. Tomamos mais conta da bola e não permitimos tanta posse dos argentinos, que também não faziam questão, afinal, o placar já garantia a Sul Americana para eles.

Na etapa final, então, a torcida maior foi para que o Botafogo não vacilasse em levar um outro gol e para que o Barcelona não diminuísse lá na Colômbia.

Deu certo. Os resultados garantiram o GLORIOSO como melhor do grupo A.

Inegável que, além de surpreendente, essa campanha na competição tem sido louvável e digna de aplausos. Mas tomara que ninguém se dê por satisfeito. Podemos mais! Só precisamos "querer" mais também. Para isso, a apatia demonstrada nesta noite precisa ser deixada de lado.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 0 x 1 Estudiantes

1- Gatito: Defesa salvadora no final do jogo que nos garantiu a liderança - 6,0

2- Emerson Santos: Correto - 5,0

3- Carli: Boa partida - 6,0

4- Rabello: Calculou mal o tempo da bola no gol argentino - 5,0

5- Rodrigo Lindoso: O de sempre, burocrático e correndo para não chegar... - 5,0

6- Victor Luiz: Muita transpiração sem tanta inspiração - 5,0

7- João Paulo: Até tentou e se apresentou para o jogo. Mas hoje não tinha ninguém bem no setor - 5,5

8- Bruno Silva: Muito preso apenas no corredor direito. Pode ser melhor aproveitado - 5,0

9- Roger: Uma nulidade. Incapaz de dominar, concluir, trocar passes, etc. - 3,0

10- Gilson: Sem qualquer cacoete de meia - 4,0

11- Guilherme: Ciscou bastante, criou pouco - 5,0

12- Joel: Presente do "setor de inteligência" - 4,0

13- Fernandes: Deu maior presença no lado direito - 5,0

14- Dudu Cearense: Poucos minutos em campo - Sem nota

Jair Ventura: Errou na escalação inicial. O discurso de "meritocracia" ainda não condiz com tudo que vejo em campo - 5,0

Vale o primeiro lugar

















Última rodada da fase de grupos da Libertadores.

O Botafogo, já classificado. O Estudiantes, já eliminado.

Partida sem a pressão que teria, caso os argentinos ainda brigassem por uma vaga.

Menos mal.

Ainda assim, tem importância para o Botafogo, que precisa fazer a sua parte e torcer pelo Atlético Nacional contra o Barcelona, na Colômbia.

Dependendo da combinação de resultados, podemos terminar a chave em primeiro do grupo e tendo a vantagem de decidir em casa a partida de oitavas de finais.

Pra cima deles, Fogão!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Só agora, uma previsão




Não é brincadeira.

É surreal.

É rir para não chorar.

Afastado há bastante tempo por conta de seguidas contusões musculares, o Montillo segue sem previsão de retorno aos gramados.

Há uns 20 dias, chegaram a falar que o meia estaria sendo preparado para a estreia do Brasileirão, contra o Grêmio, no último dia 13 de maio.

Nada.

Não foi contra o Grêmio, nem contra o Atlético Nacional (Libertadores), Ponte Preta...
...e agora, depois de mais de dois meses, o preparador físico Ednilson Sena, falou sobre o Montillo:

"- Montillo está fazendo de trabalho de transição pro campo, ele não é mais garoto, tem que ter cuidado"

"- Montillo é jogador acima da média, em três a quatro semanas vai estar evoluindo bem".

Mais três a quatro semanas?

O que acontece? Alguém arrisca: Chinelinho (não quero acreditar nisso), azar/fatalidade ou trabalhos físicos (de manutenção e recuperação) mal feitos?

Considerando todo o recente histórico (principalmente nessa temporada), o fato de já terem demitido o antigo médico, as constantes críticas à preparação física da equipe... eu tenho um palpite.

Mas o mais irritante é esperarem quase três meses para falarem que dentro de mais três ou quatro semanas estará evoluindo bem...


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

terça-feira, 23 de maio de 2017

Como explicar/justificar?




Parece que, quem diria, o Aírton começou a perder espaço no Botafogo. E pelo que parece, o Emerson Silva, se recuperando de contusão, também.

Palavras do técnico Jair Ventura, logo após a vitória sobre a Ponte Preta, em que o Rodrigo Lindoso começou como titular e o Aírton no banco de reservas:

"- Meritocracia, né? Não posso falar aqui e não cumprir com eles. Lindoso foi muito bem, e tem também o Rabello. Aqueles que estiverem no melhor momento vão jogar. Nem sempre quando joga com três volantes é retranca, hoje nossos volantes fizeram os gols. O 10 clássico não tem, porque os volantes chegam com muita qualidade. Lindoso era o 10 do Madureira".

Ok, concordo plenamente com a escalação daqueles que estiverem melhores. No caso do Lindoso, gostei dele contra o Atlético Nacional e não vi o jogo diante da Ponte (muito elogiado pelos amigos). O Aírton, de fato, não repetiu suas grandes exibições nas duas últimas oportunidades. Mas não achei péssimo ou abaixo da média dos companheiros - considerando os mesmos jogos. Ou seja, respeito, aceito, porém, ainda considero precipitada essa troca. Até porque, parece que estão esquecendo o tempo de casa do Rodrigo Lindoso e as raras partidas de destaque. 

Agora, se o Jair fala tanto nessa meritocracia e consegue mexer rápido em algumas posições, como ele pode justificar a paciência eterna com o Camilo?

Na boa, por essas e outras que eu considero o discurso bonito, mas não me soa verdadeiro.

Ah, o Montillo está machucado. Ok. Mas quer dizer que ali só podem jogar o Camilo ou Montillo? Vai deixar um cara sendo "um a menos" em campo por não ter outro "camisa 10" no elenco? Já testou mais o Leandrinho? Ou recuando o Pimpão? Ou adiantando o João Paulo? E como o próprio Jair Ventura falou: O Lindoso não era o "10 do Madureira" (como se isso empolgasse)? Então, porque não o testa ali mais adiantado na vaga do Camilo (até que o argentino volte aos campos)?

Então, desculpe, Jair...
...se existe meritocracia de verdade em General Severiano, ela deve servir para todos.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Impressão




Estreante da noite, o lateral Arnaldo falou sobre o seu primeiro jogo com a camisa do Botafogo, na vitória sobre a Ponte Preta:

"-  Friozinho na barriga é normal, mas o juiz apitou e a gente esquece tudo. Fui feliz em ajudar o Botafogo com a vitória, que é o mais importante. Ainda tenho muito a melhorar, nunca está bom. Fui bem para uma estreia, a equipe me ajudou bastante".

E aí, amigos: Especificamente sobre o Arnaldo, o que acharam? Mostrou algum valor ou dá indícios de que não difere muito do Jonas, por exemplo? E comparando com o Emerson Santos, mesmo que improvisado?

Claro que foi apenas um jogo. Cedo para qualquer conclusão, positiva ou negativa. Mas "cá entre nós": Dá para perceber quando o atleta leva o mínimo de jeito para a coisa, né?

O Arnaldo leva?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

domingo, 21 de maio de 2017

Primeiros três pontos















Botafogo 2 (Bruno Silva e Rodrigo Lindoso) x 0 Ponte Preta.

Primeira vitória no Brasileirão.

Estou em viagem e não consegui acompanhar.

Espaço aberto para os comentários, notas e escolha do melhor em campo. Quando eu chegar em Vitória, atualizo o CB.



SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Fazer a lição de casa




Voltamos ao Brasileirão.

Segunda rodada. 

Depois de perder na estreia para o Grêmio, em Porto Alegre, o Botafogo recebe a Ponte Preta.

Adversário que chega ao Rio de Janeiro embalado pela convincente vitória sobre o Sport no final de semana passado.

Jogo longe de ser fácil. 

Vamos ter que jogar no limite da técnica, tática e disposição.

Pra cima deles, Fogão!

Obs: Não conseguirei assistir ao jogo porque estarei retornando do PR quando a partida terminar. Assim, hoje não teremos o post pós-partida, ok? Todos os comentários, observações e escolhas do melhor em campo serão nesta publicação. 

Espero chegar em Vitória, ligar o celular e ver a notícia de que o Botafogo venceu.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sábado, 20 de maio de 2017

Ação beneficente
























Linda ação da Associação Vitória Down em parceria com o Montillo, que todos sabemos, tem um filho especial.

Para os botafoguenses capixabas, as cartelas estão sendo vendidas na Motta Sport, em Jardim da Penha, ou com o pessoal da própria Vitória Down. Se alvinegros de outros estados também se interessarem, liguem para a VD e se informem como proceder:  (27) 3314-1174.

Abaixo, o texto da diretoria da Associação, a foto da camisa autografada e um vídeo do próprio Montillo falando sobre a sua participação.

Parabéns aos envolvidos!

"Walter Montillo, reconhecido jogador de futebol internacional que brilha hoje no Botafogo, além de um excelente profissional, é um pai amoroso e dedicado à educação dos seus filhos. 

Comprometido com o desenvolvimento de pessoas com síndrome de Down, nos presenteou com uma camisa autografada do Botafogo e enviou através do vídeo uma especial e afetuosa saudação.

Todas as famílias e amigos da Vitória Down agradecem a sua generosidade e humildade.

Gratidão Campeão!"

video





SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Pode vir qualquer um




Desde o sorteio da fase preliminar, o Botafogo caiu no chaveamento mais complicado. 

Foram duas "decisões" contra clubes tradicionais e campeões da Libertadores.

Passamos pelo Colo-Colo e Olímpia.

Não bastasse isso, caímos certamente em um dos dois grupos mais difíceis. Nele, um multicampeão da competição e o atual detentor da Taça.

Passamos (juntos com o Barcelona) por Estudiantes e Atlético Nacional.

Agora, depois que disputarmos a última rodada, teremos mais um sorteio. Dessa vez, para a fase de oitavas de finais. Questionado sobre, o técnico Jair Ventura - ainda comemorando a vitória sobre o time colombiano -, falou:

"- Sabemos que não somos favoritos. Temos as oitavas. Vamos ver se o sorteio é um pouco mais generoso conosco (risos)".

Isso aí! Mas querem saber? Esse Botafogo me parece confiável quando enfrenta justamente adversários teoricamente mais difíceis. 

Como há coisas que só acontecem com o Botafogo...
...quero pegar novamente um clube tradicional.

E passaremos também!

Mas até sabermos quem será, foco total na volta ao Brasileirão e no confronto final da fase de grupos da própria Libertadores, afinal, vale o primeiro lugar e a vantagem de decidir as oitavas em casa.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Oitavas, chegamos!




Quando um time limitado entra em campo ciente de que precisa correr e se entregar para compensar a parte técnica, pode até não ser campeão, mas certamente vende caro as partidas.

O Botafogo desta noite foi assim. E venceu o Atlético Nacional por 1 a 0 (Rodrigo Pimpão). E se classificou para as oitavas de finais da Libertadores de 2017.

Aquela raça e seriedade que andava um pouco esquecida foi novamente lembrada. Assim, amigos, podemos esperar partidas briosas. Emocionantes, nervosas, mas daquelas em que no final dos 90 minutos, aplaudiremos.

Foi com esse espírito que o GLORIOSO entrou em campo. 

Escalado da maneira mais razoável possível (com os atletas disponíveis) e disputando todas as jogadas com afinco, sem medo de cara feia. E jogando com inteligência, sem apressar, aguardando o adversário e fazendo aquilo que nosso elenco é capaz: Tentar jogadas nos contra-ataques.

Não temos condições técnicas para atuar de outra maneira.

Foi assim que, em jogada dos Rodrigos, o Lindoso deixou o Pimpão na cara do gol para nos colocar na próxima fase e continuar surpreendendo todo mundo na Libertadores. 

Parabéns, Botafogo! Parabéns, jogadores! Parabéns também ao Jair Ventura, que hoje não inventou e soube ler e mudar corretamente o time no desenrolar do jogo.

Estamos lá! Devagar, vamos longe...
...desde que, sempre com esse espírito!

E que agora entremos em campo em todas as partidas de todos os campeonatos assim.

Esse é o Botafogo que gostamos e amamos.

Mas, ah...não pode parar por aí. A última partida dessa primeira fase continua valendo bastante. Valerá a primeira colocação do grupo. Vamos para a Argentina relaxados, mas também buscando os três pontos.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 1 x 0 Atlético Nacional

1- Gatito: Um lance mal espalmado no início. Depois, seguro - 6,0

2- Emerson Santos: Boa partida. Não levou nenhum susto pelo seu lado - 6,0

3- Carli: O xerife faz falta ao time. Ele volta, a defesa melhora - 7,0

4- Igor Rabello: O destaque da defesa. Seguro, sério e concentrado - 7,0

5- Rodrigo Lindoso: Um lindo passe para o gol. De resto, confesso que pouco chamou atenção - 6,0

6- Victor Luís: Levou muitas bolas nas costas na primeira etapa - 5,5

7- Rodrigo Pimpão: A raça de sempre. E a volta dos gols - 6,5

8- Bruno Silva: Ainda não repetiu as suas melhores atuações no ano - 5,5

9- Roger: Muita vontade e pouca efetividade - 5,0

10- Camilo: Não foi decisivo do meio para frente e nem muito combativo do meio para trás - 5,0

11- João Paulo: Errou alguns passes, mas foi o cara do time. Visto em todos os pontos do campo, jogando com raça e buscando o jogo - 7,0

12- Gilson: Entrou para fechar o lado esquerdo - 6,0

13- Guilherme: É esforçado, mas impressiona como quase sempre escolhe a pior decisão - 6,0

14- Dudu Cearense: Perdeu um bom contra-ataque e só - 5,5

Jair Ventura: Escalou o melhor time disponível para hoje. Acertou nas mexidas. Foi bem - 7,0

Tudo ou nada




É hoje!

Penúltima rodada da fase de grupos.

Rodada que pode garantir o Botafogo como o segundo classificado na chave e fazer com que a viagem para a Argentina (último jogo) seja bem mais leve.

Se o Estudiantes não vencer o Barcelona no Equador, nos garantiremos até com o empate hoje a noite, diante do Atlético Nacional.

Em caso de vitória dos argentinos, o Botafogo precisa vencer para se classificar antecipadamente. 

Além da vantagem do resultado, entraremos em campo sabendo do placar lá no Equador.

Mais um motivo para atuarmos com inteligência e calma.

E claro: Com uma postura bem diferente daquela apresentada na estreia do Brasileirão no domingo passado.

Pra cima deles, Fogão!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Seis anos de botafoguismo




Sabe aquele dia que você decide não ler nada sobre o Botafogo? Mesmo em véspera de "decisão" pela Libertadores?

Hoje, 17 de maio de 2017, é esse dia.

"Desligo" por 24 horas do Botafogo para curtir o sexto aniversário do botafoguense mais apaixonante do mundo. 

Parabéns, Dani! Papai te ama!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!