sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Pra quê serve o treinador?

















O técnico Oswaldo Oliveira falou sobre a importância da mescla entre os jogadores experientes e os garotos egressos da base:

"- Ter jogadores experientes com os mais jovens é muito importante. Além do Seedorf, o Bolívar é um cara espetacular de vestiário, de treinamento, um cara que impõe a presença e tem nos ajudado muito. Ao lado deles estão Antônio Carlos, Marcelo Mattos, Jefferson... O que o time sentiu no primeiro tempo, com o Cidinho e o Vitinho afastados nas pontas, foi falta de experiência, de sentirem que estavam isolados. Nessa hora, o jogador precisa ter perspicácia e é importante que tenha alguém dentro de campo para falar isso para ele. Essa mistura vai crescer ainda mais neste ano".

Ué, fiquei curioso com um ponto: Se era nítido que o Cidinho e Vitinho estavam afastados, não seria papel do técnico instruir durante a partida? Se os dois ainda são inexperientes e não sentiram o isolamento, qual deveria ser o papel do comandante (que observava tudo de fora das quatro linhas)?

Durante a transmissão - no primeiro tempo -, o repórter de campo do PFC falou várias vezes que o treinador botafoguense permanecia estático e sem falar com os jogadores.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

22 comentários:

Alex JF-MG disse...

São 380 mil por mês dados para um BABACA, que outra vez quis inventar ....

Rodrigo Federman disse...

Alex, e certamente foi o Seedorf que arrumou a casa no intervalo! rs
Abs e SA!!!

Gil disse...

Fala Rodrigão,

Até aos 35/40 minutos do primeiro tempo ele não descruzou os braços e não manifestou nenhuma ação ou reação.
Não recordo quem já comentou, também vi, inúmeras vezes, o Seedorf dando orientações e esporro.

Escutando os comentários do Seedorf e do Bolívar, entendi que eles são os caras que acertam o time. Por isso o vagabundo do técnico japonês falou isso, ou seja, só viu que os garotos estavam afastados e isolados no intervalo, quando o Seedorf acertou o time.

Veremos aquele time entregador, omisso e acomodado quando o Seedorf não jogar.

2013 será Tenebroso com o vagabundo do técnico japonês!
Pobre do atual Botafogo!
Pobre de nós, Torcedores!

Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Alex JF-MG disse...

"Pra que serve o treinador"?
Para falar besteira, mais uma;
rafinha , brilhante jogador...
quem é esse cara que o nosso treineiro já esta com medo heim ??

Rodrigo Federman disse...

Ê, Gil. Ele tem o salário mais fácil do mundo, amigo!
Abs e SA!!!

ari dias disse...

Há poucos dias eu estava assistindo um jogo da Libertadores de um time Chileno (não lembro o nome), mas o que me causa espanto é a forma como o time joga, mesmo com jogadores limitados, o comportamento do time em campo tanto na hora de defender quanto atacar.
Eu pergunto será que seria bom importar um treinador com uma outra mentalidade pra liderar o Fogão, afinal quem não gostaria de trabalhar com SEEDORF?
SALVE SEEDORF, ÍDOLO.

Sergio Di Sabbato disse...

Gil, quem era o técnico do time em 67/68 e na seleção brasileira de 70? Nós sabemos que o Gérson era quem comandava o time dentro de campo, mostrava onde o time tinha que jogar. Parece que a história tá se repetindo, só que dessa vez com o Seedorf. Rodrigo, eu respondo a sua pergunta: a maioria dos técnicos só serve prá mamar nos clubes, e poucos, pouquíssimos no brasil sabem alguma coisa e os que sabem, sabem muito pouco, e quando muito distribuem as camisas corretamente e não atrapalham a montagem de uma equipe com sistemas de jogo estapafúrdios ou então imitam a maneira de jogar de times de fora, sem ter a mesma qualidade de jogadores. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Alex, já imagino o medo do OO quando enfrentarmos o Flamengo.
Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

Ele é o inventor de desculpas do clube. Deve ficar ali, pensando qual vai ser a desculpa da vez...
Gramado, torcida, adversário, arbitragem, bola muito Redonda...
Posso parecer chato, mas eu queria ver o Loco nesse time...

Rodrigo Federman disse...

Ari, sempre fui favorável à importação de treinadores estrangeiros também.

Verdade, Sergio. Essa declaração do OO mostra bem isso. Ele percebeu o erro e esperou que os garoto atentassem para mudanças.

Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Somos dois, Vinny.
Abs e SA!!!

Alex JF-MG disse...

Com o loco e seedorf , economizariam 380 mil por mês , facil....rsrsrsr

Sergio Di Sabbato disse...

Por que o Botafogo não faz um trabalho de reforço muscular com o Cidinho. O Garoto tem bola, mas precisa ganhar corpo de adulto. Li um comentário que o Vitinho lembra o jairzinho. Concordo, realmente lembra, até no individualismo do início de carreira. Se jogar metade do que jogou o Furacão, estaremos bem servido, isso se não for vendido antes. O craque acerta até quando erra. A furada do Seedorf virou um corta luz e deixo o MM em condições de fazer a jogada do gol. Eu me lembro de um furada do canhota, que era tão querido da torcida, que mesmo errando foi aplaudido. Isso é o craque, isso é o ídolo. Meu time jogaria num 442 e formaria assim; Jeferson, Gilberto, Bolivar, Dória, MA, MM, Gabriel, Lodeiro e Seedorf. Vitinho e BM. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Alex, e teríamos ganhos técnicos! rs

É, Sergio. O Cidinho já está nessa (juniores x profissionais) há três anos, mas ninguém consegue fazê-lo crescer. E se não crescer, difícil prosperar no futebol competitivo.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Sacanagem, não é querer defender o O2, mas você pega um trecho isolado de uma entrevista para crucificar o treinador, na mesma entrevista ele cita que pediu aos meninos para centralizarem no segundo tempo... e de fato logo depois do gol no inicio do segundo tempo eu reparei ambos mais proximos do meio campo. Odiar o treinador tudo bem mais ser insjusto com o cara...

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, se vc reparar bem, eu fui bem claro: O OO observou esse afastamento no 1 tempo (e era nítido, desde o início), mas ao invés de já tentar organizar, passou 45 minutos de braços cruzados. Ajeitou no intervalo? Sim (se foi ele mesmo), que bom. Obrigação. Mas obrigação maior seria ter tentado arrumar com o 1 tempo em andamento. Ou não?
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ai depende, é muito facil falar sentado de confortavel sofa não acha? Será que tanto o cidinho como o vitinho tem essa noção posicinamento, ate porque ambos estam a pouco tempo nos profissionais, é ai que concordo com o treinador quando diz que é de suma importancia ter alguem como o seedorf dentro de campo a orientalos, afinal treinador não pode entrar em campo, ou pode?

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, acho que você está confundindo alhos com bugalhos. Do sofá é fácil? Sim, certamente mais do que na beira do campo. Mas a diferença é que eu só torço. Ele recebe (E MUITO) para trabalhar antes, durante e depois dos 90 minutos. E vc falou sobre o senso de posicionamento dos garotos...ué, o que eu disse? Se eles não estavam percebendo, deveria ser obrigação do treinador tentar orientar e corrigir durante a partida. Não precisava esperar chegar o intervalo. Caso contrário, não faz o menor sentido então ter treinador durante os 45 minutos das duas etapas.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Po ate quando vao ficar martelando o Oswaldo? o cara nao tinha o Lodeiro nem o Andrezinho, quem voces esperavam que ele colocasse no meio para concertar o time? na minha opniao ele fez o certo em confiar no elenco, tanto que conseguimos a virada com praticamente o mesmo time que estava sonolento no inicio... ou seja o Oswaldo fez o certo, ganhamos e mesmo assim vao ficar aqui chamando o cara de babaca.. Nem sempre substituir jogador e sinonimo de melhorar, muitas das vezes o correto e acertar o time na conversa assim como ele fez, mas foda ainda e ver esses caras inventarem que o Oswaldo so ficava de bracos cruzados, po assisti o jogo inteiro e ele nao parava de falar com os jogadores..
vamos parar com essa bobaquice de sempre procurar um culpado, ate pq ate 40 min do primeiro tempo o time inteiro nao estava jogando nada, inclusive o seedorf.

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, acho que vc não entendeu o que eu quis dizer. De todo modo, ok. É a sua opinião. Apenas pensamos diferente.
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

"qual deveria ser o papel do comandante (que observava tudo de fora das quatro linhas)?"

Ficar impassível, posando de lord inglês, com seu physique du rôle.

Concordo com o Sergio, que, pelo visto, deve ser meu contemporâneo (nasci em 60, o time do meu coração, que está na parede do corredor da minha casa, é o de 67/68). O Gérson era o técnico. E em 70, na Copa, era o estilo Botafogo, com o mesmo técnico (Gérson), "reforçado" pelo Capita.

O atual Botafogo pode tentar repetir aquele dos anos 60, segunda metade. Goleiros experientes (Manga x Jefferson), zagueiros (Leônidas x Bolívar), um monstro/líder/treinador (o Canhota x Seedorf) e a garotada.

É a minha esperança. E é só o treineiro não atrapalhar, não querer ser mais do que é, não querer afrontar, nem enfrentar, a torcida.

Ainda concordando com o Sérgio, esses treineiros são uns verdadeiros embustes (estes, sim, são os embusteiros !).

Que ao menos não atrapalhem. Deixem que o Seedão orienta os meninos. E cobra, e dá esporro. Ele não veio passear e esperar a aposentadoria no Rio.

Sds botafoguenses.

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Eduardo. Mas se é para ele ficar paradão lá, melhor das os 400 mil dele pro Seedorf e deixar o negão comandar o time dentro e fora do campo! rs
Abs e SA!!!