sábado, 17 de janeiro de 2015

Grupo na mão

















Palavras do técnico Renê Simões sobre o Botafogo que ele comandará em 2015:

"– Esse é o melhor grupo com o qual já trabalhei. Tenho que parabenizar o Antônio Lopes. O Botafogo não pagou nenhum centavo a clubes ou a empresários para montar esse elenco". 

Pô, concordemos ou não, se o treinador está tão satisfeito assim, é motivo para ficarmos mais tranquilos, afinal, não poderá reclamar durante a temporada. Ele, mais do que ninguém, deve conhecer as opções que tem à disposição. 

Aliás, justiça seja feita, apesar de eu não gostar do Renê como treinador de futebol, estou positivamente satisfeito com as suas declarações e notícias de como ele tem lidado com o grupo durante os treinamentos.

Parece que tem ganhado a confiança e amizade dos jogadores à cada dia que passa.

Isso é importante também (além da parte tática e técnica).


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

27 comentários:

Anônimo disse...

Concordo contigo. Acho que estamos com diversas peças de museu no controle do futebol. Ao mesmo tempo, há um monte de jovens que também nao demonstram coisa alguma de novidade. Então devemos dar oportunidade aos de cabelo branco. Ao menos possuem, ou deveriam, possuir a qualidade da sabedoria, equilíbrio e maturidade.
Jacob

Rodrigo Federman disse...

É isso, Pai.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Rodrigo,sem ordem não há progresso.
Atualmente,clube de futebol funciona como empresa,não pode haver amadorismo,com cada um fazendo o que quer.
Embora não seja torcedor do nosso Botafogo,o delegado é sério, disciplinador e não deixará virar a zona que foi o ano passado.
Pelo que tenho lido,foram contratados jogadores que se destacaram na série B e que estão acostumados a jogá-la.
Eu só critico jogador depois que vejo jogar.Quantos bons jogadores chegaram ao clube e fizeram sucesso vindo de times pequenos?Quantos jovens da base foram tidos como craques no futuro, tiveram oportunidades e não deram em nada?
Certa vez,meu pai me apresentou ao canhota.Achei ele meio marrento,mas falava direto e sem frescura.Disse mais ou menos o seguinte:"hoje tem muita enrolação de empresário,quem conhece um pouco de futebol vê logo se o moleque leva jeito ou não.Hoje tá cheio de caneludo jogando em time grande".
Se na época o canhota tinha razão imagina nos dias atuais.Jotinha.

Anônimo disse...

Há um novo Botafogo, com nova diretoria e nova postura, era importante trazer o sócio para o programa. Estamos montando um novo conceito de sócio para divulgar em breve. Haverá uma diferença clara de sócios do Rio de Janeiro e do restante do Brasil. O Engenhão é uma grande notícia, mas interessa mais os torcedores do Rio. Mas o Botafogo é Brasil. Engenhão será importantíssimo para os torcedores do Rio. Os de fora precisam de outros incentivos" explicou Caio Araújo, coordenador de projetos do Botafogo.

ARI DIAS disse...

Cara, eu ainda estou com os dois pés atrás com relação ao RS. Claro que torcerei pelo projeto implantado pela nova diretoria, mas aguardo com ansiedade a estréia para ver o trabalho do novo comandante!
FOGÃO RUMO A SÉRIE A!!!!!!!

Rodrigo Federman disse...

Jotinha, que assim seja.

Valeu, Anônimo.

Tô nessa também, Ari.

Abs e SA!!!

Gabriel Lemos disse...

René Simões elogiou bastante o meia Tomás, que fez 15 gols na Série B do Brasileirão do ano passado e foi vice-artilheiro da competição.

- Ele é um jogador bastante agressivo, que cria, tem boa bola parada. Quero agradecer aos donos do JMalucelli. Ele estava emprestado ao Boa Esporte. Eles tinham uma proposta de dois grandes clubes - além do Botafogo - e uma dos Emirados Árabes. Conversei com o JMalucelli e disse que ele não jogaria agora naqueles grandes clubes interessados nele. Falei que poderia acontecer o mesmo que aconteceu com o Marlone no Cruzeiro. O Botafogo venceu uma batalha, mostrou força - comentou.

Dentro de campo tenho minhas ressalvas tambem, mas nos bastidores a dupla Rene/Lopes tem tirado agua de pedra. Lembrando que essa diretoria ainda nao teve 1 centavo de receita.

Rodrigo Federman disse...

Sim, Gabriel. Eles devem ter acompanhado esses caras mesmo. Eu confesso que não assisti a série B, por isso não tenho informações suficientes para opinar sobre a maioria dos reforços.
Abs e SA!!!

Gabriel Lemos disse...



eu tbm não acompanhei, mas os caras tiveram destaque ano passado, vide o numero de gols que marcaram na última temporada, só a linha de frente(Tomás, Pimentinha, Pimpão e Bill) marcou quase 50.
Já é uma esperança, ainda mais lembrando que na reta final do BR-14 o Botafogo chegou a ficar 7 jogos sem fazer um golzinho sequer.
E prefiro jogadores titulares e com bom rendimento em times na serie B, do que reservas e refugos de times da serie A.

Abs e SA!

Rodrigo Federman disse...

Ok, Gabriel. Claro, isso não pode ser desconsiderado, mas muita calma, afinal, estamos falando de supostos "destaques" de segunda divisão.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Pelo menos o R. Simões, em que pese estarmos "desconfiados", não fez como o Vágner "Guardiola" Mancini e exigiu a presença de jogadores cascudos e inúteis no elenco.
Agora é esperar que o R. Simões tenha conceitos novos para implementar e assim ajustar o time.
Aliás, o problema do futebol brasileiro é que jovens e velhos compartilham os mesmos conceitos ultrapassados.
Que o R. Simões possa ser o nosso Jupp Heinckes que aos 68 anos de idade foi campeão da UCL com o time do Bayern.
SA!

Anônimo disse...

ainda tem o Sassá, que marcou dez gols na Série B atuando emprestado pelo Botafogo ao Náutico e começará como titular o jogo-treino de hoje contra o Gonçalense

Anônimo disse...

A diretoria fez certo em se desfazer de boa parte do Time... Tínhamos jogadores de nome, conhecidos e o que aconteceu? Rebaixamento... Reformularam o time, na hora certa... Quem se lembra do Atletico/MG rebaixado? Do Corinthians? Rebaixados e deram a volta por cima... Que estes sirvam de exemplo. Avante Fogão!

Rodrigo Federman disse...

É verdade, Marcio.

Anônimo 1, o Sassá eu acho fraco.

Anônimo 2, mas do elenco do ano passado, tínhamos mesmo que dispensar muitos jogadores.

Abs e SA!!!

Rodrigo Logan disse...

Titulares:
Jefferson
Gilberto
Roger Carvalho
Alisson e
Carleto ;
Mattos (Airton)
Andreazzi
Tomás e
Fellype Gabriel ;
Pimpão e
Bill.

Reservas:
Hélton Leite
Régis
Renan Fonseca (Igor Rabello)
Diego Giaretta e
Jean
William Arão
Fernandes
Elvis e
Pimentinha
Jóbson e
Tassio (Sassá)

Último caso:
Dankler, Gegê,Diego Jardel, Murilo, Henrique, mais os goleiros.

Rodrigo Federman disse...

Rodrigo, FG não passa - por enquanto - de especulação. Não dá para considerar ainda.
Abs e SA!!!

leandro de lima disse...

Fellype Gabriel foi contratado?

Rodrigo Federman disse...

Não, Leandro.
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Não pra acreditar que perdemos um jogo treino contra o Gonçalense. Me sinto vendo um filme repetido.

Tudo bem era jogo treino mais mesmo assim uma derrota assim já deixa a gente meio com pé atras com o time.

Bom esse jogo de hoje já me deixou preocupado.

Marcio disse...

Correção:
Pelo menos o R. Simões, em que pese estarmos "desconfiados", não fez como o Vágner "Guardiola" Mancini QUE exigiu a presença de jogadores cascudos e inúteis no elenco.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Eziel, certamente o jogo não foi disputado com intensa seriedade. De todo modo, não nos enganemos: Nosso time é fraco.

Valeu, Marcio.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Com um grupo renovado e que precisa de crachá para ser identificado, não me preocupo com o resultado desse "primeiro" jogo do ano.
O importante é saber quais informações foram retiradas e como serão utilizadas para que o Time evolua.
Vou esperar até o início do Carioca para fazer uma melhor avaliação, pois como dizia o DIDI, "Treino é treino e jogo é jogo", embora reconheça que esse Time do BOTAFOGO precisará treinar e muito.
SA!!!



Marcio disse...

A boa notícia é que o Dankler não foi utilizado. Isso é melhor do que se tivéssemos vencido de dez e com ele em campo.
SA!!!

Joel Lustosa disse...

Não considero este time favorito a títulos neste momento!!! Mas acho muito precipitado afirmar que o mesmo é fraco...

Não podemos esquecer que o time foi praticamente reformulado, os treinamentos iniciaram não fazem 10 dias (boa parte desses dias dedicados a preparação física). Tenho certeza que com o tempo o entrosamento surgirá!!!!

Vale ressaltar que o Gonçalense empatou esta semana com o Cabofriense e aparenta ter bem mais ritmo de jogo.

Paciência. Chegaremos lá!!!

Rodrigo Federman disse...

Fecho contigo, Marcio. Mais importante são as avaliações que o RS pode ter tirado do amistoso.

Joel, apesar de tudo, não acho nenhum absurdo afirmar que o time é fraco. É nossa realidade, mas analisando nomes, não tem jeito: É fraco mesmo.

Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

Acho que mais do que a questão técnica (ainda que seja fundamental) é hora de botar a casa em ordem e é isso que tenho visto. Direção realista, credibilidade renovada, tanto na justiça quanto na administração e contratações sem "bola". O passo seguinte e dar capacidade ao grupo e isso vem com o tempo e como resultado dessas primeiras atitudes. Mas sem esquecer que um clube de futebol se faz com vitória e qualidade. Só boa vontade não basta! Senão arrisca jogar tudo de bom no lixo.

Rodrigo Federman disse...

Disse tudo, Paulo.
Abs e SA!!!