domingo, 3 de fevereiro de 2013

A vitória foi um detalhe. Noite do craque!
















Na sua primeira partida começando como titular em 2013, o holandês Seedorf simplesmente acabou com o Macaé.

Foi o autor dos três gols da vitória - de virada - de 3 a 1 sobre o Macaé.

E sabem o que é ainda mais emocionante? 

Vê-lo chorando ao final da partida, agradecendo o carinho dos botafoguenses!

Sim, amigos...
...Seedorf, craque vencedor de várias Champions, reconhecido em todo o mundo, emocionado - e emocionando - com a camisa do GLORIOSO, em uma partida de campeonato carioca disputada em Macaé.

Desculpem, mas depois dessa, me recuso a comentar sobre a partida.

Obrigado, Seedorf!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 3 x 1 Macaé

1- Jefferson: Sem culpa no gol. No mais, sem trabalho algum - 6,0

2- Lucas: Sentiu a falta de ritmo de jogo - 5,0

3- Antônio Carlos: Começou perdido e depois de ajeitou - 5,0

4- Bolívar: Menos afoito do que o AC - 5,5

5- Marcelo Mattos: Se esforçou muito, cobrindo os dois lados - 5,5

6- Márcio Azevedo: Um pouco afoito, melhorou no segundo tempo - 5,5

7- Lodeiro: Distribuiu bem o jogo. Cansou no final - 5,5

8- Fellype Gabriel: Individualmente discreto. Importante na parte tática - 5,5

9- Bruno Mendes: Tudo bem que jogou isolado e pouco recebeu bolas. Mas as poucas que recebeu, mandou mal - 4,0

10- Seedorf: O cara do time. Craque - 8,5

11- Vitinho: Foi bem, mas abusou do individualismo - 6,0

12- Henrique: Praticamente não tocou na bola - 4,0

13- Jadson: Poucos minutos em campo - Sem nota

14- Cidinho: Conseguiu arrumar o primeiro pênalti a favor do Botafogo - 5,0

Oswaldo Oliveira: Demorou para mexer, mas quando o fez, ao menos arriscou (apesar de ter inventado) - 5,0

10 comentários:

André disse...

Tem q trabalhar o Vitinho hein? joga muito bem, mas puts, muito individual. BM ta numa fase...

Rodrigo Federman disse...

Sim, André. É questão de conselhos. Talento ele tem.
Abs e SA!!!

Gil disse...

Fala Rodrigão,

Como sou a emoção pura, foi a segunda vez que os olhos marejaram hoje pelo nosso amado Botafogo.
A primeira do dia foi revendo os lances do jogaço Brasil X Inglaterra pela copa do mundo de 1970. Ver o gol do Furacão da Copa (o único jogador do mundo a fazer gol em todas as partidas), rever imagens de PCCaju, me levaram as lágrimas.
A segunda foi ver o Nego Lindo Seedorf!

Essa emoção é algo maravilhoso e ao mesmo tempo me revolta em comparar o Botafogo de hoje com o Botafogo do passado. O Botafogo que se impunha e se fazia respeitar, dentro e fora do campo. Não abaixava a cabeça e lutava pelos seus direitos.

Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Rodrigo Federman disse...

É verdade, Gil. Eu já estava começando a escrever sobre a partida, quando parei para ver a cena com atenção! A partir desse momento, cheguei a conclusão de que a partida foi o que menos mereceu destaque! rs
Abs e SA!!!

Alex JF-MG disse...

Esse treineiro mostrou o quanto não entende nada de futebol e quase para variar entregou a vitoria para o macaé , que por sinal é muito ruim , se fosse um pouco melhor complicaria o jogo depois das mexidas do treineiro...mas ainda bem que temos o seedorf e salvou a noite.

Rodrigo Federman disse...

Alex, me impressiona como ele é incoerente e gosta de inventar. Realmente é preocupante. Ainda mais quando enfrentamos/enfrentarmos adversários minimamente decentes.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Sem o Seedorf o Botafogo é um time igual aos outros. Com o Seedorf, mesmo sem títulos o Botafogo é um time incomum, motivo da inveja dos "outros", e isso é histórico. Continuo achando que o Gilberto é mais jogador que o Lucas. O Dória daria mais consistência a defesa assim como a entrada do Gabriel, pois o MM está sobrecarregado na marcação e o MA tem que aprender a marcar. O Vitinho me lembra um pouco o início do Jairzinho quanto ao individualismo. Me lembro até hoje do meu pai e meus tios comentando sobre o Jairzinho: dá uma bola prá ele e outra pro time. Acho que o garoto é novo, tem potencial e com o tempo vai aprender. Se não aprender, vai se dar mal. Agora cá prá nós, eu mandava o oo embora e ficava com o Seedorf prá técnico e jogador. O cra é diferenciado sob todos os aspectos. Nessa contratação eu bato palmos de pé para o presidente. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Fecho contigo, Sergio. Sem o Seedorf, o Botafogo é apenas um time medíocre. Com ele, subimos de nível e podemos sonhar com uma tarde ou noite favorável, mesmo diante de adversários tecnicamente superiores.
Abs e SA!!!

ari dias disse...

Jogo médio, mesmo com um resultado tranquilo, o jogo mostrou ainda muitos problemas que tem que ser resolvidos antes das finais, pois neste campeonato chegar as finais é obrigação.
Sobre Seedorf nada mais a acrescentar, ÍDOLO.

Rodrigo Federman disse...

Concordo, Ari. Principalmente na proteção e dupla de zaga.
Abs e SA!!!