quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Grata surpresa















Já falei do Seedorf e agora falarei daquele que - em minha opinião - foi o segundo melhor botafoguense na vitória sobre o Náutico: O auxiliar Luiz Alberto, que ontem comandou a equipe na área técnica.

É claro que um jogo não pode ser usado como parâmetro, mas gostei do que vi (e ouvi) do Luiz Alberto.

Na terça-feira o volante Renato havia dito que o auxiliar técnico tinha o mesmo perfil do Oswaldo Oliveira. Confesso que isso me deu uma desanimada. Mas ontem, enquanto a partida corria, o interino "desmentia" o camisa 8 com o passar dos minutos.

Cito três pontos que chamaram a minha atenção (e são completamente diferentes do Oswaldo):

1- Passou o tempo inteiro gritando, instruindo, alertando e cobrando os jogadores.

2- Vendo que o time precisava de mudança, não esperou mais do que 10 minutos do segundo tempo.

3- Substituiu o Rafael Marques, (que apesar do gol, não estava bem), mostrando que não existem intocáveis (além do Jefferson e Seedorf) e/ou "amizades" que garantam titularidades eternas.

Na boa, não senti falta alguma do Oswaldo Oliveira. 

Muito pelo contrário.

E não custa lembrar que o Luiz Alberto participa diariamente da elaboração e acompanhamento dos treinos diários. Ou seja, a diferença está na dinâmica da área técnica...
...e eu acho que isso é importantíssimo para o rendimento do time durante uma partida.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

10 comentários:

Norberto disse...

Rodrigo já estou sentindo que esse auxiliar do Oswaldo não vai vingar como técnico,pois tudo que tu fala acontece o contrario,vários jogadores que você afirmava serem refugos hoje são titulares,sem contar aqueles que foram vendidos.

Norberto

Rodrigo Federman disse...

Norberto, com todo respeito, sua opinião para mim é irrelevante.
Abs e SA!!!

Enéias Teles Borges disse...

Eu não nego que gosto do OO e você sabe que nunca escondi isso. Claro que eu gostaria que ele fosse mais vibrante durante os jogos e fosse mais rápido para mudar o time.

Ele, realmente, engessa o time. Precisa evoluir neste aspecto.

Eu o acompanho desde os tempos do Corinthians. Não é um gênio, como Cuca, Luxemburgo, o saudoso Telê. Não é tático motivador como Felipão e Muricy.

Tem a vantagem de usar a base e confiar nos jovens.

Mas não está entre os piores.

SB

Rodrigo Federman disse...

Enéias, eu não gosto dele e por mim ele poderia sair tranquilamente e abrir espaço para algum cara com mais disposição, vibração e ideias novas.
Abs e SA!!!

João Luis disse...

Esse assunto Oswaldo esta pior do que a novela do mensalão não vai dar em nada o Presidente e os jogadores gostam do cara e a nossa opinião em nada vai mudar .

João Luis

Rodrigo Federman disse...

João Luís, e por causa disso não podemos opinar/discutir?
Abs e SA!!!

Émerson disse...

Federman, concordo plenamente.
E digo que só vencemos o jogo porque ele, vendo que perdêramos o meio-campo, colocou Gegê. A partir dali, voltamos a dominar o adversário.

Rodrigo Federman disse...

Émerson, comentei a mesma coisa com o meu pai, minutos após a entrada do Gegê.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Ele lembra o tipo do Critovão que trabalhou no Vasco. Simples. Já ouvi a opinião, acho que do Sérgio sei lá o que (Diretor do Botafogo) que ele tá sendo olhado... Parece que já trabalha nas bases do Botafogo e tem feito bom trabalho. Tomara.
Olha que o RM fez um belo gol (pegou em cheio na bola) e ele tirou o cara de campo. Por mim, seguiria com ele. Não to devendo que vai ser um Guardiola ou um Cuca ou um Mourinho etc... Só to dizendo que no OO que já conhecemos e ele, ficaria com ele.
Jacob

Rodrigo Federman disse...

Pai, você confundiu. Dizem que o Eduardo Húngaro que está sendo "preparado". O Luiz Alberto é auxiliar do OO a muito tempo. Enfim, concordo contigo. O único jogo dele me pareceu bem mais participativo do que o OO em 2 anos.
Abs e SA!!!