terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Time principal ganhando corpo

















O programa Fox Sports Rádio informou qual foi o time titular comandado pelo técnico Eduardo Húngaro na atividade de ontem: Jefferson, Edilson, Bolívar, André Bahia e Júlio César; Marcelo Mattos, Bollati, Gabriel, Jorge Wágner e Lodeiro; Ferreyra.

O André treinou na vaga do Dória, mas o jovem zagueiro é titular absoluto.

De acordo com o repórter do canal, essa deverá ser a escalação (com o Dória) que enfrentará o Deportivo Quito no dia 29, pela Libertadores. 

Se confirmar, o que os amigos acham?

Até penso que para o primeiro jogo (lá na altitude), é uma formação firme. Mas além de torcer pela mudança do esquema tático em breve, espero também que alguém com mais fôlego possa entrar e auxiliar o Lodeiro na criação ofensiva.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

21 comentários:

Paulo Fernando disse...

Pra mim é o time mesmo. Na sequencia e se tiver bem entra o Lucas na lateral direita. Uma competição como essa ganha o time com mais pegada. Não mudaria o esquema agora (2 atacantes). O Gabriel sabe chegar e o Bolatti parece ter habilidade. O JW sei que tem habilidade.

Paulo Fernando disse...

Não conhecemos o Tanque e por isso não sei se é melhor iniciar com o Elias já entrosado ou com o Tanque mesmo?!?

Rodrigo Federman disse...

Paulo, acho adequado para esse jogo (ou os fora de casa). No RJ eu prefiro um time mais solto, com dois armadores e dois atacantes.
Abs e SA!!!

Leone Gomes disse...

Bom dia Rodrigo!
Não é um time ruim, mas está longe de ser o que nós esperavamos para um ano tão importante. Acho o Ferreyra um ótimo atacante, mas ainda precisamos de um execelente e um armador excepcional!
Espectativa é grande, mas confiança no time nem tanto!
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Leone, eu não conheço assim o Ferreyra. Por enquanto o qualifico como aposta. Tomara que vingue mesmo.
Abs e SA!!!

Gabriel Marques disse...

Rodrigo, para um primeiro jogo, na casa do adversário, onde o jogo tem tudo para ser difícil, acho valida a escalação um pouco mais precavida, mas não sei, acho que esse será o nosso esquema até o fim da temporada pelos seguintes motivos: 1- A falta de meias que temos, nesse momento, possuímos Jorge Wagner, Lodeiro, Daniel, Gegê, Jeferson Paulista, Octavio e Cidinho e vejo qualidade para ser titulares apenas nos 3 primeiros citados, os outros acho que não estão prontos. 2- Ontem no programa Bem amigos, para o qual o Eduardo Húngaro foi convidado, foi falado sobre a falta de velocistas no elenco alvinegro, e o nosso treinador disse está ciente sobre isso e por conta disso abandonaria o 4-2-3-1 por considerar que com poucos atletas de velocidade não é possível aplicar esse esquema, pois nesse estilo de jogo é preciso ter dois atletas velozes jogando dos lados, e que tentaria adequar o esquema considerando as peças que o time tem, elogiou o volante Mario Bolatti e disse que o camisa 5 tem que ser o craque do time, baseado no que ele vê no futebol europeu, ou seja, no meu entender, ele acha que o Bolatti seja esse 5 de que ele se referia, por conta da boa saída de bola que o jogador tem.
Resumindo: Esse deve ser o esquema que ele vai implantar no Botafogo, considerando as peças que temos, o esquema pode ser mudado se chegarem novos jogadores com características diferentes.
Seria bom que ele trabalhasse com o elenco mais de um esquema tático, pois se um não der certo, ele teria outro jeito de atuar, não pode fazer o que fazia Oswaldinho, que confiava tanto no seu esquema engessado, que quando não dava certo não tinha um plano B e ficávamos tendo que ver o time jogar mal, quando estava mais que evidente que o esquema precisava ser mudado. Poderia tentar o 4-4-2 com Elias e Ferreyra na frente.

Rodrigo Federman disse...

Gabriel, eu não vi o programa, mas fiquei sabendo que o EU falou que gosta desse tipo de jogo, bem Renato Gaúcho. Caramba, não gostei da ideia.
Abs e SA!!!

ari dias disse...

Pra começo de conversa dá pro gasto, mas tem que ser testado e aprimorado, não sei se o time titular vai jogar antes da estréia na libertadores. Mesmo assim , pelo que temos , o time é esse mesmo, com o Lucas no lugar do Edilson na lateral.
SALVE A LIBERTADORES.

Anônimo disse...

http://www.lancenet.com.br/minuto/Ricardo-Oliveira-Al-Jazira-Paulo-repatria-lo_0_1070293007.html

Newton disse...

Também concordo com essa escalação para o jogo em Quito. Entretanto, o elenco está deficiente no ataque. Zeballos parece que não vem. Neilton, Forlan, Kléber Gladiador também não vieram. Está difícil.

Diante das circunstâncias, não descartaria a inclusão do Rafael Marques, Elias e do Renato nos próximos jogos.

Vamos Botafogo! Força Botafogo! Não nos decepcione neste momento.

Já comprei os ingressos para o jogo do dia 05/02. Eu e meu Filho sairemos do interior do Paraná para o Maracanã. Avante Fogão!

Anônimo disse...

Sobre o Ferreyra, é bom jogador, mas era resrva no Olimpia né, não se pode esperar muito. Li o comentário do amigo que prefere o Elias, o problema é que o Elias se apresentou ontem, não fez pre temporada, está atrás fisicamente de todo o elenco.

Paulo Fernando disse...

Também não gosto de um time meio Grêmio, Renato Gaúcho, Tite, etc...,mas é eficiente sim. Quantas vezes não vimos os times argentinos (principalmente o Boca Jr.) ganhar a Libertadores ou ir a final com esse tipo de esquema. E o Corinthians de 2011! Me parece o mais adequado em um torneio como esse, onde o fator mata-mata vale muito e os jogos fora de casa são decisivos. O Galo ganhou a Libertadores ano passado por sorte e venhamos, não tinha nenhum time bicho papão. Como não tem hoje, com exceção do Cruzeiro, que se manteve a base pode brigar pelo título. Ou seja, eu prefiro um time mais competitivo, mais gerreiro, mais fechado nessa competição do que um time mais solto.

VinnyMarques disse...

"El tanque" ou "El bonde"... Onde é que chegamos...
Enquanto isso, nossa diRETOria continua engolindo mosca. Perdemos o Zeballos e contratamos o Zéninguém...
Pois o Zé mané já é nosso presidente.
Quanto ao time, só lamento a não alteração do esquema "mata atacante" do Oswaldo.
Fora isso, parece ser o ideal prum jogo difícil, fora de casa e na altitude.
Só não podemos abdicar de atacar.

Anônimo disse...

Nao sei o que estao esperando.
Tinha que trazer ricardo oliveira e bruno cesar. Ja mudaria a cara do time.
diretoria omissa parada !!!
do que adianta comemorar patrocinios se nao contratam ninguem de nivel.
E isso seria apenas para repor as seedorf e rafael marques. Falta os reforços .!!!
marcos costa teresina pi

Rodrigo Federman disse...

Ari, isso evidencia a necessidade de mais apoiadores e atacantes, né?

Valeu, Anônimo 1. Hoje seria uma aposta, pois ninguém o acompanha há bastante tempo.

Newton, para esse primeiro jogo eu até concordo.

Anônimo 2, fico preocupado quando um reserva do Olimpia é considerado "bom jogador". rs

Paulo, precisamos ver se esse Botafogo também será eficiente com esse esquema, né?

Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Vinny, Zé mané tem de monte em GS. Fato.

Marcos, seriam bem-vindos mesmo.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Pra ficar melhor do que esta escalação fica faltando o Seedorf. Como são águas passadas não adianta agora ficar lembrando. Acho que é isso mesmo. Pra começar tá bom. E vai ajustando as peças conforme a necessidade. O importante é voltar com possibilidades de concretizar a continuação. Pra isso, tem que ter maturidade pra fazer resultado adequado no jogo de ida.
Jacob

Renan sp disse...

pelo que vi o Ferreyra foi titular na Maioria dos jogos da temporada passada...na liberta ele ficou mais no banco, mais no geral jogou bastante e fez 4 gols na Libertadores...la ele não era um reservão não....
mas o classifico como uma interrogação , tomara que jogue bola, e o mais rápido possível...
Sobre a escalação pro jogo contra o Quito, acho boa , pelas opções que temos no Elenco...o time vai entrar bem fechadinho... Libertadores é isso ai tem que ser na garra...
Só to esperando as contratações pro setor ofensivo....
um abraço

arbusto disse...

Dá-lhe muricybol!
Mas, francamente, no papel este time pode se mostrar competitivo em um torneio tipo LA.
Jogar fechado e apostando em bolas paradas - Jorge Wagner e Edilson. Ou seja, não levar gol e 1x0 é goleada.

Temos um bom goleiro.
A zaga, quando entra ligada, é firme.
Laterais que não comprometem (e edilson tem um chute potente nas cobranças de longa distância).
Dois cabeças de áreas que, quando entram ligados, são firmes.
Um volante que, no papel, sabe jogar bola (bolatti).
Um meia que carrega a bola e pode cavar várias faltinhas na intermediária (lodeiro)
Um meia mais articulador e bom na bola parada (jw).
Atacante com presença de área.

Repito: 1x0 é goleada.
O São Paulo foi tricampeão brasileiro com este futebolzinho tosco.
Não é o futebol que gosto, mas, meu amigo, se der liga, briga pela taça.

Enéias Teles Borges disse...

Jorge Wagner e Lodeiro são canhotos. Time não fica meio capenga? Sem contar que perdemos Rafael Marques...

Rodrigo Federman disse...

Pai, só acho que o atacante continuará completamente isolado.

Que seja assim mesmo, Renan.

Arbusto, ainda assim, prefiro o Lucas na direita.

Enéias, eu não sinto falta alguma de RM.

Abs e SA!!!