quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Aos trancos e barrancos
















Camisa 9 existe para marcar gols.

Ontem o Ferreyra garantiu o empate do Botafogo, após boa cabeçada.

Antes, porém, teve duas oportunidades cristalinas com os pés...
...ambas desperdiçadas.

Mas isso não é mistério, afinal, desde sua contratação sabíamos que se tratava de um jogador de área forte e brigador, mas sem muita qualidade técnica.

O importante, porém, é que aos trancos e barrancos, jogando bem ou mal, o Ferreyra vai marcando os seus golzinhos.

Agora, não se pode negar e/ou fingir que não temos carência no setor. Precisamos de opções para o ataque. Até para evitar o exagero nas bolas altas na direção do argentino. Ontem o Botafogo cansou de dar chutões para o Ferreyra. 

Aí, é ser previsível demais.

Obs: Na média, analisando o custo benefício e resultados práticos, até que estou satisfeito com o saldo do Ferreyra até o momento.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

17 comentários:

Anônimo disse...

60.000 mil mensais tá de bom tamanho por exemplo o Rafael Marques passou um ano para fazer um gool.


Iroilton

VinnyMarques disse...

Eu gosto do El poste. Tem dado suas caneladas, mas faz muito bem o pivô, volta pra marcar e tem feito seus golzinhos.
Falta é quem jogar com ele.
Ontem Wallyson não entrou em campo, e o Lodeiro foi muito mal...
Aí, nem o Ibra, amigos...
Sei não... Acho que o Lodeiro pode rodar se o Zeballos vir jogando alguma coisa...

Enéias Teles Borges disse...

Eu queria saber porque o Dória faz tanta ligação direta. Não é possível que isso seja feito sem autorização do Húngaro.

SA

Anônimo disse...

O Botafogo tentou controlar o jogo no Chile, o que fez bem durante quase todo o jogo, exceto no último terço do primeiro tempo. Notei também uma preocupação em não dar mole de perder a bola no meio num campo difícil (duro e esburacado) dando chance de contra-ataque pros caras.

Mas precisamos ser mais decisivos na frente quando aparecerem as oportunidades. Muita gente coloca os holofotes no Ferreyra, mas ontem o Wallyson esteve muito mal e isso prejudicou o time na frente.

Assim como o Wallyson, Doria e Gabriel também não estiveram bem. Mas isso faz parte do futebol. Nem todos jogarão bem sempre. Nem mal. O Marcelo Mattos e o Edilson por exemplo estiveram relativamente melhor ontem, quando comparamos com outros jogos esse ano.

O Union Espanola é fraco tecnicamente mas fez uma marcação forte e dificultou o jogo. Estavam jogando a partida do ano. Precisavam desesperadamente da vitória.

É bom lembrar que mais importante do que o ponto que conquistamos ontem foi frear o adversário direto. São poucos times em poucos jogos e não vencer em casa geralmente é fatal pois o adversário desgarra.

Enquanto eles vão se matar com o San Lorenzo nos próximos dois jogos nós pegaremos o Indepediente del Vale duas vezes e, em seguida, o próprio Espanola no Rio. Ou seja, provavelmente eles não nos alcançarão mais e nós temos a real chance de matá-los no Maracaneike e ir pra última rodada sem pressão de resultado na Argentina.

Abs
Pablo

Anônimo disse...

Eu tb me dou satisfeito ATÉ o momento com o saldo do Ferreira. Mesmo porque, se alguém souber de um camisa 9 no Brasil mínimamente bom e disponível por um bom preço seria oportuno informar. Os pouquíssimos camisas 9 que jogam com um mínimo de intimidade com a bola no Brasil e, não saberia dizer os nomes agora, não vão sair dos seus times. Se na base não tem esse camisa 9, então não tem o que fazer.
Se der pra trazer o Bale do Real ou o Rooney do Manchester, aí sim, teríamos um camisa 9 pra não reclamar e ficar dizendo que somos carentes (e somos mesmo).
Jacob

bigbabouza disse...

Totalmente de acordo, ontem o Fogo esqueceu de jogar fazendo girar a bola, deram muitos lances pro alto tentando chegar ao ferreyra que só tentava baixar a bola pra algum companheiro e não tinham ninguém para receber. temos que botar alguém na área para receber. e tentar evitar tanto jogo aéreo, já com a entrada do bolatti o time recupero o bom jogo de bola e jogando por abaixo procuro espaços para atacar. o time acabou jogando como Botafogo sabe jogar. quando o time jogando tocando a bola e procurando espaços com tranquilidade chegam os gols.

Daniel Victor disse...

Concordo, Rodrigo, aos trancos e barrancos vem deixando seus golzinhos. E quanto ao Lodeiro, não seria muita disposição e pouca qualidade? Da mesma forma que penso que a entrada do Bolatti da mais dinamismo ao time, a permanência do Lodeiro engessa boa parte das jogadas, apesar da sua correria, tem visão de jogo muito limitada pra quem joga na função de criação. Tem sido um Lucio Flavio as avessas com o agravante de não marcar gols. O LF vez ou outra, por mais imóvel que fosse, guardava seus golzinhos. Coincidência ou não, li uma matéria em que o EH pedia magia ao Lodeiro, e em outra matéria disse à imprensa que deseja reforços pq o ataque precisa de magia. Espero que não seja apenas coincidência.

SA!

Sergio Di Sabbato disse...

Rodrigo, concordo contigo. Longe de ser craque ou até um bom jogador, eu diria que é um trombador mediano, mas uma coisa não se pode negar do Ferreyra: luta o tempo inteiro e fez gols importantes. Eu acho que ontem o time jogou em marcha lenta. Eu colocaria o Lucas, Jr César e Bolatti nesse time, mas pelo que fez ontem, não tiraria o MM. Quanto ao Wallyson, acho que é o tipo de jogador que tem que jogar pelos lados do campo e não enfiado entre os zagueiros, mas para isso precisa de laterais mais efetivos ou alguém que puxe a marcação além de um meio campo que chegue mais. Outro detalhe: o JW não é a melhor opção para ser o armador e ontem errou demais e o Lodeiro parece ser um velocista que não pensa. Quanto ao Dória, vende logo, pois do jeito que está indo, vai desvalorizar: dos 2 gols que tomamos na Libertadores, todos os dois foram falhas dele, além de abusar dos chutões. Abs e SB!

Anônimo disse...

RODRIGO,embora não seja craque, o Bollati não pode ficar fora do time.Em jogos da LA, fora do Rio,eu não tiraria o MM ou o Gabriel para a sua entrada.Sacaria o JW ou o Lodeiro, de preferência o primeiro, para iniciar as partidas.Dependendo do resultado e das necessidades,faria as mudanças com o que temos.
O Bollati enxerga mais o jogo do que todos,embora ontem não tenha ido tão bem.Fica difícil entrar com a partida em andamento, ainda mais no segundo tempo.
O saudoso Neném Prancha dizia o seguinte: "o jogador diferenciado também falha,às vezes.Entretanto, um simples detalhe o diferencia dos outros,ou seja, quando falha não compromete o resultado da partida."
Não é o caso do Renan e do Dória, que são jovens ainda, mas precisam rever certos comportamentos em campo.
Empresários chutam para todos os lados,agora inventam propostas para o Renan e que o Dória vai para o Barcelona.
Recentemente estive com amigos italianos ligados ao esporte e perguntei-lhes se estavam realmente interessados no zagueiro.Resposta: "bisogna da manjare troppo faggioli e riso", ou seja, tem que comer muitíssimo feijão com arroz.Na Espanha,ainda mais no Barça,devem achar o mesmo.
Não entremos na pilha da "frapress" de que o adversário é fraco, etc, etc.A LA é sempre complicada e alguns fatores alheios aos nossos conhecimentos, às vezes, entram em campo.
Poderíamos ter vencido, mas foi um resultado aceitável.JOTA.











daniel disse...

Ontem empatamos com um time tecnicamente muito limitado, e apesar de termos vencido os jogos anteriores no Maracanã (na minha opinião muito mais no entusiasmo do que na bola), faço algumas observações:

1º Achei que o Eduardo Húngaro demorou para mexer. O Wallysson mesmo jogando no mano a mano contra o seu marcador, não acertou nada e demorou demais a ser sacado. Acho que o Daniel tem bola para jogar mais que 10 minutos.

2º Jorge Wágner de camisa 10 não dá. Para piorar a situação o Lodeiro simplesmente estava brigando com a bola, ou seja, o time jogou o tempo inteiro sem um armador lúcido para fazer o time jogar. Espero muito que o Zeballos realmente seja um grande camisa 10.

3º Achei o Júlio César apático tanto na defesa quanto no ataque ,Junior Cesar já! Em contrapartida o Edílson fez uma partida firme e segura, mais uma vez, apesar do titular na minha opinião ainda ser o Lucas.

4º Não sei se o Dória está sendo orientado para fazer isso, acredito que sim, mas nenhum lançamento dele resulta em algo produtivo ofensivamente. No lance do gol foi facilmente envolvido, é bom baixar a bola.

5º Sobre as substituições, o Bolatti claramente dá mais qualidade, apesar de ter errado muitos passes. Mas não é essa "brastemp" toda. E sinceramente não sei quem poderia sair para ele entrar. Gabriel é mais dinâmico, porém, um pouco atabalhoado, Marcelo Mattos, protege bem a defesa, apesar de ser péssimo passador.

Em resumo ficou claro para mim que se o Botafogo tivesse sido mais ousado (escalação mais ofensiva) certamente teríamos vencido o jogo. Em 90 minutos acertamos 4 finalizações no gol, uma delas entrou. 4 finalizações em 90 minutos, é muito pouco.


Abs!

arbusto disse...

Concordo com a análise sobre o El Tanque.

Quanto ao jogo de ontem, o BFR é muito mais transpiração do que inspiração. Ontem, tentou cozinhar muito o jogo, acomodado no empate e achando que, de repente, acharia um gol da vitória. Num lance infeliz (novamente pela esquerda - dória/jc), sofreu o gol. Conseguiu, no abafa, o empate.

Faltou mais agressividade. Jogasse com mais "transpiração", sufocando mais o adversário, levava a vitória.

Repito, este ano será de futebol feio, muricybol. Mas é um futebol competitivo.

É necessário pontuar bem na fase de grupos para evitar cruzamento com times brasileiros , ou um velez da vida, já nas oitavas.
A partir daí, o ideal é pegar o patético-mg nas quartas, pois já teremos uma semifinal garantida!

Andesilva disse...

"duas chances desperdicadas" em termos...
na primeira ele chutou a orelha da bola, mas mesmo assim ela foi boa. Merito do goleiro.

E na segunda, merito total do goleiro, que ja havia sido dribladoe tomaria o gol.

Ferreyra eh longe de ser craque, mas ta cumprindo sua funcao. No jogo de ontem quem matou o time foi o Lodeiro, que nao deu sequencia a praticamente nenhum ataque do Fogao. Walisson tambem dormiu no jogo. E no lance do gol deles, bobeira de Doria e Julio Cesar, que entrou com o pe-mole. O time deles soh deu trabalho em duas bolas, incluindo a do gol.
Bola pra frente.
E dah pra ganhar no Equador.

SAN

Daniel Victor disse...

É muito fácil criticar a partida do Wallyson sem levar em consideração que para ser mais participativo ele depende dos meias, dos laterais, e tb do esquema adotado pelo EH, e não dos chutões à sorte do Doria.

SA!

Ricardo disse...

Não e de hoje que comentamos a falta
de um meia criativo e veloz no meio
campo e mais um bom atacante , mais
independente disso o Lucas , Jr Cesar
e Bollati que ontem não foi tão bem
devem começar jogando esse técnico parece não querer bater de frente com
os atuais titulares do jogo de ontem
o Lodeiro errou demais , Wallyson só ciscou, Julio nãO ataca e nem defende
JW não consegue dar sequencia as jogadas , Edilson não consegue nem
uma boa jogada desses considerados titulares tirando o Jefferson , Dória , Bolivar e o Ferreyra que por falta de opção e por estar fazendo o seu papel não podem sair do time tem que ter coragem para mexer no time donos da posição eram
o Nilton Santos , Garrincha , PC Cajú eram insubstituiveis esses ai se tiverem que ir pro banco não tem porque não ir mais esse técnico está perdido e não tem pulso firme para fazer as mudanças.

Sds Alvinegras
Ricardo

Ricardo disse...

O Cabofriense ontem empatou com as
Florzinhas e aos poucos conquista uma vaga nas semifinais e só falta agora o Botafogo liberar os jogadores no sábado para brincar o carnaval , temos que ir pra campo com o que temos de melhor e ganhar mais 3 pontos para não ficar de fora o que será uma vergonha.

Sds Alvinegras
Ricardo

Ricardo disse...

Esses adjetivos bobos e que não concordo El POSTE e graças aos gols
dele que estamos vivos na Libertadores , afinal de contas o que quer o torcedor a bola quase não chega no cara , temos um meio de campo que não cria nada , dois laterais burocraticos e apesar de não ser um jogador técnico está metendo gol e o que me interessa.

Ricardo

Rodrigo Federman disse...

Iroilton, e custava 4x mais por mês. rs

Vinny, diante do que temos de opções, o Ferreyra é titular absoluto. E concordo: Falta um companheiro, pois o Wallyson ainda é uma incógnita.

Enéias, isso vem desde os tempos do OO. E ninguém corrige!

Concordo, Pablo. Até marcar o gol, muita gente estava execrando o argentino, esquecendo, por exemplo, que o Wallyson estava muito pior.

Pai, e não podemos esquecer que sempre soubemos que com a bola nos pés ele é limitado, né? Não é surpresa.

Bigbabouza, ontem exageraram nas bolas pelo alto mesmo.

Daniel, eu vejo qualidades no Lodeiro. Só que ele não é armador pensante. Serve como ótimo coadjuvante no setor. Não figura central.

Isso aí, Sergio. Luta não falta a ele. E fica claro que o próprio conhece suas limitações.

Jota, independente de quem saia, concordo contigo: O Bolatti tem que ser titular para ontem.

Daniel, fecho contigo em todas observações, cara.

Arbusto, também achei que poderíamos ser mais agressivos, pois a Unión mostrou ser fraca.

Andesilva, eu achei que ele pegou mal na primeira conclusão também.

Ricardo, concordo. O técnico parece não querer mexer no time de vez. Passou da hora. E sobre os titulares, chega de poupar. Chega de vida mansa mesmo.

Abs e SA!!!