quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Continua desanimador




















Sem atacantes decentes ou confiáveis no elenco para a disputa da Libertadores (vale lembrar que o Ferreyra também é uma aposta), o Botafogo anunciou a contratação - por empréstimo de um ano - do Wallyson, que disputou o último Brasileirão pelo Bahia.

O rapaz teve seis meses de bom futebol no Cruzeiro, mas depois de uma séria contusão e cirurgia, passou - sem sucesso - pelo São Paulo e, por fim, no tricolor baiano, aonde, aliás, sequer era titular absoluto também.

Quer dizer: O Botafogo "fala" em Forlán, Máxi Lopez, Kleber, Zeballos, Cassano, mas acaba acertando - no desespero - com um atacante apenas razoável, mas que além de não ser artilheiro, vem de um histórico recente para lá de desanimador.

Seria ok (o risco) se estivéssemos falando de reforço para o plantel, mas do jeito que as coisas estão andando em General Severiano, é bem provável que o Wallyson seja anunciado como o "reforço prometido" para o setor ofensivo do Botafogo.

Nem parece que estamos há menos de duas semanas de uma estreia em Libertadores...


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

27 comentários:

Gabriel Marques disse...

E chega mais uma aposta ao Botafogo, não estou nem um pouco surpreso, já virou rotina em General Severiano esse tipo de contratação, um atleta que surgiu muito bem no Cruzeiro, sendo inclusive artilheiro da Libertadores com 7 gols, se lesionou gravemente e passou por Atlético Paranaense, São Paulo e Bahia sem grande sucesso, sendo reserva no ultimo, que não possuía grandes atacantes, mas fazer o que, vamos ver no que vai dar, pior que o Henrique não é possível, mas se voltar a ser o Wallyson que jogou bem pelo Cruzeiro, coisa que acho difícil pois isso já tem 2 ou 3 anos, pode ser útil para o clube.

Rodrigo Federman disse...

Gabriel, que seja o Wallyson dos seis meses de Cruzeiro.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

E por falar em Libertadores, perguntado sobre qual seria o objetivo do botafogo na competição, o presidentista respondeu que a mesma é muito complicada e que ficamos muito tempo sem disputá-la e quando fomos à primeira vez (1996), a desclassificação veio na primeira fase.
Resposta falsa, pois classificavam-se 3 em cada grupo, ficamos em terceiro e enfrentamos o Grêmio, campeão de 1995, nas oitavas de final.
Eram 5 grupos de 4, classificando-se 3 em cada grupo, juntando-se a eles o campeão do ano anterior;
assim era a formatação.
Afirmou que o objetivo hoje é passar da primeira fase, chegar à fase de grupos.
Ninguém quer que façam loucuras, entretanto o pensamento dele traduz o estado de coisas dentro do Clube.
Quanto à contratações de peso disso que gostaria de fazê-las, mais que isso inviabilizaria o próximo presidente, que não cabe mais esse tipo de coisa nos clubes. Ou seja, mais "apostas" virão. Que o acaso no ajude.
SA.



Rodrigo Federman disse...

Márcio, eu vi. Ou seja, se nem o presidente acredita, por que nós devemos, né? Lamentável!
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, ele para justificar um eventual fracasso na Libertadores desse ano, jogou a campanha de 1996, que não foi boa, para baixo.
Não aceito que se diga melhor, quando na verdade pode ser no máximo menos pior.
E quanto a confiança, ele, nas entrelinhas, deu a resposta sobre parabenização ao time na vexaminosa derrota na Copa do Brasil 2013.
Fato esse que pode se repetir na Libertadores.
Não precisa dizer que irá à lua com esse time; nem tanto ao céu, nem tanto à terra.
Nisso Rodrigo, sempre me ocorre a cena dele levantando a taça.
Ninguém merece!
SA.

Rodrigo Federman disse...

Putz, Márcio. Ninguém merece mesmo. Isso mostra o tamanho da ambição desses caras em GS.
Abs e SA!!!

jorgeFS disse...

Agora vai, um ótimo jogador! para o NORDESTÃO (Botafogo dasdores). Que porra.

Rodrigo Federman disse...

Jorge, para compor elenco, ok. Mas só para compor elenco!
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Forlán, Máxi Lopez, Kleber, Zeballos, Cassano...
RODRIGO, seu espaço é livre, por isso irei na contra mão de sua posição,respeitando-a, mas discordando.
Não vejo nada desanimador assim.Para mim seria péssimo contratar os citados acima por você, pagando uma fortuna mensalmente por caras que já eram.
Talvez o Zeballos ainda pudesse dar algum caldo, o resto nada de útil.Com esses criadores de caso acima, prefiro arriscar com o Elias e o tal de tanque.
Não é pensar pequeno e não ter ambições, mas sim encarar a realidade.
Os que hoje clamam por Forlan, Kleber, etc, que ganhariam fortunas, logo logo estariam xingando quem os contratou.Esses dois eu conheço muito bem aqui do sul, pois são moleques, irresponsáveis e mal profissionais, embora tenham sido bons jogadores.
No momento vejo críticas ainda infundadas.O time titular ainda não jogou sequer uma partida, a base foi mantida e os que foram embora,Hyuri e RM eram desejo da maioria que os queria longe.
Haja incoerência quando muitos falam em desmanche.Desmanche de que? A maioria não queria que eles deixassem o clube?
Tenho por mim que podemos e devemos criticar, mas sem paranoia.Tem gente que já prevê sérios desastres no ano e o carro nem começou a andar.Êta pessimismo brabo.
Desculpe incomodá-lo com posições contrárias a sua, mas tenho por índole pensar positivo e esperar as coisas acontecerem, particularmente em assuntos que eu não posso influenciar e que considero lazer.
Só com criticas a tudo e a todos o ambiente fica pesado e só vemos defeitos, nunca coisas boas.
Caso eu esteja incomodando a você e seus amigos com o meu lado otimista, deixarei de perturbar e irei retirar-me.JOTINHA.





Sergio Di Sabbato disse...

Wally$$$$$$$$$$$$$on a pena prá alguém! Abs e SB!

Sergio Di Sabbato disse...

O Botafogo no passado sempre investiu em apostas: Quarentinha, Manga, Zequinha, Marinho Chagas, Diceuzinho, etc. Mas quem contratava era do ramo. Hoje, ou esses caras são muito burros, ou o que é pior, mal intencionados. Abs e SB!

Levi disse...

No final do brasileirão eu dizia aqui, meio que de ironia e meio que verdade, que o MA estava preocupado com a classificação para a Libertadores. Afinal, trata-se de um competição de vulto, diferentemente dos estaduaizinhos, para a qual se exige uma responsabilidade além da que o Botafogo, nas mãos dessa diretoria, pode suportar.
Devem ter pensado: Nos classificamos! Meu Deus do céu!, e agora?
Agora? Desmonta-se um time apenas razoável e se coloca um pior ainda no lugar.
O MA tem razão. Libertadores é muito grande para o Botafogo. Para o Botafogo dele, entenda-se.
Qual a leitura que ele pensa que os jogadores irão fazer da declaração dele? Pensarão assim, "se o próprio presidente não acredita no sucesso do clube na competição, por que diabos eu vou suar a camisa para ganhar a taça"? "Afinal, ganhando ou perdendo, meu salário está lá garantido no final do mês, então, foda-se todo mundo. Depois a gente vai ao microfone e diz qualquer besteira. Não há cobrança mesmo"!!
Ouvi dizer que tem um estadualzinho aí em curso. Estou fora. Não verei nem um joguinho sequer. Tenho coisas mais importantes para fazer no lugar de acompanhar o Botafogo do MA e as sacanagens sem fim da CBF e do STJD.

Rodrigo Federman disse...

Jotinha, eu também respeito a sua opinião, mas discordo. Chega de santinhos medíocres. Prefiro jogadores que sejam reconhecidamente capazes e que façam diferença. E qualquer um dos citados dariam mais segurança ao time, aposto.

Sergio, com certeza!

Levi, e hoje no programa do Sportv ele disse que o objetivo é passar da primeira fase e que depois, acha que é possível passar da fase de grupos. Ou seja: Nem ele tem confiança plena no que está montando.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Jota, Renato foi o maior exemplo, do que escreveu.
No inicio da sua contratação, parabenizava a diretoria todos torcedores, e agora???


James

Anônimo disse...

Torcedor é momento, se o time atual ganhar a libertadores, tudo muda e o time será o melhor que já passou por General Severiano, acredite.
Futebol é resultado.

James

Rodrigo Federman disse...

James, e alguém aqui disse que futebol não é momento? O Renato foi merecedor dos elogios na sua primeira temporada e merece as críticas pelos dois últimos anos. Qual a injustiça aí?
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Esse time trazendo resultados favoráveis, rogo que sim, afinal, somos todos BOTAFOGO, o mérito estará no campo e bola.
Se dependermos dos que comandam, nada feito; as declarações do mandatário comprovam isso.
E uma coisa que chamou a "atenção", foi o Rizek dizer que o BOTAFOGO faz muito com pouco, ou seja, um elogio a administração atual.
Tem muita gente feliz com esse estado de letargia o qual encontra-se o BOTAFOGO.
SA.

Rodrigo Federman disse...

Márcio, você fechou com chave de ouro! rs
Abs e SA!!!

Reinaldo disse...

Vamos atualizar os fatos?
O MA perguntado sobre os objetivos do clube na TL, foi claro, e não poderia ser diferente, que o objetivo inicial seria passar à segunda fase que lhe parece mais fácil, e que o resto seria mata mata; claro que vencer a copa está implícito na argumentação.
Em momento algum citou 1996, que o Bota tenha saído na primeira fase; citou sim a dificuldade de se passar pela primeira fase, pré-libertadores, e lembrou que o Corinthians, após passar vários anos fora, retornou e foi desclassificado nessa primeira fase, por falta de, digamos, embocadura.
E, 1996 sequer foi a primeira vez que o Botafogo se classificou para a libertadores.
Tem razão o JOTINHA ao comentar que os saídos ninguém mais são que aqueles prescindíveis por todos os blogs botafoguenses e que agora são chorados (desmanche) como o foi o Cuca, que, de repente, passou a ser um gênio...
Lembrar sómente que todos os times do pais estão dispensando os altos salários, em virtude do que hoje chamam "fair play financeiro", quando serão cobrados seriamente por atrasos, não bastassem as impagáveis dívidas atuais. Apenas o Cruzeiro não se desfez de alguém, mas sabemos que os salários por lá não são tão altos; resta apenas o maluco do Kalil que deve dois ou três meses e renovou com R10.
O momento é outro... Pessimismo nesse momento, antes mesmo do time entrar em campo, só será prejudicial, aliás, como sempre foi. Sempre vejo os mulambos, mesmo na maior m..., com bastante otimismo que confere a eles vitórias inimagináveis.
Vamos ser um pouquinho menos pessimistas?

Rodrigo Federman disse...

Reinaldo, não acho questão de ser pessimista ou otimista. É ser realista!
Abs e SA!!!

Newton disse...

No momento atual, eu também faço parte da lista de torcedores que espera pelos resultados. O time titular ainda não jogou!

No entanto, as contratações poderiam ser melhores, pontuais. Não entendi ainda a elevada quantidade de volantes e a escassez de atacantes. O problema é de prioridades. Assim, ficou claro que o Walysson é mais uma aposta, haja vista seu histórico recente. De fato, o mapeamento continua ineficiente.

Considerando o fair play financeiro, acho uma contradição a situação do Renato, que ganha cerca de R$ 450.000,00, o maior salário do elenco, e joga no time B. Por esse critério, ou se empresta o jogador ou se escala no time titular.

Coisas estranhas, difíceis de entender.

Marcio disse...

Bem, como foi eu quem falou em relação a 1996, digo que realmente, na hora em que assisti ao programa (Redação Sportv), não ouvi a citação ao Corinthians. Este detalhe levou-me a concluir de forma equivocada, apesar de 1996 não termos saído na primeira fase e vinhamos de longo afastamento, tal como hoje.
Alertado aqui neste espaço, revi o referido trecho da entrevista e faço a devida correção.
Feito isso, de resto, continuo com a mesmíssima impressão que tenho sobre a gestão desse presidente.
E, particularmente, não sou pessimista com o BOTAFOGO, sou com aqueles que por lá dão as cartas.
SA.

Anônimo disse...

Meu caro RODRIGO, talvez você não tenha compreendido o que o Reinaldo e eu falamos sobre pessimismo.

"Reinaldo, não acho questão de ser pessimista ou otimista. É ser realista!"

Eu sou realista sempre.Qual a nossa realidade atual ??? Campeões cariocas sem final,ganhando os dois turnos,mas muitos dizem não valer nada quando ganhamos.Entretanto, quando ficamos muito tempo sem vencer vale muito.
Disputamos um CB sem sustos ou possibilidades de rebaixamento, embora aqui mesmo, no início do ano, dissessem o contrário. Estamos na LA depois de tantos anos na fila e esta é uma realidade ruim eu pergunto ?
Estou apenas querendo demonstrar que podemos tentar não embarcar nesta onda de que tudo está ruim,etc.
Por amor ao clube, podemos tentar atrair bons fluidos sendo um pouco OTIMISTAS.
Lembro ao amigo que não sou politiqueiro, nem defendo qualquer um deles, seja Montenegro, MA,Bebeto,etc. Entretanto, afirmo sem medo de errar, que o clube como um todo e até seu carro chefe, o futebol,há muitos anos não está tão bem como agora.Atletas fugiam do Botafogo e hoje muitos nos procuram.
É o ideal que todos nós que estamos fora da politicagem sacana almejamos? É claro que não,mas podemos reconhecer os progressos dos últimos anos.
Lembre-se do que lhe falei sobre INFILTRADOS E POLITIQUEIROS.
JOTINHA.


Rodrigo Federman disse...

É bem por aí que penso também, Newton! Exatamente nessa linha!

Valeu, Márcio. Legal a sua correção.

Jotinha, ainda não acho que nossa realidade seja título de estadual, classificação na final do BR, etc. Nossa realidade é um elenco enfraquecido se comparado ao que terminou a temporada passada. Bom, pelo menos é assim que eu penso, respeitando, claro, os amigos que não pensam assim.

Abs e SA!!!

Cuca Belludin disse...

Menos de duas semanas não, estamos praticamente a 5 dias do jogo, a 4 da viagem pra Guaiaquil

Fogo7 disse...

Rodrigo, o pior cego é que não quer ver. Como disse o Levi, a diretoria ta transformando um time razoável num time ruim.
E essa vaga só veio graças a hombridade e entrega de jogadores, como RM, Gabriel, Elias, Edilson, Lodeiro(mesmo alguns não sendo craques), que botaram raça o tempo inteiro, porque essa diretoria desde 2012 (improvisando o Elkeson) não consegue montar um elenco bem distribuído.
ps> Hoje foi a vez do Jadson. Sondam Jadson e CONTRATAM Juquinha do Olaria

Rodrigo Federman disse...

É verdade, Cuca.

Fogo7, concordo contigo.

Abs e SA!!!