domingo, 14 de setembro de 2014

Mais uma tarefa ingrata



















Nunca é fácil enfrentar o Internacional em Porto Alegre.

Principalmente quando eles atravessam uma má fase, acumulam derrotas seguidas e ficam pressionados pelos seus torcedores.

Toda fase ruim passa.

Tomara que a do Colorado não comece hoje a tarde.

Mas será complicado demais para o Botafogo.

Pela limitação técnica do elenco e os vários desfalques para se encontrar (e definir) os 11 titulares.

Que os Deuses do Futebol nos olhem com carinho.

Pra cima deles, Fogão!

Obs: Estarei em viagem no serviço e não sei se conseguirei acompanhar o jogo. E nem sei se hoje em dia isso é bom ou ruim.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

8 comentários:

alex disse...

Seria 3 pts importantes quem sabe.....

Rodrigo Federman disse...

Alex, estou em viagem e sem acompanhar. Só espero o final.
Abs e SA!!!

Levi disse...

Para acompanhar esse interminável processo de decadência, melhor nem ver nada.
...
Comecei a escrever pelo celular há uma hora. Liguei agora a TV. Um a zero pra os outros.
Melhor não ver nada mesmo.
Vou fazer outra coisa.
Se perder, eu não perco mais meu tempo.
Se ganhar, ou mesmo empatar, lucro.
Foda acompanhar esse Botafogo do dentista. Nem sei quantas vezes já falamos isso aqui.

Rodrigo Federman disse...

Levi, hoje também não estou acompanhando.
Abs e SA!!!

Levi disse...

Jefferson, o outro reserva ruim, o tal de Sei-lá-o-quê Leite, ou qualquer outro goleiro defendendo a meta do botafogo, tanto faz! Com esse time em campo, reflexo do simulacro de direção na pessoa do dentista, é derrota na certa. Com Wallyson, Ferreira (como é ruim esse argentino!), Zeballos (que tristeza, esse paraguaio!), Ramirez (deixa pra lá!) e o resto, não há nada de bom a esperar. O Botafogo, de derrota em derrota, vai sumindo, sumindo, sumindo...Já virou figurante no cenário nacional HÁ MUITO TEMPO! Uma merda completa! Os times verdadeiramente GRANDES já não mais respeitam o Botafogo. O Grande Botafogo acabou e para recuperar a honra perdida, vai demorar uma eternidade.
Ah, sim, vi os últimos dez minutos de jogo, o suficiente para ver um defensor do Botafogo, Fulano de Tal, com a bola dominada dentro da própria grande área dando um passe para um atacante do time de vermelho.
Com licença, vou ver a NFL. Não sofro e me divirto, pois gosto dos jogos.

Rodrigo Federman disse...

Fecho plenamente contigo, Levi! De nada adiantaria um Neuer nesse nosso gol hoje em dia. O time todo é fraco. E o clube, uma zona.
Abs e SA!!!

Jacaré disse...

O Mancini errou na escalação e na demora para substituir.

Os péssimos, horríveis, sem sangue e inoperantes Wallisson e Zebosta, mesmo tendo perdido 3 gols feitíssimos no primeiro tempo, ele ainda os deixou em campo até 30 minutos do segundo tempo, quando colocou o Mamute, que entrou bem e o Ferreira. Aí já era tarde!

Mancini, você tá queimando seu filme, insistindo com Wallisson e Zeballos. Com esses caras, o Botafogo chegará a seu destino rapidinho: a segundona!
É inadimissível essa teimosia!!!!

Não te bastou ver o Wallisson perder 2 gols feitos, no jogo do São Paulo????

Mais quantos gols teremos que assistir esse imbecil perder, cara a cara com o goleiro batido, pra você sumir com ele do time, Mancini?

E esse Bolívar, que só marca adversário com o olho???!!!

No primeiro gol do Inter, além de assistir o Alex chutar, de mãozinha pra trás, só faltou comemorar! É outro que tinha que sumir!!!

Cara, põe os menos piores em campo, e pronto!!!!

Se não ganhar do Bahia, concorrente direto, no Rio, pode decretar o rebaixamento já!!!!!

Rodrigo Federman disse...

Jacaré, só digo uma coisa: Volta, Seedorf! rs
Abs e SA!!!