sábado, 10 de agosto de 2013

Mais dois pontos perdidos















A torcida contra o Cruzeiro e Coritiba no domingo terá que ser grande...

Tudo porque o Botafogo foi incapaz de derrotar o Goiás na noite deste sábado.

O resultado final (1 a 1 - Rafael Marques) acabou sendo justo, apesar dos goianos terem sido mais perigosos e arrumados durante quase todo o jogo.

No lado do Botafogo, apenas 5 minutos de futebol apresentável, digno de um time que está brigando pela lideranças e título do campeonato. Nos 90 minutos restantes (contando os acréscimos), algo para lá de sofrível.

A começar pela primeira etapa, que foram 45 minutos de vida desperdiçados.

No segundo tempo, o bom começo deixou a impressão de que as coisas seriam diferentes. Inclusive com o gol marcado pelo Rafael Marques.

Mas depois de uma falsa impressão, o Goiás não só voltou a controlar o jogo, como empatou e por pouco não virou o marcador (o que não seria nenhuma injustiça).

Mais dois pontos perdidos.

Em um campeonato de pontos corridos, irrecuperáveis.

Um ponto conquistado. 

Um sábado para ser esquecido.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 1 x 1 Goiás

1- Jefferson: Três boas defesas - 6,0

2- Gilberto: Um dos poucos a se arriscar e partir pra cima - 6,5

3- Dória: Uma partida apenas razoável - 5,5

4- André Bahia: Sentiu o fato de ter atuado torto pelo lado direito e ainda marcou o gol contra - 4,5

5- Marcelo Mattos: No meio, o único que brigou e se apresentou para o jogo - 6,0

6- Júlio César: Futebol burocrático - 5,0

7- Vitinho: Uns 15 minutos (total) de bom futebol - 5,5

8- Renato: Para variar, escondido em campo - 4,5

9- Elias: Perdeu um gol incrível e pouco fez - 4,5

10- Seedorf: Talvez a sua pior partida pelo Botafogo - 4,5

11- Rafael Marques: Marcou e o gol e nada mais que mereça destaque - 5,0

12- Henrique: Não acrescentou nada - 4,5

13- Alex: Sequer conseguiu tocar na bola - 4,5

14- Lima: Mais uma vez, horrível - 4,5

Oswaldo Oliveira: A velha demora para mexer na equipe. E hoje pareceu ainda mais sem saber o que fazer com o grupo disponível - 4,5

29 comentários:

Anônimo disse...

Rodrigo pedermos pontos para um time horrivel o 00 tem da um chega pra la nos jogadores o campeonato nao e facil e empata dentro de casa eu falo falta contratacoes

SPECTRE1961 disse...

שָׁלוֹם




Federman,


Primeiro,



André Bahia é um BOM JOGADOR !

Foi uma lance INFELIZ !

Esse jogador tem um futebol sólido !

Um canhoto jogando na direita ...

(No sacrifício ...)


Gilberto -> Como jogou bem !

O melhor jogador em campo !


Seedorf -> Fraco, jogou sem brilho ...

Mas, sem o Fellype Gabriel & Lodeiro ...


Fica complicado também !


Enfim,


Estamos na briga ... Empate com gosto amargo.


No entanto,


Isso faz parte da JORNADA de um TIME CAMPEÃO !


Federman,


A palavra do momento ... É superação !





Shalom !

tenlobatoime@gmail.com disse...

Vamo recuperar... Fogão na 5a feira!!!!

Sergio Di Sabbato disse...

A proposta do Goiás foi bem clara: jogar fechadinho e dificultou as ações do Botafogo, que desperdiçou os primeiros 45 minutos. No segundo o time voltou melhor, fez o gol e tinha o controle da partida, podendo inclusive ter ampliado o placar e garantido os 3 pontos, mas eis que numa bola morta um gol contra do André Bahia. Aí, o time brochou e se perdeu em campo. As substituições não surtiram efeito e mais um empate com um gosto amargo. Uma pena perder 6 pontos da maneira que perdemos com falhas da defesa. Mas vamos em frente. O pior é que contra o Inter o Gilberto não joga, teremos que aguentar o possante Edílson e, mesmo não estando bem, como o Lodeiro faz falta. Talvez fosse mais negócio não escalar o Seedorf hoje, pois ele não estava bem. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, não espera atitude do OO. Ele é isso aí mesmo.

Spectre, mas temo por uma coisa que sempre falei: Falta-nos elenco. Tirando 2 ou 3 jogadores, nossos reservas são fracos ou ainda apostas cruas.

Tenlobatoime, podemos (e precisamos) até ganhar na quinta, mas esses 2 pontos são irrecuperáveis. Em campeonato de pontos corridos, são pontos que não se pode perder.

Sergio, é o que digo sempre: O Lodeiro é o motorzinho do time. Sem ele o meio não roda. Ainda mais quando o Seedorf está em um dia/noite ruim.

Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Estive no estádio,hoje.
Rafael Marques,sem a MENOR DÚVIDA ,foi o melhor do Botafogo.
Dória perdeu TODAS para o gordinho,Valter.
O restante ,com exceção de Jeferson ,tudo igual,uma porcaria.

Sergio Di Sabbato disse...

Realmente o Gilberto fez uma bela partida. Logo logo esse garoto vai ser um dos melhores laterais do futebol brasileiro. Pena que não vá jogar contra o Inter. Concordo com o Spectre: o André Bahia é bom jogador e realmente foi um lance muito infeliz. na hora fiquei muito P da vida, xinguei muito o André, mas só erra quem tá lá dentro. Um dos grandes zagueiros que o Botafogo teve, o Gonçalves quando nos mulambos fez um golaço contra e foi escorraçado do lixo. O Emil disse que ele seria um grande zagueiro e o contratou. Infelizmente erros fazem parte de quem está lá dentro. Para nós que estamos fora é fácil meter o malho. Enfim, muita água ainda vai rolar debaixo dessa ponte e, ainda acredito no Fogão. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Celso, pela tv eu não tive essa impressão. E o meu amigo Fábio Snoopy, que tb esteve no estádio, também. Mas claro, respeito a sua opinião.

Sergio, e pesa também a falta de ritmo de jogo, né?

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Pessoal, o campeonato é longo e difícil. Muito equilibrado. Esse papo de "mais dois pontos perdidos" revela certo egocentrismo.

Nós ganhamos do FluminenC, do Cruzeiro e do Santos sem supremacia em campo (jogos muito equilibrados). Poderíamos ter perdido mais dois pontos para o Vasco após o empate deles, mas fomos buscar.

Tamo na briga, com um elenco de garotos revelados na base. Do jeito que o Botafoguense gosta.

Mirem-se no exemplo do Galo na Libertadores, por diversas vezes dado como morto.

Vamos em frente. Todos ao Maracaneike na quinta. Um jogo de 6 pontos muito importante.

Esse time dá gosto de ver. Luta até o final.

Abs
Pablo

Anônimo disse...

Quando estava no elenco com Antonio Carlos,Andrezinho,Vitinho,Renato no banco só via torcedor reclamar mandava colocar para fora todo mundo e hoje estamos vendo a realidade não temos elenco o único ainda é o Renato descente para um time que quer ser campeão.
Rafael Marques não adianta fala dele por aqui, porque sabemos os pontos de vista e as opiniões dos torcedores já formada sobre ele.Pode jogar bem ou mal aqui ele será sempre péssimo para alguns.

Jarbas Araujo

Anônimo disse...

Títulos brasileiros são construídos com vitórias, muitas vitórias (vide o devedor da segunda divisão no ano passado), umas poucas derrotas e poucos empates, sendo que derrotas e empates são aqueles que não exorbitam do minimamente aceitável.
Ainda não fiz um apanhado acerca das derrotas, mas já constatei que nenhum campeão brasileiro ganhou o título empatando mais do que nove vezes. Necessário enfatizer, falo de derrotas e empates aceitáveis, previsíveis. Por exemplo, empatar com um dos candidatos ao título, na casa desse eventual candidato, pode ser considerado normal, assim como uma derrota nas mesmas condições. O que não se aceita, é empatar do modo como aconteceu com Flamengo, Atlético e Goiás. Seis preciosíssimos pontos jogados no lixo.
Cedo ainda para afirmar, mas a se manter esse padrãozinho previsível, teremos mais um ano em que o mais do mesmo irá se repetir. É foda torcer para o Botafogo. Quando se pensa que a coisa vai pra frente, vem essa ducha fria. Seis pontos jogados fora, repita-se. Tomara que eu erre, mas já vejo no horizonte o cavalo paraguaio marchando a marcha de sempre.
Aquele atacante gordo deles joga mais do que Rafael Marque e Elias juntos. Trocaria os dois por aquele gordo. Como é que o Elias perde aquele gol?
O time hoje foi uma merda geral. Livro somente a cara do Gilberto, que não fugiu do jogo.
Fulano de tal que marcou para os caras deve ter jogado com uma camisa do Lixo por baixo da alvinegra.

Rodrigo Federman disse...

Pablo, não acho que seja egocentrismo. Respeito o Goiás, mas inegavelmente é um adversário mais fraco e sem grandes aspirações no campeonato. Esses jogos eu acho que 3 pontos devem ser obrigação para quem quer ser campeão.

Jarbas, mas eu sempre falei que o elenco era limitado. Mesmo com esses. E sim, sobre o RM, opinarei sempre o que eu ver dele em campo. Se for bem, será elogiado. Se for mal, criticado. E se não feder nem cheirar, nem um, nem outro.

Com certeza, Anônimo. O gordinho é o Walter. E joga mais do que RM e Elias juntos, sem sombra de dúvidas.

Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Não devemos nos esquecer que ano passa o frufru não conseguiu vencer o Atlético Goianiense, que foi rebaixado. Se não me engano, perdeu as duas. Da mesma forma não conseguiram vencer o corintians (perderam em casa e fora) e o galo. Fora isso, eles ganharam uns 5 jogos com arbitragens prá lá de tendenciosas. O campeonato é difícil, foram 3 empates péssimos, mas o time está lutando e acho que vai brigar. O que dizer por exemplo do Inter tomou de 3 do Náutico e perdeu para o Bahia em casa. Como li num comentário ainda a pouco: o campeonato é parelho e com pouquíssimos jogadores que decidem, e estes, quando não estão inspirados (caso do Seedorf hoje) tudo pode acontecer. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Sergio. Continua tudo em aberto, mas esses dois pontos fazem falta. Espero que a gente não sinta isso no final do campeonato.
Abs e SA!!!

Gabriel Marques disse...

Espero que no fim do Brasileirão o time não lamente esses pontos perdidos, pois já foram 6 pontos que o Botafogo perde, nos empates inexplicáveis contra Flamengo e Atletico Mineiro, e hoje, podíamos ter 31 pontos, estaríamos com uma boa pontuação e isolados na liderança, mas não adianta lamentar agora, e ir pra cima do Internacional, vencer e conseguir uma boa sequencia de vitória.

Moisés Domingues disse...

Não adianta querer falar que o campeonato é equilibrado, e que os outros times também perdem pontos bobos. Poderíamos agora ter uma gordurinha boa de pontos, podendo se dar ao luxo de perder pontos para times que realmente são fortes e jogar o campeonato com mais tranquilidade, sem aquela pressão de ter que vencer de qualquer jeito, além desses três jogos que perdemos 6 pontos empattando de bobeira, ainda teve aquela pro Bahia, que o FG deu uma bola de graça que resultou no gol. Repito, se continuar dando os mesmos moles NÃO SEREMOS CAMPEÕES. Precisamos contratar um meia inteligente pra pensar o jogo. Gabriel e Lodeiro fizeram muita falta hoje. Renato definitivamente não dá mais. Eu não quero acreditar que vai acontecer com o Botafogo o que tem acontecido nos últimos anos, começar bem e depois despencar na tabela.

Rodrigo Federman disse...

Gabriel, disse tudo.

Exato, Moisés. Não podemos justificar nossos vacilos em supostos vacilos de nossos adversários. Precisamos fazer nossa parte e deixar de perder pontos bobos.

Abs e SA!!!

Moisés Domingues disse...

Iremos contra o Inter sem Jefferson, Lodeiro, Gilberto e talvez JC.

Rodrigo Federman disse...

Moisés, ao menos teremos as voltas do Bolívar e Gabriel.
Abs e SA!!!

Rubens disse...

Seedorf o pior em campo, mesmo com o gol do André Bahia.

Uma pergunta: Por que o Holandês insiste em jogadinhas ensaiadas em faltas e escanteios que SEMPREEEEE desperdiçam a jogada? Porra, hoje pela primeira vez eu mandei o Seedorf tomar no cu.

Rodrigo Federman disse...

Rubens, ontem ele foi mal mesmo.
Abs e SA!!!

Gabriel Marques disse...

Rodrigo, há uma possibilidade da equipe ter mais desfalques além de Gilberto e Lodeiro, pois Rafael Marques e Julio Cesar não tinham claras condições de jogo e saíram sentindo, no próximo jogo, se todos os desfalques forem confirmados, é provável que entremos em campo com: Jefferson, Edilson, Bolívar, Doria e Julio Cesar(Lima); Marcelo Mattos, Gabriel, Vitinho, Seedorf e Rafael Marques(Gêgê); Elias. E a questão que quero levantar é: Hoje em dia, mais de 50% do nosso elenco é composto por atletas de base, totalizando 17 jogadores, e muitos desses tem poucas experiências como profissionais, então, mesmo que o Oswaldo não contasse com a venda de Andrezinho e Fellype Gabriel, porque ele não colocou esses jogadores no Campeonato Carioca, que é um campeonato de nível fraco, nem que fosse para jogar 15 ou 20 minutos, apenas para ganhar experiência, pois como pode ver, uma das nossas opções para a armação, Gêgê, só tem duas partidas profissionais, será que ele achou que todo jogador de base tem a mesma personalidade que Vitinho, Doria e Gabriel? Então, acho que faltou planejamento da parte do senhor Oswaldo de Oliveira.

Rodrigo Federman disse...

Gabriel, é o que falamos várias vezes: O estadual deve ser utilizado como laboratório. Aí chega na hora das competições grandes, somos obrigados e arriscar com garotos que pouco jogaram pelos profissionais.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ponho na conta da diretoria esse empate. Se o mando de campo era do Botafogo por que jogar em Brasília perto da casa dos caras? Eles vieram cheios de disposição, dividindo todas e quem fez longa viagem e se desgastou foi o Botafogo. Quem é esse gênio que acredita que mando de campo é uma simples questão de tabela? Em qualquer parte do mundo o mando de campo é valorizado, aqui é só um detalhe. Dessa forma continuaremos na contra-mão da história. Abços e SAs

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, não vejo isso como o problema. Fomos a imensa maioria na arquibancada e o interesse foi a renda, que por sinal, foi boa.
Abs e SA!!!

Alex JF-MG disse...

Time que quer ser campeão não pode entrar com essa postura de jogar só alguns minutos e mais nada e tambem o seedorf, jogou mal , acho que não quis forçar.

Rodrigo Federman disse...

Alex, o Seedorf estava visivelmente sem condições de jogo.
Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

Concordo com toda a sua análise e notas. Pífia atuação, mas vale considerar a falta do Gabriel, Bolívar e Lodeiro.

Rodrigo Federman disse...

É, Paulo. Apesar da má fase técnica, ficou provado que o Lodeiro é titular absoluto nesse time.
Abs e SA!!!