quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Planejam uma coisa e fazem outra
















Análise do goleiro Jefferson, após a derrota de ontem na estreia da Libertadores:

"- Fugimos das nossas características de colocar a bola no chão. A última opção era a bola aérea no Ferreyra direto e já começamos assim. Tínhamos de ter tocado mais a bola, colocado ela no chão".

Meu comentário: Se era a última opção e foi tratada o tempo inteiro como principal, ou os jogadores são burros, ou o treinador também é burro e incompetente, ou todo mundo ligou o "F" e não se preocupou em arrumar a casa durante os 90 minutos, né?

Além disso, pergunto: Se o Jefferson percebeu isso, por que não conversou com o treinador? Ficar observando (mesmo não gostando) sem se posicionar não é uma atitude que eu espero de um líder/capitão.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

40 comentários:

Julio Cesar disse...

Bom dia!

Jeferson pra mim é O Goleiro. Mto bom, mto bom msmo. Mas é o típico cara que só reforça a fechadura depois da casa arrombada.

Toda vez que acontece algo ele vem a público falar dos erros, mas pelo seu tempo de casa, pela sua estrada no futebol, ele "já poderia" falar antes de acontecer...justamente para que não "aconteça". O nome isso é experiência.

Omissão fica a cargo do Maurício...

Abçs

Julio

Alex JF-MG disse...

O jeferson,pelo menos ontem falou uma coisa certa,tinha que colocar a bola no chão, mas não aconteceu nada disso, aliás Rodrigo, bem lembrado , se ele é capitão/lider, poderia falar,gritar com o time né....sei não mas no BOTAFOGO, parece que todos esperam o dia 10 para pagamento e sem cobranças ,na maior tranquilidade inclusive os dirigentes que estão brincando de gestão....

arbusto disse...

Time limitado, pouco treinado e sem confiança.

Entrou assustado, seja pela "estréia", seja pela "altitude".
Visivelmente travado, sem tempo de bola e lento na recomposição. Faltou confiança (ou até ímpeto) para finalizar/arriscar mais.

Esperava coisa pior.

Time limitado não se lança ao ataque. Time limitado, para ser competitivo, tem que jogar o muricybol.
O ano do Botafogo se resumirá a este tipo de futebol.

Passagens compradas, quarta-feira estarei no new maraca.

Venceremos o madureira das altitudes!

Rodrigo Federman disse...

Julio, como goleiro ele é excelente, mas nunca teve perfil de liderança.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Alex, ele falou o certo, mas porra, porque se calou durante o jogo e intervalo?

Arbusto, ficou nítido mesmo. O time entrou em campo com medo, com o peso da competição nas costas. Agora imagina se passamos de fase e enfrentamos, por exemplo, o San Lorenzo lá na ARG? Putz, melhor nem imaginar!

Abs e SA!!!

Ricardo disse...

O Botafogo entrou em campo ontem após longos 17 anos e o que se viu foi lamentável e pior do que o time
e a atitude do torcedor em especial
de nós cariocas eu não estou no Rio
pois trabalho na Petrobras e embarco amanha e só desembarco daqui a 15 dias e por ironia do destino faço aniversario justamente dia 5\2 no dia do jogo e nem sei se conseguirei
assistir ao jogo , mais voltando ao assunto torcedor a essa hora os murros de GS já deveriam estar pichados e a torcida parece estar alheia a tudo que acontece os dirigentes não são cobrados e muito menos os jogadores o torcedor parece estar desistindo do Botafogo assim como o Bebeto e o Bernardinho que seriam pessoas dignas e que não querem nem ouvir falar em Botafogo e daqui a poucos meses teremos eleiçoes e o que se pode esperar de mudanças se não existe oposição e a torcida e omissa assim como o Presidente atual .

Sds Alvinegras
Ricardo

FLAVIO SILVEIRA disse...

Q essa diretoria tome vergonha na cara e contrate e bem para o restante da temporada..

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, a grande questão é: O Botafogo entrou em campo? rs

Flavio, infelizmente não acredito nisso (mesmo reconhecendo a necessidade).

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

O jogo foi bem ruim ontem, mas acho que mostramos algo muito importante: maturidade.

Mais do que a questão física, reflexo da altitude e do pouco tempo de pré-temporada, nos enrolamos com o aspecto técnico. Especialmente no início do jogo.

Com medo de errar nossos zagueiros atuaram mais como quarterbacks com medo de tomar sacks dos equatorianos do que como jogadores de futebol. Bolas altas foram um terror até calibrarmos o tempo de bola.

Julio Cesar sentiu muito e fez sua pior partida de futebol na vida. Outros sentiram.

Mas ao invés de sairmos atabalhoadamente pra frente, tivemos humildade na leitura do jogo. De nada adiantaria sair pra frente de qualquer jeito e tomar de 3, de 4, de 5...

Libertadores é assim. Quarta que vem será drama, mas juntos, torcida e time, podemos passar. Se passarmos, entraremos fortalecidos na fase seguinte.

Todos ao Maracaneike da Odebrecht, já que roubaram nosso estádio.

Estarei com a família toda lá.

Abs
Pablo

Rodrigo Federman disse...

Pablo, eu estarei no Maraca. Mas ontem não vi essa maturidade. Vi um time ruim e incapaz mesmo.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Rodrigo, as duas coisas: o técnico e os jogadores são burros. Ontem escrevi exatamente o que o Jeferson disse, e aí eu pergunto, esse time treinou? Se treinou e não tinha jogadas pelas extremas com um atacante isolado, a tese de que são burros está confirmada. Mas burros mesmo são esses FDP safados que tomaram o Botafogo de assalto, a começar por esse desgraçado do montemerda que bota esses incompetentes na direção do clube desde o mauro ney e ainda atrapalhou o Bebeto. Bando de FDP. Que falta faz a inteligência do Seedorf. E sem essa de altitude, o que atrapalha esses caras é a bola. Abs e SB!

Rogerio disse...

Gente será que eu sou muito burro ou
talvez seja exigente demais ou quem
sabe esteja precisando de usar óculos de que adianta ganhar na quarta de 3,4,5,6 dos caras se não
chegarem reforços para entrar e jogar com esse time e melhor sair logo na quarta e começar do nada com uma nova Diretoria que transmita confiança e traga a torcida de volta
o Botafogo esta se apequenando.

Rodrigo Federman disse...

Sergio, concordo. E existem também aqueles torcedores que se deixam enganar pelas promessas e desculpas vazias desse bando infestado em GS. Esses então...

Rogerio, infelizmente é uma realidade.

Abs e SA!!!

Gustavo disse...

Bom dia!

EU vi o jogo pelo Sportv. O tempo todo o reporter falou que o EH pediu para o time tocar a bola pelo chão.

Isso me leva a uma conclusão que não me agrada. Os jogadores não escutaram o treinador.

Preocupante

SAN

Rodrigo Federman disse...

Gustavo, aí é pior ainda.
Abs e SA!!!

Ricardo disse...

Rodrigo eu vinha tentando e ainda tento ser otimista e achando que devido ao fato de termos uma base me conformava com dois bons reforços para seguir na Libertadores mais depois de ontem vi que o Ferreira não tem condiçoes de ser titular e necessitamos de no minimo 3 reforços
e a volta do Lucas na direita a saída do Mattos urgente e a entrada do Bolatti e o que me surpreende e que o Rafael e o Hyuri foram vendidos e nínguem comenta onde foi parar o dinheiro dessas vendas , alem de que agora a nossa folha salarial e no minimo 1 milhao menor e não e por falta de dinheiro que estamos com um elenco fraco.

Sds Alvinegras
Ricardo

Ricardo disse...

Com esse elenco temo não chegar nem entre os quatro para disputar as finais do carioca , Libertadores e melhor que pare na quarta , onde foi
parar o dinheiro do Rafael ,Hyuri o que se deixou de pagar ao Oswaldo ao
Seedorf , Rafael seus safados onde esta o dinheiro dos patrocinios que
foram aumentados e alguem ainda tem duvida do porque do Seedorf ter ido embora foi para não passar vergonha.

Levi disse...

Com esse time aí, não vai nem na esquina, quanto mais na outra fase da Libertadores.
Come esse time, corre o sério risco de fazer papelão no brasileirão da CBF.
Desmontou-se uma equipe que já não era lá essa coisa toda e a piorou ainda mais.
Esse meio de campo é uma verdadeira piada. Pesado, lento, ruim na contenção e não cria nada, absolutamente nada.
Laterais? Melhor não comentar.
Pelo visto, o tal de Tanque não passa disso mesmo. Elias? Henrique? Quem mais?, o Wallyson (acho que a grafia é essa mesma)? Tá bom!
Acho que alguém aí já deve ter falado sobre a falha do Jefferson no gol dos caras, mas o Dória cometeu um erro primário também. Praticamente deu o passe para o atacante daquele outro time horrível fazer o gol.
Na boa? Não espero muita coisa no próximo jogo. Aliás, espero somente que não venha a ser rebaixado no brasileirão já manchado pela vergonha. O menos ruim disso é que já estou meio que indiferente. E a culpa não é minha.

Enéias Teles Borges disse...

2014 está prometendo...

SA

Rodrigo Federman disse...

Ricardo, ainda bem que nunca me iludi, cara. Sempre achei o time titular apenas aceitável, mas o elenco medíocre. E nesse ano conseguiu piorar.

Levi, é bom o MA abrir o olho mesmo, pois com esse grupo, o Brasileirão será complicado.

Bastante, Enéias.

Abs e SA!!!

Levi disse...

Complementando, foi o primeiro jogo do Botafogo que vi neste ano.
Estadualzinho? Tô fora! Mais fora ainda com o time reserva. Se o titular é o que vi ontem, melhor não ver o reserva, ainda mais disputando estadualzinho.

Rodrigo Federman disse...

Levi, o reserva é muito pior ainda!
Abs e SA!!!

Lorismario disse...

Rodrigo. Falta um técnico que faça como o Murici Ramalho faz: "Se você continuar assim eu vou te tirar." E tira mesmo. Só o Lodeiro aparecia para receber. O técnico Gentil Cardoso - foi com ele que Garrincha esteiou no Botafogo- dizia o seguinte: "Quem se desloca tem preferencia". Ninguem se deslocava. Não lí as notas ainda ,
mas vou dar Zero para o Doria, Edvaldo, Marcelo Matos, Gabriel, Julio Cesar. Um atenuantge para o Gabriel porque está jogando de meia armador. O que ele não é. Ponto negativo para quem o escala. Par o restante dou nota 3.0. O Jeff vai de 5.0 pois dava para segurar a bola. Loris

VinnyMarques disse...

Imagine a cena: Você, treinador, gritando pros caras tocarem a bola, colocar a bola no chão. Daí vem um e manda uma bicuda pra frente...
Depois outro.
O que você faria?
Eu tiraria o meliante na segunda vez.
F...
Eu gosto dos técnicos escrotos, tipo o Felipão.
Agora imagine o que eles fazem com esses estagiários...

Rodrigo Federman disse...

Loris, com certeza. Querendo ou não, um técnico experiente e vencedor impõe respeito nos atletas.

Eu também, Vinny. Quem estivesse desobedecendo as ordens seria sacado na hora.

Abs e SA!!!

Iran Ctba disse...

E aí Rodrigo, jogo doído ontem hein. Tá loco, time jogou muito mal. A verdade é que falta time ao Botafogo. O desmanche deste ano foi o pior de todos na minha opinião. E os reforços que vieram foram os piores dos anos anteriores. MM não dá. Faz tempo que nem banco merece, quiçá ser titular. RS é banco, no máximo. E o Tanque meu amigo, pelo jogo de ontem pareceu bonde. Como eu li em algum lugar hoje cedo "Zárate com vidro elétrico". O time é fraco e as perdas foram grandes, ainda mais em ano de Libertadores. 2014 promete...
Abraço,
Iran

Rodrigo Federman disse...

Iran, antes tivesse sido apenas um jogo doído ontem. Foi é muuuuito ruim! rs
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Somente um esclarecimento em relação ao regulamento da Libertadores.
Em caso de empate em pontos, o critério de desempate seguinte é o saldo de gols; persistindo o empate, se utilizará a regra de gols fora de casa; em caso de novo empate, disputas por pênalti.
No caso do BOTAFOGO, cabe esclarecer que devemos vencer o jogo por dois gols de diferença, independente da quantidade de gols que eles marquem aqui.
BOTAFOGO 1 x 0 dá pênaltis,
BOTAFOGO 2 X O dá BOTAFOGO
BOTAFOGO 2 X 1 dá eles,
BOTAFOGO 3 x 1 Da BOTAFOGO.
Vitória por dois gols é o que interessa sempre.
O problema é fazer dois gols se não chutamos em direção ao mesmo.
SA.

Rodrigo Federman disse...

Valeu pelas explicações, Márcio.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Jefferson como líder é lamentável. Muito piti, pouca orientação. Pra piorar vem acumulando falhas bisonhas, em que pese sua boa aptidão para boas defesas.

A questão do jogo de volta é simples: ou se resolve pelo placar agregado, que é a soma dos gols das duas partidas. Ou adota-se o criterio do gol fora de casa para o desempate, desta forma o empate só acontece se o placar for de 1 a 0 para o Botafogo. Qualquer outro resultado em que o placar agregado seja empate, classifica-se a equipe de Quito. Desta forma, se o Quito fizer um gol no Maraca (totalizando 2 no placar agregado) precisaremos fazer 3, pois o gol fora de casa é o criterio para o desempate do placar agregado. Caso o Quito faça 2 gols no Maraca (totalizando 3 no agregado) precisaremos fazer 4, e assim por diante.

SA!

Daniel Victor

Marcio disse...

O Gérson Canhotinha de Ouro sempre fala em relação há alguns técnicos que teve, que dava a preleção e os jogadores em campo modificavam tudo. Longe de querer comparar esses que vestem nossa CAMISA com aqueles daquela saudosa época.
Entretanto, há de se convir, isso é apenas uma suposição, que é muito complicado que o comandante saiba menos do que o comandado.
O Húngaro pode estar nesse cenário, onde os mais experientes não acreditam na sua capacidade.
Isso não tira deles a responsabilidade de assumir um papel de liderança ou pelo menos colocar um pouco mais de empenho.
Mais quem vai ou quer se expor?
O Seedorf, que orientava muito o time em campo, foi acusado até de querer mandar no CLUBE. Ele já não era unanimidade, diziam.
Me parece que as coisas no momento estão sem rumo, se é que já teve algum.

Rodrigo Federman disse...

Daniel, quando Jefferson é considerado um líder, temos a medida certa de como precisamos de um líder de verdade ali dentro, né?

É isso, Márcio. Aquele que falava e se posicionava logo passou a ser criticado e, dizem, até boicotado. Aí ficamos na mesmice.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Pessoal, me desculpem mas uma vez mais vejo aqui uma torcida sem personalidade.

Gente que vai na onda da flapress. Como avaliar o trabalho do Hungaro ou o Ferreyra por conta de um jogo na altitude em início de temporada? Do mesmo jeito que avaliaram a estréia do Loco Abreu contra o Taiti da Gama? 6 x 0 lembram?

Se fosse o framengo, a flapress já estaria convocando a mulambada para lotar o Maracaneike, e que vamos lá, e framengo é framengo, e bla, bla, bla...

A eleição do Botafogo é em dezembro. Sugiro que até lá fiquem em casa, vão ao cinema, à praia, etc...esqueçam o Botafogo.

Daí voltem em dezembro para a eleição do clube e tragam junto na bagagem o Messi, o CR7 e o alvará do Engenhão.

Abs
Pablo

Rodrigo Federman disse...

Pablo, desculpe a franqueza, mas já reparei que para o amigo, tudo que acontece em GS é coisa da Flapress. Nem tanto também, cara. Por que não podemos opinar sobre a partida do Ferreyra ontem ou do início de trabalho do EH? Ninguém aqui precisa de flapress ou opinião de jornalistas para formar a sua própria opinião, cara.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O fato é que o Húngaro e o time terão de fazer no sétimo jogo o que não fizeram até o quinto; algo parecido com futebol.
Não custa lembrar que tem o vasco antes e, não vai acontecer nada disso, em caso de derrota nesse jogo e não classificação na quarta, o Húngaro corre sério risco de ser demitido.
Lá na estréia do Loco Abreu, não podemos esquecer que Estevam Soares foi demitido após aquele vexame.
Não tem otimismo nem pessimismo, trabalho do técnico é medido pelo resultado em campo, sendo muito mais fácil demitir um do que onze.
Por enquanto o aproveitamento do time é ruim.
SA.

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Márcio. Você resumiu muito bem.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo, 90% dos nossos problemas hoje estão fora de General Severiano.

O Golpe do Engenhão foi semelhante ao Golpe de General Severiano na década de 70.

Me desculpa, mas ignorar isso, ou querer passar por cima, revela fraqueza de personalidade.

A partir dessa sacanagem do Engenhão eu passei a admirar a capacidade da atual diretoria em dar a volta por cima. Coisa que não tivemos em 73 e o clube afundou...

Abs
Pablo

Anônimo disse...

Se não ganhar deste timinho no Maracanã pode esquecer o Brasileirão, os caras estavam com medo quando viram que o bicho não era tão feio partiram pra cima, mas são ruins de dar dó. Tem que golear, chega de fazer vergonha na tv. Abços e SAs.

Marcelo disse...

Pablo meus parabéns pelo brilhante comentário resumiu em poucas ,certas
e sábias palavras e só para finalizar
essa nossa torcida faz jus ao nosso mascote o biriba só faz latir.

Marcelo

Rodrigo Federman disse...

Pablo, não é ignorar. É apenas achar que se trata apenas de problemas externos e esquecer os internos.

Anônimo, estavam com medo mesmo!

Inclusive você, Marcelo.

Abs e SA!!!