segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Sem zagueiros
























Um dos poucos jogadores do elenco a terminar a decepcionante temporada de 2014 com crédito, o zagueiro André Bahia é mais um a deixar o GLORIOSO.

O defensor acertou a sua saída para o futebol japonês.

Depois da venda do Dória, demissão do Bolívar e, agora o Bahia, sobraram - por enquanto - os péssimos Dankler e Matheus Menezes.

Que os Deuses do Futebol nos protejam!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

38 comentários:

Dimas disse...

Lembra da dupla Antônio Carlos e Pica-Pau? Pois é eles estão sem time, assim como o Thiago Heleno. Em vista do que temos esses nomes chegariam para ser titulares absolutos. Nossa a que ponto chegamos hein?

Anônimo disse...

“Vamos criar um plano de sócio-torcedor muito agressivo. O dinheiro será destinado apenas ao futebol. O clube esgotou sua capacidade de endividamento, mas tem horizontes. O Botafogo é uma marca muita forte." - C.E.P.

Anônimo disse...

Traz o o António Carlos de volta ele está encostado no São Paulo, não é craque mas é bom zagueiro, sem falar q não podemos exigir muito devido a nossa realidade financeira

Paulo Aguiar disse...

Eu faria um convite pro Bolivar voltar. E importante ter um zagueiro experiente para orientar os mais novos. Ele era o nosso melhor zagueiro e como o dória cresceu mto jogando ao seu lado

Rodrigo Federman disse...

Dimas, não. Vamos viver o novo e apagar definitivamente esse passado assombroso.

Valeu, Anônimo 1.

AC não, Anônimo 2. Deixa esse lixo encostado no Morumbi mesmo.

Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Paulo, já não tenho mais saco para o Bolívar também.
Abs e SA!!!

Fabio Rogerio disse...

http://odia.ig.com.br/esporte/botafogo/2014-12-14/botafogo-fica-perto-de-renovar-com-a-puma.html


Torco pra que nao Seja de 5 milhoes anuais..... Vergonha isso... porem depois da Guaravita oferecer9 milhoes.... tenho ate medo... Esse MAURICIO tirou todaa credibilidade do Botafogo.. FDP

Agora, a Penalty foi pé quente hein ?

Campeão carioca em 90
Campeão carioca em 97
Campeão do Rio-SP em 98

FECHA COM A PENALTI.

Marcio disse...

Espero que não tenham imaginado a possibilidade de permanecerem com o Dankler.
Quanto à formação do Time, não é possível que não se encontre quem tenha se destacado durante todo esse ano.
Fora as séries A, B, C e D, tem todo o mercado sulamericano.
Creio que falta um trabalho sério de pesquisa de novos talentos. Para exemplificar, cito o futebol português, que sem o poderio financeiro dos grandes europeus, sempre encontram jogadores no Brasil e pelo restante da América e depois os vendem a peso de ouro. Isso e mais uma boa formação de talentos na base, pode ser a nossa garantia futura.
Sabemos de todas as dificuldades, mas que se faça a melhor escolha, dentro do limite que temos.
Não podemos e não devemos errar.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Fábio, o Nininho deixou o Botafogo em situação desfavorável para qualquer negociação.

Marcio, pior que eu acho que essa draga continuará.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, faltam adjetivos para qualificar o futebol do Dankler. E, para piorar, é falastrão, sempre com declarações que fará isso ou aquilo no próximo jogo.
Mais um da safra de promessas do reino da praia.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, ele é um dos piores que eu já vi.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Rapaz, a coisa tá feia. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Bastante, Sergio.
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Rodrigo, amigos do Cantinho, e dando um pitaco também na escolha do RS para treinador -não, não seria a minha preferência, a nova diretoria, muito realista, sabe que para o Estadual, o objetivo é chegar à frente de clubes de menor orçamento. Lembremos que em 2014, gastando o que se gastou, chegamos onde chegamos.

E aí sim, o grande objetivo do ano, além de apagar os incêndios deixados pelo gangster odontológico, é voltar à série A em 2016.

Pés no chão, amigos, pés no chão. E pés descalços, pois nem sapatos, nem um chinelo, nos resta.

Estamos a anos-luz do Botafogo que eu comecei a ver, isso lá em 67-68. É duro, mas vamos encarar a realidade. Foi essa terra arrasada o legado do fdp sem vergonha, facínora de marca maior.

Abs.

Rodrigo Federman disse...

Isso aí, Eduardo. Vamos torcer para que essas escolhas deem os resultados que esperamos/precisamos.
Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

Acabaram de anunciar que o Gabriel entrou na justiça para rescisão do contrato. Caiu a casa!

Rodrigo Federman disse...

Putz, aí ferrou, Paulo.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

É, como com o Caio, dormimos e perdemos a oportunidade de faturar alguns trocados.
Afinal, quem não sabia que Gabriel acabari indo na justiça?
E o Jefferson, perderemos a oportunidade, por "apego"??? Quem duvida que ocorrerá o mesmo?
Reinaldo

Rodrigo Federman disse...

Reinaldo, depende deles acreditarem ou não nas palavras e projetos apresentados pelo novo presidente.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Tá difícil se acreditar em planos na atual situação do clube.
Imagine a situação, já que a dívida, mensalmente, pelo valor de juros mínimos cobrados na justiça, não contando correção, cresce 7,5 mi por mês, 90 milhões por ano. O clube tem caixa para isso? Eu digo juros, sem que quitemos nada.
Reinaldo

Marcio disse...

Não discuto o direito do Gabriel ir à Justiça buscar os seus direitos, pois
se houvesse profissionalismo, no tempo dos praianos e tantos outros, nada disso aconteceria.
E, quando digo profissionalismo, não fico apenas na esfera financeira, pois o que se permitiu fazer no inicio do ano, quando da disputa do Carioca, contribuiu e muito para uma série de acontecimentos posteriores.
Repito que não tiro a razão dele em cobrar, mas todos eles nunca foram cobrados por nada no BOTAFOGO e não foi somente em 2014.
Vamos em frente, mesmo sem saber como.
SA!!!

Anônimo disse...

E o "pequeno" Botafogo segue tendo grande destaque na Globo. Na primeira página do site tentam distorcer a verdadeira origem da queda, o "Golpe do Engenhão":

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/2014/12/por-que-caiu-caiu-por-que-dossie-botafogo-da-libertadores-serie-b.html


Quem for trouxa acredita na historinha da Globo e põe a culpa toda no Assumpção e na "turma da praia".

Quem for trouxa acredita em "há coisas que só acontecem ao Botafogo".

Quem for trouxa acredita que o TRT trata a todos com isonomia.

Quem for jovem até pode acreditar que esse foi o "pior ano do Botafogo". Os mais velhos só se forem trouxas.

Quem é trouxa se ajoelha, entrega o Engenhão e pede perdão por ter ousado desafiar o Sistema.

E aí torcedor do Botafogo, vai cair nessa?

Abs
Pablo

Anônimo disse...

Rodrigo, que "projetos e palavras apresentados pelo novo presidente"?

O Sistema interditou o Botafogo. O presidente novo não vai assinar um cheque sequer até entregar o Engenhão.

Acorda.

Abs
Pablo

Anônimo disse...

Fazia pose de apaixonado pelo clube e faz isso da noite pro dia. Cuzão

Anônimo disse...

JC poderia ficar. Junior Cesar é um bom jogador não deveria ser dispensado não temos laterais zagueiros meio de campo atacantes não temos nada até o momento

Anônimo disse...

O Botafogo sofreu mais uma perda nesta segunda-feira. Gabriel, revelado na base da equipe carioca, entrou na Justiça e rescindiu seu contrato com o Alvinegro. Em nota oficial, o advogado do atleta, Dr Rui Fernando Almeida Dias dos Santos Júnior, explicou o real motivo da saída do jogador, que tem como principal fator o atraso de salários por parte do clube.
Gabriel lutou, demonstrou raça, mas não conseguiu evitar o segundo rebaixamento da história do Botafogo.
“Após algumas conversas com o atleta, seu pai, e seus empresários, foi tomada a decisão de ajuizar Reclamação Trabalhista contra o Botafogo, visando, liminarmente, à rescisão indireta do contrato de trabalho com base no atraso dos depósitos do FGTS, bem como ao recebimento de todos os valores devidos pelo clube. Após a distribuição da ação, o que ocorreu no dia 08/12/14, foi proferida decisão liminar determinando a rescisão indireta do contrato de trabalho firmado entre o atleta e o clube. A própria justiça do trabalho já encaminhou ofício à CBF para que a instituição tome as providências necessárias no sentido de anotar a rescisão do contrato, deixando o atleta livre para se transferir para outro clube."
Gabriel tinha contrato com o Botafogo até o fim de 2015. O volante, que é cria do clube, foi um dos mais abalados pela queda do Alvinegro à Série B do Campeonato Brasileiro. Com 22 anos, suas principais conquistas pela equipe foram o Carioca de 2013 e a vaga na Libertadores de 2014.

Rodrigo Federman disse...

Reinaldo, o primeiro passo é tentar voltar ao AT. Um passo de cada vez, por menor que seja.

Isso aí, Marcio. Amanhã colocarei esse post em discussão.

Pablo, quem for trouxa também pode achar que o Assumpção, coitado, teve pouca culpa!

Anônimo 1, não gostei, mas analisando friamente, ele está no seu direito.

Anônimo 2, por mim o JC pode sair! Péssimo! Nem cobrança de lateral ele acerta.

Post de amanhã, Anônimo 3.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Nada mais natural do que em CLUBE perdido, o presidente seja conhecido por CEP.
Que ele tenha um bom GPS para escolher o melhor caminho.
SA!!!

hilario muylaert disse...

Concordo, em essência, com o posicionamento do Pablo.

Estamos passando por situação semelhante à década de 1970, quando ficamos sem a Sede de Gal. Severiano, e 20 anos de jejum.

Paralela e concomitantemente o Flamengo deu sua arrancada nesse período ditatorial, e com "empurrão" da Globo. Mera coincidência ?? NÂO !!

Como diz o Pablo, já naquela distante época, o "sistema" detonou o Botafogo, porém, contou com a "ajuda" de alguns ilustres botafoguenses ( "fogo" amigo).

Também percebo e tenho a intuição de que estamos passando, hoje, por processo semelhante. Inclusive com a "ajuda" de botafoguenses de dentro do clube.

Acho que vamos "sair dessa", porém nossa torcida terá que passar a ter um papel ativo.

ps: o Engenhão foi arrendado pela Cia. Botafogo, em 2007, com falhas estruturais na cobertura reconhecidas no contrato pelo próprio Botafogo. Por isso, não judicializaremos nossas perdas.

Hilario Muylaert

Rodrigo Federman disse...

Amém, Márcio! rs

Valeu, Hilário!

Abs e SA!!!

Marcio disse...

No caso Engenhão, segundo a postagem do Hilário Muylaert, o BOTAFOGO tinha ciência dos problemas estruturais, quando do arrendamento do Estádio.
Uma leitura na nota emitida pela ABECE, contestando o Laudo da SBP, que serviu de base para a interdição, mais a informação citada pelo Hilário, deixam mais perguntas sem respostas.

http://site.abece.com.br/index.php/noticias-2013/2005-abece-divulga-esclarecimentos-sobre-a-cobertura-do-estadio-olimpico-joao-havelange-o-engenhao


SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, na verdade, só existem perguntas sem respostas. Quero dizer, o Nininho certamente as têm, mas jamais compartilhou, pois alguns interesses estavam na jogada.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Desculpa, mas o que o Flamengo tem a ver com o Engenhão, ou com a situação do Botafogo nos dias de hoje? Tá na hora de tirar o Flamengo da cabeça, ou, tentar, na melhor das hipóteses, sentar com a diretoria do rival e tentar descobrir o porquê deles estarem em situação de crescimento e credibilidade.Esquecer a rivalidade e tentar aprender alguma coisa com os verdadeiramente bem intencionados

Rodrigo Federman disse...

Penso igual a você, Anônimo. Muita gente se preocupa - e usa nossos rivais como exemplos para tudo - com os outros e não quer enxergar o mal que vem de dentro de GS.
Abs e SA!!!

Kal disse...

Concordo com vc, Rodrigo, e com o último anônimo também. Essa nova diretoria dos mulambos parece séria, pelo menos quando o assunto é finanças, seguraram bastante esse ano e em 2015 já planejam voos mais altos.

Quanto ao comentário do Pablo, o TRT deve dar resposta ainda essa semana sobre a volta ao Ato, e em caso de resposta positiva teremos as receitas desbloqueadas em 48hs. Gostaria de saber o que a devolução ou não do Engenhão tem a ver com o Tribunal Regional do Trabalho? Se fosse um Órgão Executivo até teria espaço para especulações desse tipo (quase fantasiosas) , mas não é, é Órgão Judiciário.

E os projetos e palavras estão sendo cumpridas, apesar da terra arrasada que ele pegou. Pagou 8 parcelas em atraso da Timemania semana passada. Está em cima pra resolver a questão do Ato. E espero ansiosamente pela AUDITORIA.
A questão é que são muitas mazelas a enfrentar, herança de um dos piores presidentes da nossa história. Dívida do Elkeson, 8 meses de salários dos jogadores atrasados, estádio interditado que o MA nunca cobrou a liberação como deveria, time na Serie B, contratos de patrocínio master e de fornecedor de material se encerrando nesse mês, Timemania, etc etc etc. Mesmo num mês complicado, curto pelas festividades de fim de ano, vejo CEP lutando em várias frentes.

ps. Apesar do excelente trocadilho, ele não é conhecido como CEP, e sim como Carlos Eduardo, nós que o chamamos assim para facilitar a digitação.


Abs e SA!

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Kal.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Antes de culpar qualquer inimigo exterior e lutar contra os mesmos, é preciso eliminá-los primeiro dentro de nossas próprias trincheiras.
Falam em apoio do Torcedor e não abrem o CLUBE para que esses mesmos Torcedores tenham voz e participem ativamente de todo o processo político do Clube.
O candidato do CAM, disse haver perigos no aumento do quadro de sócios com a flexibilização das categorias de contribuintes, pois uma pessoa endinheirada, caso resolvesse ser presidente, compraria títulos e ganharia a eleição. (http://oglobo.globo.com/esportes/candidatos-presidencia-do-botafogo-debatem-aumento-do-quadro-de-socios-14555875)
Essa é a mentalidade deles e por isso o BOTAFOGO está desse modo, sem oxigênio, estagnado.
Que o BOTAFOGO sofre influências negativas externas, não há como negar. Porém, não vejo os cardeais tomarem uma única atitude contra esse tipo de coisa, defender os interesses do BOTAFOGO com afinco, pelo contrário.
Quando o "ex-presidente", que saiu agora, assumiu, louvaram a sua aproximação com a cbf, ferj, globo e tudo mais, dizendo que era a melhor política a ser adotada.
E o resultado é uma dívida gigante, segunda divisão, e falta de time para a próxima temporada.
Enquanto ficarmos nessa, não vamos chegar onde desejamos, pois não fazemos o dever de casa.
Precisa colaborar tanto com o sistema?
Para terminar, lembro que o BOTAFOGO em 1990, conquista do bicampeonato, não jogou a prorrogação e enfrentou a dupla Eurico e Caixa D'água (presidente da ferj), que haviam mudado o regulamento da competição.
SA!!!


Rodrigo Federman disse...

É isso aí, Marcio. Nossos maiores inimigos e problemas sempre estiveram dentro de casa. E ficaram piores na última - e nefasta - gestão!
Abs e SA!!!