sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Tem que começar "ligado"
















Apesar da vitória de virada sobre o Resende, o Seedorf alertou para o péssimo primeiro tempo realizado pelo Botafogo:

"- O time teve uma atitude muito boa e vontade. Mas não pode começar o jogo dessa maneira, aí se complica sempre. Com Resende ou qualquer time. Temos que crescer nesse aspecto. Temos caráter, mas tem que começar mais forte. Temos muita qualidade para ficar esperando o adversário".

Mais uma vez, perfeito!

A cada close dado no holandês durante os 45 minutos iniciais, dava para ver claramente que estava "P da vida".

Deve ter chamado o grupo na "xinxa" no vestiário.

E fez efeito.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

17 comentários:

Anônimo disse...

RODRIGO,um abraço do JOTA.
Ontem, eu estava assistindo a partida com o meu cunhado e afilhado.Comentei com ele que eu havia avaliado mal a vinda do Seedorf, pois achava que seria mais um, em final de carreira, que viria ao Brasil para desfrutar as belezas do Rio e faturar uma grana.Errei feio.
Em 67 e 68, eu frequentava muito o clube e, sempre que possível, batia um papo com o canhota.Era,na época, meio mascarado e marrento, mas tinha uma visão de jogo como ninguém.
Lembro bem que ele dizia:"enquanto a maioria fica olhando e procurando, eu vejo de lado, olho para um e lanço para o outro".Por que lembrei-me disso? Porque só os craques conseguem fazer isso, e ontem SEEDORF, mais uma vez o fez.É só rever a partida, pois ele estava pela direita, com dois o cercando, de cabeça em pé e sentindo que o Lucas estava chegando, desviou o olhar para área e enfiou a bola milimetricamente para o lado contrário, deixando o
Lucas livre, livre, na cara do gol.No replay, deu para ver perfeitamente a magia do lance, pois ele foi filmado de frente.
O mais impressionante é que ele tem 36 anos, ganhou tudo na vida,é conhecido internacionalmente e ainda serve de exemplo para os mais novos e até para os perebas metidos a craques.
Hoje, vou abrir uma exceção e comentar, discordando de uma opinião do ARI.Meu caro, ele não será ídolo, ele já o é para muitos. Eu não curto muito essa idolatria,mas digo que tem muitos anos que eu não identificava ninguém com essa possibilidade.Digo isso porque marqueteiros,vaidosos,jogadores que desdenham do clube quando se vão e que só pensam em si, eu não considero como ídolos.
Um bom carnaval para todos.


THALISON RESENDE disse...

Rodrigo não sei se vc reparou, mas no fim do 1º tempo ja nos acrescimos, quando o botafogo tava querendo pressionar para empatar, um jogador do Resende caiu no perto do meio campo, aí o botafogo teve que devolver a bola pra fazer o Flair Play, então o Antonio Carlos deu um chutão pra lateral la no campo de defesa do Resende. E o Seedorf deu uma dura nele, pra todos verem, pois o Seedorf queria que devolver a bola no meio campo onde a jogada estava, onde o botafogo podia recuperar a bola mais rápido e atacar. NO vestiário o Seedorf deve ter colocado o dedo de todo mundo na tomada...

Gil disse...

Bom Dia Rodrigão,

Meu Amigo esse time sem o Seedorf é um Resende melhorado!
Ao chegar próximo ao Engenhão fiquei decepcionado com o baixíssimo publico no entorno do estádio. Quando levamos o segundo gol, pensei novamente no pequeno público e dei razão a torcida. Quantos anos somos enganados? Sempre a mesma história de comodismo, entreguismo e omissão!

Salve Seedorf! Ele e o Bolívar são a alma desse time. Os nossos salvadores da Pátria! Entendi isso, posso estar completamente enganado, nas entrelinhas das entrevistas deles pós jogo.
Até os 35/40 minutos do primeiro tempo o vagabundo do técnico estava de braços cruzados e aquela postura de monge.
Quantos anos mais ele precisará para acertar defesa e cobertura dos laterais? Até quando manterá o lerdo do AC? Atacantes já sabemos que ele não gosta!

2013 será Tenebroso com o vagabundo como técnico!
Pobre do atual Botafogo!
Pobre de nós, Torcedores!

Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Rodrigo Federman disse...

Concordo, Jota. Tanto, que desde a sua sugestão, apoiei a "causa": Seedorf para jogador e técnico do time! rs

Sim, Thalison. Eu vi. E tomara que o Seedorf tenha descascado esse zagueiro de merda mesmo. AC, o maior dos tumores.

Fecho contigo, Gil. É a dura realidade. Sem o Seedorf, fazemos frente - pau a pau - com Resendes da vida. E nem pela qualidade técnica (temos mais opções), mas por falta de brio e gana de quase todos os jogadores (exceto o negão).

Abs e SA!!!

Andre disse...

Se der um apagao desse contra time grande, em qulquer momento do jogo, a vaca vai p brejo. N PODE!

Rodrigo Federman disse...

Não pode mesmo, André.
Abs e SA!!!

Alex JF-MG disse...

Rodrigo , reparei que os amigos aqui do blog estão cobrando a torcida de ir ao estádio...mas temos motivos suficiente para não irmos...vou citar alguns , a rejeição quanto ao treineiro , acho causa maior, depois vem os preços, os horarios , o estadual que para os times não tem importancia e tambem vamos falar a verdade né , o time ainda não empolga , com excessão do seedorf...são varios fatores que tambem no final do mês , pesa e muito....

Rodrigo Federman disse...

É, Alex. E imagina se não tivesse o holandês nesse grupo, hein? rs
Abs e SA!!!

Alex JF-MG disse...

ah Rodrigo, ainda não depositou o meu salario ok..rsrsrsrsrsr

Rodrigo Federman disse...

Tá complicado, Alex! rs
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

O que o Jota escreveu sobre o Gérson é perfeito, pois o cara era demais, em todos os clubes que jogou foi campeão. Não era só os lançamentos geniais que eram precisos, era o verdadeiro técnico da equipe, como parece agora ser o Seedorf. Se a diretoria do Botafogo tivesse ou tiver um pouco de ousadia, dá prá disputar tudo esse ano. Abs e SB!

jorgeFS disse...

Caro Thalison, esses pequenos, mas importantes detalhes, realmente faz uma enorme diferença, porem atentar para isso é para os mais dedicados, e nem todos o são.
Não dá pra esquecer a gandula, e Marcio Azevedo, num lance que acabou em gol do GLORIOSO.

Sergio Di Sabbato disse...

Sobre essa questão de torcida não ir a jogos, a solução é muito simples: monta um time decente que você verá sempre muitos torcedores. É só recordarmos os anos de ouro do Botafogo e a frase que era ouvida a todo instante: a torcida[Botafogo] que mais cresce no país. Pergunta se de 57 a 73 a diretoria reclamava que a torcida não ia. Mas também pudera, a torcida ia ver espetáculo mesmo quando não ganhávamos. Mas valia a pena ver o Gerson, Didi, Garrincha, Nílton Santos,Jairzinho, Roberto, Ney Conceição, Sebastião Leônidas, C.A Torres, Fisher, Osmar, Marinho Chagas. Vou parar por aqui, porque é tanto craque que levaria a tarde inteira e com certeza me esqueceria de alguns. Um outro detalhe importante: apesar do Seedorf valer o ingresso, esse campeonato carioca não tem mais a motivação que tinha no passado, sem contar com esses horários estúpidos impostos pela dona do campeonato, que só se importa com o ibope. O futebol que se dane.

ari dias disse...

Respondendo ao JOTA: Caro Jota, o Rodrigo já havia me solicitado a mudança da minha assinatura aqui no blog, pois bem, contra bons argumentos não se tem contra-argumentos.
SALVE SEEDORF, ÍDOLO.

Rodrigo Federman disse...

Sergio, isso aí. A melhor coisa seria deixar o Botafogo sob o comando do Seedorf! rs

Jorge, e olha que tem muita gente pior que o MA, hein?

Finalmente, Ari! rs

Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Amigos, também temi, como o Jota, que o Seedão tivesse vindo a passeio. Não acompanho o futebol europeu, não sei a quantas andava o desempenho dele. Mas bastaram poucos jogos para afirmar, como o fiz várias vezes aqui no nosso Cantinho, que a única esperança do Botafogo residia, e reside, no Clarence Seedorf.

Sem dúvida é o melhor jogador ora em atividade no Brasil. E é líder, exemplo, um primor de profissionalismo e seriedade.

Tudo bem, vamos ter que aturar esse OdeO. Então que ao menos ele não atrapalhe. Ponha o AC no banco e deixe com o Negão e seus meninos. Reforçados pelo Jefferson, Bolívar, Lodeiro, temos time para fazer frente aos demais que estão por aí, quase todos medíocres (na acepção da palavra, ou seja ,times nem bons nem maus).

Vamos que vamos !

Sds botafoguenses.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, até que as minhas expectativas em relação ao Seedorf estão dentro do que imaginava. Apenas mantenho a opinião (de antes dele ser contratado): Um Seedorf não faz milagres. Isso é fato e sentimos quando ele não está em campo.
Abs e SA!!!