terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Sem substituto
























O técnico Renê Simões demonstra confiança nas opções disponíveis para o clássico do próximo domingo:

"- A equipe está montada. Existe um esboço, e o princípio dos jogos estão caracterizados por eles. Agora posso ter bons problemas, como o Luis Ricardo, que já foi inscrito, e o Pimentinha, que vai ser inscrito para o próximo jogo".

Meu comentário: Quanto mais opções, melhor. Sempre! Mas antes de Luis Ricardo ou Pimentinha, eu torço principalmente para que o Diego Jardel esteja liberado pelo departamento médico. É, por enquanto, a peça que não temos substitutos no elenco. Pelo menos até agora!

Concordam?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

35 comentários:

Marcio disse...

Verdade, precisamos do retorno do D. Jardel. No mais é colocar os melhores em campo, pois não adiante especularmos com o famoso "se".
Vamos jogar o jogo, lutar contra tudo de ruim que tentam nos impôr e para tristeza deles, vamos sobreviver mais uma vez.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

É, Marcio. Não temos um "camisa 10" no caso de mais uma partida de ausência do DJ.
Abs e SA!!!

Ricardo disse...

Mesmo sem a devida divulgação que
o projeto merece e o clube precisa
a galera está abraçando o clube e em 15 dias saímos de 8000 sócios para 15ooo , vamos lá torcida do FOGÃO em todo o Brasil essa diretoria merece a nossa confiança

Sds Alvinegras
Ricardo

Marcio disse...

Rodrigo, creio que não teremos mais um "dez"; os treineiros acabaram com esse tipo de jogador.
Durante a temporada, o RS terá de administrar muito bem a utilização do DJ.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Ricardo.

Márcio, mas o DJ tem características que lembram um 10. Não acha?

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

http://bfr.com.br/noticia_interna.php?cat=oclube&session=1042&subtag=Futebol Parece que alguém está errado por aqui. Segundo sou botafogo, no twiter, apenas 1553 novos sócios... Vergonhoso! Palmeiras atingiu 100.000, em 60 dias
Reinaldo

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Reinaldo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, digo um substituto para o DJ.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Entendi, Márcio.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Será q o Cidinho vira essa opção?

Rodrigo Federman disse...

Não acredito mesmo, Anônimo! O Cidinho é muito, muito fraco!
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Prezados torcedores alvinegros,

Há muito queria escrever para vocês, mas como prometi no início de dezembro, iria trabalhar e trabalhar, evitando discursos e promessas que de nada adiantariam para amenizar e muito menos cicatrizar suas feridas. Tenho mantido silêncio e trabalhado arduamente pelo sucesso e, acima de tudo, pelo retorno ao topo do futebol brasileiro, de onde a grandeza do Botafogo jamais deveria ter saído.

Nossa equipe tem se mostrado trabalhadora, guerreira e respeitosa com as tradições do Glorioso. Várias vezes, fiquei aguçado para escrever, mas faltava um motivo mais forte do que trabalho e resultados. Isso não era suficientemente significativo para eu escrever para vocês. Mas, hoje, tenho esse motivo.

Colocar TREZE MIL torcedores no Estádio Nilton Santos (desculpem, não gosto de Niltão, ele foi muito maior para ser só Niltão) já seria um belo motivo, mas quis Nilton Santos e todos os gloriosos que tomássemos o primeiro gol, saindo atrás contra uma equipe perigosíssima no contra-ataque. Nova Iguaçu 1 x 0, inimaginável. Nestas circunstâncias, os riscos precisam ser corridos, adiantar a equipe e abrir mais espaços para a velocidade deles.

Fiz o que pensei e precisava e pude fazê-lo com tranquilidade. O clima no estádio me dava total segurança para ir à luta, sabia que vocês empurrariam o time e o resultado acabou vindo.

Gostaria de fazer uma colocação muito franca que às vezes aborrece muita gente, mas sempre faço: jogador ou jogadores ganham e também perdem jogos, com suas jogadas fenomenais ou bizarrices; treinadores ganham e também perdem jogos, com suas mudanças corretas ou com suas mexidas sem nenhum resultado; torcida ganha jogo e também perde jogo, com seu apoio incondicional durante noventa minutos ou com seu mau humor logo no início da partida.

No jogo de sábado, só ganhamos pois tivemos vocês do nosso lado, dizendo: “Corram, lutem, confiem, estamos juntos e vamos virar!!!” A felicidade da equipe no vestiário com essa parceria era contagiante. Daí eu ter falado que aquela torcida eu não conhecia, pois haviam me falado da impaciência, da intransigência, da cobrança descabida e etc e tal.

Ontem, de madrugada , assisti ao jogo e me detive várias vezes escutando o som da torcida, QUE LINDO!!!

Aproveito a oportunidade para pedir que façamos o jogo da paz. Sou avô da Isabela, tem 9 meses e logo logo quero vê-la jogando e frequentando os estádios e amando este esporte que é a minha vida. Mas, se não mudarmos, como farei que esse sonho vire realidade?

Tenham certeza de que o trabalho vai continuar muito forte, como prometido. Não estamos conformados com o que fizemos até agora, mas estamos agradecidos pelo que temos recebido.

Forte abraço,

René Simões

Anônimo disse...

Cidinho é meia atacante de velocidade, de lado de campo. Jamais será um camisa 10, um cerebro, um jogador que cadencie o time quando precise.

Rodrigo Federman disse...

Eu vi, Anônimo 1. Legal!

Anônimo 2, e mesmo para jogar nos lados, eu acho o Cidinho bem fraquinho.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Nem entro nesse mérito, mas o fato é que Cidinho jamais será um camisa 10, nem em suas melhores partidas

Marcio disse...

Será que a ESTRELA está contagiando o RS?
Quanto ao "dez", que eu disse os treineiros terem acabado, lembrei de um que até joga com esse número e também faz várias outras funções no time; Fellype Gabriel.
Com o seu futebol de participação e inteligência, fez-me mudar inteiramente a opinião inicial que tinha a seu respeito.
Não gosto muito de olhar nomes do passado, mas se tivesse uma sobra no caixa, gostaria de vê-lo novamente com a nossa CAMISA.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, ele não tem bola para ser camisa alguma no Botafogo.

Eu também, Márcio. Esse foi um daqueles jogadores que acabou com toda a minha desconfiança que eu tinha quando ele foi contratado.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

a questão não é a qualidade tecnica do Cidinho, e sim posicionamento. Ele não tem caracteristicas de camisa 10, nem pra jogar no Íbis

José Linheñs disse...

Se criássemos uma conta para arrecadar fundos pra trazer o Fellype Gabriel? Utopia minha?

SA!

Rodrigo Federman disse...

Eu entendi, Anônimo. Apenas disse que no meu time ele não jogaria em posição alguma. Você que não entendeu.

José, com todo respeito, mas eu acho uma utopia sim. Rs

Abs e SA!!!

José Linheñs disse...

Mas não seria só eu e vc, ou os amigos do blog.
Me refiro a toda nação alvinegra, seguindo todos os procedimentos legais e com total trânsparência. E bastante divulgação. De repente algum empresário alvinegro se interessa em ajudar rsrs


SA!

Paulo Fernando disse...

O técnico René Simões escreveu uma carta à torcida do Botafogo. Na mensagem, o treinador alvinegro elogiou muito a postura dos botafoguenses na vitória sobre o Nova Iguaçu, por 2 a 1, de virada, no sábado. Confira:

'Há muito queria escrever para vocês, mas como prometi no início de dezembro, iria trabalhar e trabalhar, evitando discursos e promessas que de nada adiantariam para amenizar e muito menos cicatrizar suas feridas. Tenho mantido silêncio e trabalhado arduamente pelo sucesso e, acima de tudo, pelo retorno ao topo do futebol brasileiro, de onde a grandeza do Botafogo jamais deveria ter saído.

Nossa equipe tem se mostrado trabalhadora, guerreira e respeitosa com as tradições do Glorioso. Várias vezes, fiquei aguçado para escrever, mas faltava um motivo mais forte do que trabalho e resultados. Isso não era suficientemente significativo para eu escrever para vocês. Mas, hoje, tenho esse motivo.

Colocar TREZE MIL torcedores no Estádio Nilton Santos (desculpem, não gosto de Niltão, ele foi muito maior para ser só Niltão) já seria um belo motivo, mas quis Nilton Santos e todos os gloriosos que tomássemos o primeiro gol, saindo atrás contra uma equipe perigosíssima no contra-ataque. Nova Iguaçu 1 x 0, inimaginável. Nestas circunstâncias, os riscos precisam ser corridos, adiantar a equipe e abrir mais espaços para a velocidade deles.

Fiz o que pensei e precisava e pude fazê-lo com tranquilidade. O clima no estádio me dava total segurança para ir à luta, sabia que voces empurrariam o time e o resultado acabou vindo.

Gostaria de fazer uma colocação muito franca que às vezes aborrece muita gente, mas sempre faço: jogador ou jogadores ganham e também perdem jogos, com suas jogadas fenomenais ou bizarrices; treinadores ganham e também perdem jogos, com suas mudanças corretas ou com suas mexidas sem nenhum resultado; torcida ganha jogo e também perde jogo, com seu apoio incondicional durante noventa minutos ou com seu mau humor logo no início da partida.

No jogo de sábado, só ganhamos pois tivemos vocês do nosso lado, dizendo: "Corram, lutem, confiem, estamos juntos e vamos virar!!!" A felicidade da equipe no vestiário com essa parceria era contagiante. Daí eu ter falado que aquela torcida eu não conhecia, pois haviam me falado da impaciência, da intransigência, da cobrança descabida e etc e tal.

Ontem, de madrugada , assisti ao jogo e me detive várias vezes escutando o som da torcida, QUE LINDO!!!

Aproveito a oportunidade para pedir que façamos o jogo da paz. Sou avô da Isabela, tem 9 meses e logo logo quero vê- la jogando e frequentando os estádios e amando este esporte que é a minha vida. Mas, se não mudarmos, como farei que esse sonho vire realidade?

Tenham certeza de que o trabalho vai continuar muito forte, como prometido. Não estamos conformados com o que fizemos até agora, mas estamos agradecidos pelo que temos recebido.

Forte abraço,

René Simões'

Rodrigo Federman disse...

Mesmo assim, José! É muito dinheiro.

Achei bem legal, Paulo.

Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

Também gostava muito da bola do F. Gabriel e na fase da debandada foi o que mais lamentei ter saído principalmente por causa dz qualidade e da inteligencia tática que tem. Um dos melhores dos últimos anos e acho que se tivessemos ido até o fim com ele arriscaria dizer que nossa posição final no campeonato seria ainda superior com o Seedorf sendo mais poupado e trndendo mais. Mas tudo isso fica no mundo das hipóteses e nossa realidade ainda é de muita luta. Pra finalizar eu tbm acho o Cidinho muito fraco.

Rodrigo Federman disse...

Isso aí, Paulo. Valeu!
Abs e SA!!!

Paulo Eduardo disse...

Federman, acha que o Almir poderá ser um bom reserva para o DJ?

Eu acho que sim, podendo até brigar pela vaga de titular ou até jogar junto com ele.

No início de carreira ele era mais um atacante, mas pelo que tenho visto ele está bem de meia, sabendo cadenciar o jogo. O que acha?

Rodrigo Federman disse...

Paulo, eu não acho. O Almir é "10" no
Bangu, mas não o vejo sendo armador de time de ponta mais. Não podemos empolgar por conta de 1 ou 2 partidas que foram televisionadas dele. As demais, ninguém tem visto.
Abs e SA!!!

Paulo Eduardo disse...

E sobre o Daniel Carvalho... Acha que seria uma boa contratação, caso aconteça?

Rodrigo Federman disse...

Ex jogador que nem estava em atividade nos últimos meses (jogando futsal), Paulo.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Em vez de contratar essas barangas (Almir, Daniel Carvalho), é melhor investir um pouco mais e trazer um que venha pra ser titular, mesmo q seja só um jogador. Tipo um Fellype Gabriel

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Anônimo. O problema é que nossa realidade só permite sonhar com Almir no momento! rs
Abs e SA!!!

Paulo Eduardo disse...

Um "moleque" que tem as características do Diego Jardel e poderia fazer uma sombra pra ele é o Jeferson Paulista. Nas poucas partidas que ele entrou foi bem e não sei porque não tem oportunidades e sempre é emprestado...

Rodrigo Federman disse...

Paulo, nem está no elenco mais.
Abs e SA!!!

Paulo Eduardo disse...

Eu sei, porque mais uma vez foi emprestado até o meio do ano. Digo que poderia estar no elenco e disputar vaga com o Diego Jardel, pois possuem características semelhantes.

Em junho ele volta... Vamos ver se desta vez será aproveitado ou mais uma vez descartado.

Rodrigo Federman disse...

Paulo, é aguardar para ver.
Abs e SA!!!