quarta-feira, 25 de março de 2015

Opção de risco


















Nesses primeiros meses da temporada, a maior parte da torcida botafoguense considera que o ponto mais fraco do elenco alvinegro está na criação de jogadas no meio de campo.

Os titulares Diego Jardel e Tomas até agora não mostraram futebol suficiente. E os reservas também não se firmam. Alguns, sequer são relacionados.

Para o campeonato carioca, até dá para o gasto. Mas a prioridade do GLORIOSO é o retorno à elite do Brasileirão. E sem armadores será difícil.

O pior é que além da falta de dinheiro, esse tipo de jogador é uma raridade.

Eis que, treinando - sem vínculo empregatício - apenas para manter a forma física, uma opção para o Botafogo pode ser, quem diria, o outrora aposentado Daniel Carvalho.

Quando surgiu no Internacional, o Daniel despontou como craque. No início de carreira até justificou, mas depois relaxou, foi sumindo, sumindo, sumindo...
...e acabou se aposentando com 32 anos de idade.

Tem talento, é inegável. Mas precisaria querer.

O técnico Renê Simões tem observado o meio campista e falou a respeito:

"- É um jogador que tinha parado, mas pelo filho resolveu voltar. Me pediu se podia manter a forma lá. Vem mantendo a forma, mas vem tendo uma produção como teve no jogo contra o time dos Estados Unidos. Em um tempo de jogo ele fez 25 passes de segurança e errou só dois. Nos passes decisivos fez 11 e errou só três. E o passe de quebra de linha, que você faz para frente, ele fez mais uns 20 e errou pouquíssimos. É um jogador que vem se empenhando muito e, se continuar produzindo o que vem produzindo, a gente pode até pensar no Campeonato Brasileiro, quem sabe? Mas não tem nada definido, não".

Olha, eu penso que se for em um contrato por produtividade (e dentro da realidade financeira do clube), vale o risco.

Bola por bola, o Daniel Carvalho é mil vezes melhor do que o Tomas ou Diego Jardel.

O problema é ele querer voltar a ser um "profissional".


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

12 comentários:

VinnyMarques disse...

Um amigo já tinha me falado que ele vinha treinando bem. Até comentei aqui com vocês no Cantinho...
Mas ainda está fora de forma.
Capacidade técnica indiscutível, mas tem que querer.
Se voltou pelo filho, acho que isso não será problema.
Agora é esperar. Eu esperaria. Jogador em extinção no mercado.
Tomás e Jardel não engrenam e o René não vai mudar o esquema.

Rodrigo Federman disse...

Vinny, o problema do DC é que já teve várias oportunidades e até agora não mostrou a disposição que, agora, esperamos nesses lados.
Abs e SA!!!

jeremias disse...

Nem de graca

Rodrigo Federman disse...

Jeremias, de graça, melhor que pagar por Tomas e DJ.
Abs e SA!!!

jeremias disse...

Prefiro os 2 qe esse ai

Rodrigo Federman disse...

Ok, Jeremias.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Difícil emitir uma opinião sobre o até então aposentado D. Carvalho, pois quando passou por Palmeiras e Criciúma, creio que seus últimos clubes, não apresentou um futebol convincente.
Entretanto, se ele vem treinando bem, conforme dizem e o RS confirma, cabe ao BOTAFOGO proteger-se em um possível contrato com o jogador.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Também acho, Marcio. E com bases financeiras bem humildes.
Abs e SA!!!

Marcos Oliveira disse...

Rodrigo, tecnicamente, tem muito mais qualidades do que a soma dos DJardel e Tomas...Se ele ainda tem "tesão pela bola" e vontade de treinar, treinar, concentrar, viajar, jogar, voltar treinar o ano todo e com boa resposta física, magrinho, valerá muito a tentativa. Mas com uma cláusula de recisão imediata se não corresponder a metas estabelecidas. A vantagem de um contrato com ele, é seria vantajoso financeiramente, acredito e permitiria investir num outro meia de velocidade. SAN!

Rodrigo Federman disse...

De pleno acordo, Marcos.
Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

Fechava ontem!

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Paulo.
Abs e SA!!!