quinta-feira, 21 de maio de 2015

Mais poderio ofensivo
























Após o empate com o Figueirense, o técnico Renê Simões falou sobre a partida do seu time:

"- É difícil o Botafogo passar em branco em algum jogo. Os jogadores sabiam que uma hora o gol ia sair. Essa é nossa característica. No primeiro tempo poderíamos ter feito pelo menos três gols. Foi um bom jogo. Gostei da equipe. Demos ritmo a alguns jogadores que não vinham jogando. O Henrique foi bem apesar dos gols perdidos, o Luis Ricardo, o Airton, o Emerson..."

Ok, mas espero que o próprio RS, além de dar ritmo de jogo à outros atletas (Andreazzi  e Pedro Rosa, por exemplo), também passe a utilizar os jovens Vinicius e Luis Henrique logo no time de cima.

Depender de Bill e Henrique...
...não há "vocação ofensiva" que resista tanto tempo.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

41 comentários:

jeremias disse...

O meu único pedido coloca o Emerson logo pq esse giaretta nem ele sabe se e jogador de futebol de vdd

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Jeremias.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Não temos centro-avante, mas os gols estão saindo, melhor assim. Aos poucos em partidas decididas, eu testaria o LH e o VT, pois seria temeroso querer jogar a responsabilidade nos garotos. Gostei mais do Pedro Rosa que do Carleto, porém, o Carleto é uma arma importante nas bolas paradas. Gostaria de ver o Emerson como titular, mas acho que o problema maior está na marcação do meio-campo, tanto na cobertura dos laterais e também em relação a zaga. O problema do meio é que não dá prá barrar o Arão, DC e o Elvis. O proble é que vai marcar. Quanto ao Aírton, não o acho um jogador ruim, mas levou a fama vinda dos mulambos e andou fazendo das suas no Fogão. Ele me lembra um pouco o Junior Baiano, que quando foi treinado pelo Têle, parou de bater e virou um bom zagueiro. testaria o Aírton como zagueiro, ou que sabe jogar com 3 zagueiros. Eu acho que dá prá melhorar esse time do Botafogo. Não é nenhuma Brastemp, mas com um pouquinho de boa vontade pode melhorar. O importante é voltarmos para a primeirona, mesmo jogando mal. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sergio, eu acho que já devíamos colocar os garotos na frente logo. Mas sem jogar a responsabilidade neles. Deixando-os soltos e ganhando cancha desde o início. Não dá mais para insistir com Bill ou Henrique.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

"- É difícil o Botafogo passar em branco em algum jogo. Os jogadores sabiam que uma hora o gol ia sair. Essa é nossa característica."

Muito me estranha essa frase, pois um time deve ser arrumado da defesa para o ataque e se há algo que está desarrumado há tempos é o setor defensivo. Assim, quando o difícil acontece, ou seja, o BOTAFOGO passar em branco, a derrota é certa.
Em que pese termos chegado as finais do Carioca, uma agradável surpresa, não podemos esquecer que tínhamos a vantagem de dois empates e justamente nesses dois jogos o difícil aconteceu, como sempre a defesa falhou e perdemos o título.
Se olharmos apenas o resultado final, um empate fora de casa, a conclusão é que foi bom e realmente foi. O problema é como se deu esse resultado e contra quem foi conquistado; não ví essa qualidade de jogo, apesar dos gols perdidos pelos nossos atacantes.
Nosso time está sendo salvo pelo empenho e dedicação contínuos e sofrendo pela falta de organização.
Time ruim não é time desorganizado; podemos melhorar e sermos mais consistentes durante os jogos.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, sendo assim, diante da explicação do RS, podemos ficar tranquilos, pois o Botafogo marcará um gol em cada partida, né? Concordo com sua explicação, cara. Do início ao fim.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, a verdade é que o RS se debruça nos números e se os indicativos forem bons, para ele deve estar tudo certo.
Veja o que ele diz:
"- Gostei muito do trabalho de bola do time, que fez algumas articulações muito bonitas, a bola andou com qualidade no meio. Acho que o número de passes hoje, talvez tenha sido um dos mais altos. Eu tinha combinado que eu queria 450 passes. Agora quero saber os indicadores para ver se chegamos próximo desse número"
(http://www.lancenet.com.br/minuto/perdendo-Rene-Simoes-comemora-empate_0_1361263890.html)
Ele está satisfeito e lembra que o BOTAFOGO poderia ter feito "n" gols no jogo, o que não é errado. Já que ele está no terreno do "se", não custa também lembar que o Jéfferson fez três defesas estupendas.
Quando ele estava no Fox Sports, defendeu o Scout e foi combatido pelo Mário Sérgio, dizendo que isso não levava a nada visto que o futebol tem o imponderável. Você massacra seu adversário, conclui 500 vezes ao gol, não as converte e ele em uma bola vadia ganha o jogo e joga a estatística ralo abaixo.
Não gosto do M. Sérgio como comentarista e enquanto técnico também não vingou, mais penso nessa linha também.
Eu quero saber quando ele vai deixar essa defesa menos exposta e fechar as avenidas pelas laterais.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, de novo estou de pleno acordo. Números são legais, mas futebol não é ciência exata. Ao invés de "pedir" o mínimo de 450 passes (para ter mais um número planilhado), seria melhor ele pensar em trabalhar a proteção ao sistema defensivo, como você bem lembrou.
Abs e SA!!!

Daniel Cananea disse...

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/2015/05/daniel-carvalho-reforca-o-bota-em-brasilia-mattos-e-sassa-seguem-fora.html

Com Mattos e Sassá fora, creio que no sábado verei o meio campo que acho ideal, com Airton, Arão, DC e Elvis.


SAN!

Daniel Cananea disse...

Gostei muito do Airton, do Emerson (apesar do lance do segundo gol, que aliás não foi culpa dele) e do Henrique, que apesar dos gols perdidos, é mais ligado no jogo, mais rápido e mais habilidoso que o Bill.
Henrique perdeu gols, perdeu, mas criou jogadas, estava atento na falha do zagueiro, enfim, entre ele e o Bill não tenho dúvidas que escolheria ele.
Queria ver um ataque com Sassá e Pimpão, mas RS parece achar que o Sassá tem que jogar no meio e que o Pimpão não pode jogar de centroavante.

SAN!

Rodrigo Federman disse...

Daniel, só acho que não é bom contarmos com o Aírton, pois ele será devolvido ao final do contrato. Apenas discordo do que diz sobre o Henrique. Está há mais de um ano no clube e nunca mostrou nada.
Abs e SA!!!

Levi disse...

Sobre o comentário do Márcio:
Penso o mesmo a respeito do Mário Sérgio. Jogava muito (integrou o time do camburão do Botafogo no final dos 70). Considero-o arrogante e não deu certo como treinador, mas ele está certo sobre essa história furada de scouts. O que vale mesmo é bola na rede. Pouco me importo de jogar feio, desde que ganhe o jogo. E jogar feio não é sinônimo de jogar sem eficiência. Remember o time de amarelo de 82, que "jogava bonito" e "dava espetáculo" e bobagens outras, mas quem ganhou a copa foi quem "jogava feio" e que deu uma aula de futebol nos amarelos naquele 3 x 2. O Mário Sérgio sempre observou muito bem essa realidade. Ao fim e ao cabo, a única estatístca que vale de verdade é o número de bolas que o time manda na rede. Futebol premia quem faz gols e não quem joga mais bonito ou troca mais passes, como quer o René Simões.
Volto a afirmar. O time do Botafogo é fraco, mas pode sim, melhorar, mesmo com os jogadores limitados que temos.
Vamos em frente, principalmente no campeonato que realmente, por força das circunstâncias, interessa. Seria muito bom demais ganhar a Copa do Brasil, mas a prioridade é mesmo a Série B.

Rodrigo Federman disse...

Justamente, Levi. Manter números elevados e ainda vencer, só mesmo o Barcelona. E por causa de um único fora de série. No mais, o que vale é resultado. O Vasco não deixa mentir: Jogando mal, time limitado...e já garantiu uma taça na temporada.
Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

Concordo e discordo. Acho scout importantíssimo para qualquer planejamento e a contratação dos jogadores foi baseada nisso + teto de folha salarial.
Só que nada pode ser feito com excesso. Até porque como vcs disseram, futebol não é ciência exata, mas um scout de roubadas de bola, quantidade de passes efetivos, gols marcados, cruzamentos precisos, etc...ajudam a montar um time. Nem tão ao céu nem tão a terra. Agora vem a crítica: por mais que ele fale em scout o que justifica então a escalação do M. Mattos, CarleNto e Bill?!? Aí há incoerência! Dúvido que qualquer um desses 3 tenha avaliação de performance até razoável. Na final do carioca o empate era nosso, mas o M. Mattos e CarleNto entregaram os 2 jogos.
Tirante isso tudo, estamos na liderança, ganhamos todos os jogos esse ano no Niltão e esse empate foi um razoável resultado. Daí ainda dou crédito para o René.
Pra finalizar e me desculpem o excesso de linhas, o Mário Sérgio só fez uma coisa de boa na vida: jogar bola e no Botafogo. No mais é um arrogante do cacete e nunca conseguiu dirigir bem nenhum time como técnico.

Eziel Junior disse...

RS podia ter testado o o Vinicius Tanque ontem o cara já tá treinando com a equipe principal a um tempo custa nada tentar vocês não acham?

Rodrigo Federman disse...

Paulo, mas aí que está: O RS se baseia apenas nos números. E mesmo com eles, insiste em determinadas peças que não justificam.

Eziel, há muito tempo.

Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

É verdade Rodrigo, nisso há incoerência. Ao menos que o scout dessas malas seja mentiroso, ou seja, apresenta um numero que na prática não se justifica. Aí vira interpretação burra de número, o que vcs disseram com razão.

Marcio disse...

Rodrigo, mesmo o Barcelona encontra-se um tanto modificado em seu jogo.
Na época do Guardiola era um massacre muito maior em relação a posse de bola;
hoje, se observarmos, é um time bem mais agudo.
Na época do Guardiola, o Barça tinha um ataque com Pedro, Messi e Villa e o meio campo com Busquets, Xavi e Iniesta.
Hoje eles têm Neymar, Messi e Soares no ataque e Busquets, Iniesta e Rakitic. Sem contar o Mascherano que há muito faz duas funções, zaga e meio campo.
Modestamente penso que a mudança deveu-se a duas condições.
A primeira é que o ataque atual é bem mais goleador do que aquele e também com mais qualidade técnica; os bons Pedro e Villa estão abaixo de Neymar e Soares.
A segunda é que o meio campo "piorou", visto que o hoje titular Rakitic, muito bom jogador, está abaixo do que apresentava o Xavi naquela época.
Iniesta que foi e ainda é o titular, não tem mais o fôlego de outrora mesmo que a técnica seja espetacular ainda.
Claro que, como disse o Mourinho, um time que conta com o Messi é sempre candidato a ser campeão; o fator de desequilíbrio.
Fora isso, credito essa mudança as duas condições citadas.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Paulo. Esses scouts devem ter pesos e medidas diferentes para alguns jogadores! Hahaha

Concordo 100%, Márcio.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

E por falar em scout, essa deve ser a explicação para a manutenção do Marcelo Mattos. Números referentes a série B.
Ele é lider em passes certos, 98;
lider em lançamentos certos, 7;
líder em viradas de jogo, 4.
Quem não assistir aos jogos irá pensar que se trata de um Falcão.
Tirem o computador das mãos do René Simões urgentemente.
SA!!!
(http://www.footstats.net/times/botafogo/estatisticas/)

Rodrigo Federman disse...

Sensacional, Marcio. Isso vai contra tudo o que o RS prega apenas.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Pelos comentários , RS é o pior técnico que passou pelo Botafogo nos últimos anos .

Anônimo disse...

Veja Federman o que você escreveu sobre o Cuca,ao meu ver apesar de ter fracassado e ser roubado em um titulo do carioca, um excelente técnico.
Estou provando o que você escreveu em 2008 sobre o Cuca.

"O Cuca precisa rever e repensar em tudo. O atual Cuca tem muitas manias que são contrárias à toda torcida botafoguense, insiste com atletas que não são queridos (e também não são bons), e se transformou em uma espécie de "Professor Pardal", com invenções malucas em momentos indevidos, movida a um "paternalismo" que não pode existir no ambiente do futebol profissional".
Seu discurso é o mesmo cara foi assim com todos os técnicos que já passaram pelo botafogo.
Eu não estou criando nada, estou copiando o que você escreveu em seu blog na época e que se encontra o google.

Ubirajara

Rodrigo Federman disse...

Celso, eu respondo por mim: Nunca disse isso! Apenas acho que como treinador, ele é mais fraco que o próprio elenco que tem em mãos.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Também não disse e, inclusive, já escrevi aqui no Blog que ele conseguiu unir o grupo e o mesmo demonstra ter confiança no seu trabalho.
Entretanto, o fato é que a defesa, por exemplo, apresenta os mesmos erros constantemente desde janeiro.
Joga desprotegida, com as laterias abertas e ele meio que esconde o fato sob a alegação do DNA ofensivo.
De minha parte, a cobrança que faço é ter um Time mais organizado.
SA!!!

Eduardo Samico disse...

Depois de ler as estatísticas (scout é o cacete ! heheh) do MMattos, citadas pelo Márcio, há que se melhorar e muito a acuidade dos dados.

Um dos problemas desses levantamentos feitos é que dados requerem análises, interpretações.

De que adiantava aquela posse de bola toda, desde os tempos do OdeO, e também agora na final do Estadual, em que ficávamos tocando a bola na zaga ? Representava o quê ? Uns 5, 10 % a mais na posse de bola. E a eficácia dessa posse, qual era ?

O MMattos pode ter 98 passes de 1 m certos; não sei quantos lançamentos (iguais aos do Gérson ? duvido !), viradas de bola -na última linha da defesa, expondo o time, produzindo zero em termos de saída de bola.

E, por falar nele, MMattos, ouso dizer que se fosse o Airton no lugar dele, ainda nas finais contra o Vasco, o time teria se saído bem melhor.

Se pudéssemos trocar, sai MMattos agora em junho -ou julho- e fica o Airton eu acharia melhor. Mas o Airton deve mesmo ir embora.

Finalizando, Henrique e Bill, Bill e Henrique. Não dá. Até acho o time melhor com o Henrique, que se movimenta mais, dá mais opções que aquele poste que não sabe cabecear, mas como perde gols ! Põe logo o Vinícius nos times mistos, porque com os dois citados não sai meio atacante.

Ah, e pro Levi. Cara, divirjo desse enfoque de jogar feio ou bonito. Tem é que jogar bem. Lógico que alguns times, que entraram para a História do futebol, eram mágicos. Encantavam plateias. E ganhavam a maioria dos jogos.

Infelizmente para o futebol brasileiro o time de 82, que jogava muito bem e encantou, perdeu um jogo decisivo.

Só que o time da Itália era bom também. A gente é que não lembra (eu não lembrava). Só lembrava do Bruno Conti e do Paolo Rossi. Aí dei uma guglada. Saca só a escalação:

Zoff;
Oriali, Scirea, Colovatti (Bergomi) e Cabrini;
Gentile, Antognoni e Tardelli (Marini);
Bruno Conti, Paolo Rossi e Graziani.

Técnico: Enzo Bearzot

Também possuía grandes jogadores.

Situação absolutamente diversa da atualidade, em que é impossível, com os jogadores de que dispomos, encantar os amantes do bom futebol. Agora é jogar feio mesmo, pois os jogadores não sabem driblar, matar uma bola, dar um passe longo, certo e com descortino.

É isso. E voltamos à série B. Pra cima da próxima vítima !

Abs.

Rodrigo Federman disse...

E mantenho o que disse à época, Ubirajara. Qual o problema? O Cuca tinha suas manias também, mas mesmo sem um elenco recheado de craques, soube fazer o time jogar uma bela bola. Pode fazer uma
nova pesquisa aí de novo...

Exato, Márcio. Reconhecemos as virtudes do RS. Principalmente no controle do grupo e comando de vestiário. Mas com a bola rolando, acho que ele é limitado e até pior do que o elenco que tem em mãos.

Eduardo, isso que precisa ser feito: Números são legais e dão base, mas não podem ser justificativa para tudo. Nem mesmo para escalações estapafúrdias. rs

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Eduardo, o termo scout dá um ar professoral e como eu fui escalado para compor a comissão técnica em um post recente...
Em relação a seleção italiana, Falcão, Rei de Roma, estupendo jogador, disse em uma entrevista que estranhava os italianos estarem tendo um rendimento tão baixo, pois conhecia todos aqueles jogadores de perto.
Apesar da imprensa não mencionar, a Itália fez uma partida excelente naquele dia.
O Reinaldo, Atlético MG, disse que essa derrota pode ser colocada na conta do Telê, que era bom técnico, mais que só pensava em massacrar o adversário e que tem horas que saber administrar o resultado também vale.
A impressão que tenho é que de forma geral, acreditou-se que iriam atropelar a Itália.
SA!!!

PS: Falcão está entre os maiores que ví na posição. Tem no Youtube um documentário sobre o título da Roma em 83 e o que esse cara jogou não foi brincadeira. Falar de sucesso de jogador brasileiro na Europa sem mencioná-lo é quase um crime.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Márcio. É isso aí!
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Ah, é, Marcio. Esqueci que você foi escalado por alguma donalucia, provável viúva do patife da praia, para a CT que vai salvar o Botafogo, heheh.

É mesmo, teve essa fala do Falcão, jogador monstruoso, cracaço de bola. Se não me engano, a Azzurra chegou àquela etapa do Mundial de 82 depois de 3 empates em zero.

Depois, se puder, posta o endereço do documentário citado. Procurei agora, encontrei um, de 1:20 h, mas todo falado em italiano. Vi alguns lances, inclusive o gol do Falcão no tal jogo contra a Itália. Putz ! Esse cara dava gosto, sempre deu, de ver jogar. Desde os tempos do Inter (eu sou das antigas, camarada).

Abs.

VinnyMarques disse...

Concordo que o meio deve ser com Arão, Daniel e Elvis. Saindo o Aírton, entraria com.o Giaretta ali, mas não sei se entraria com o Emerson na zaga... Ele joga no mesmo lado do Renan, não?
Depender do carlento pra acertar uma cobrança de falta no gol em 90 minutos, não dá. Por que no resto do jogo, ele é completamente inútil.
Henrique é jogador de lados de campo... Ou ele ou o Sassá.
Bill foi um zagueiraço pro time de SC...
Lixo...
Temos que testar o Vinícius...
O LH nem se fala...
René fala muito e nada faz.
Joga pra galera.
E joga merda pra galera... Falando besteira.

jeremias disse...

O problema e que nossos jogadores são notas 5 Jeff e craque do time Gilberto e arado os melhores não temos dinheiropra contratar eu creio que o presidente e a comissão se humilha para esses jogadores jogarem sem garantias de receber os melhores estão na serie A e nunca eu disse nunca deixara de jogar a serie A pra vir pra serie B sembgarantias de salários pagos a minha discussão e colocar quem estiver melhor dentro do clube o elenco e gde sobe uns da base

Luis disse...

Rodrigo e amigos ontem tive o prazer de conversar com CEP fiquei impressionado com o carisma e o respeito que os outros torcedores dos clubes do Rio tem por ele , perguntei a ele sobre a AUDITÓRIA e o que me passou e que foram feitas 4 orçamentos com empresas de alto nível devido a tudo que aconteceu nos últimos anos e que tudo seria apurado
custe o que custar e que o clube vai assumir os custos do processo mais que nada impede o torcedor que quiser e puder ajudar , falei sobre o Sócio Torcedor e passei para ele que muitos
torcedores estão descontentes com a empresa que administra o plano devido a demora na entrega das carteiras e segundo ele tudo será resolvido até o final de junho e quando a nossa conversa estava ficando boa não deu mais para falar porque aparecerem vários botafoguenses e torcedores de outros clubes pedindo para tirar foto
mais como toda quinta feira ele está em Campos pois ele tem uma empresa que aluga lojas em centros comerciais na cidade , enfim após a nossa conversa eu fui lá na sala dele e já havia retornado ao Rio e o funcionário dele me falou que é melhor eu ir lá na sala e falar com ele lá do que na rua e como falei o
CEP é muito simples e seu eu já acreditava nele agora tenho certeza que o Botafogo está no caminho certo
até brinquei com ele se devido aos inúmeros problemas existiria a chance
dele renunciar , ele me falou que toda diretoria está satisfeita com o apoio da torcida e que o SÓCIO TORCEDOR está muito acima do esperado e que eles tiveram que colocar mais atendentes e que se a torcida continuar apoiando nós vamos vencer juntos essa guerra e voltaremos a ser respeitado , eu a partir de ontem tenho dois idolos hoje no BOTAFOGO
o JEFFERSON E O CEP.

Luis
Campos dos Goytacazes - RJ


Luis Botelho disse...

Rodrigo e amigos se alguém aqui do Blog
quiser fazer alguma pergunta ao CEP eu
posso servir de ponte ,como falei aqui toda quinta feira eu vou direto na sala dele para conversar sobre o Botafogo ,ontem mesmo eu queria falar sobre o Bill se não dava para ele falar com o René para afastar ele para apurar a forma está visivelmente acima do peso mais não deu porque juntou muita gente
e ele comprou os jornais e foi p\sala.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, está cheio de Donas Lucias por aqui! Rs

Vinny, com o Giaretta indo para o meio, é RC ou Emerson na zaga. Prefiro dar mais chances ao jovem zagueiro.

Jeremias, mas dá para jogar melhor do que estamos jogando ainda.

Valeu, Luis. Que legal. O mais importante é sobre a auditoria mesmo.

Abs e SA!!!

Maria Cecília disse...

Concordo com o comentário do Daniel Cananea em relação ao Henrique, no sentido de ter tido um desempenho melhor que o do Bill. Ele peredu gols que não pode perder, mas ao menos participou criando jogadas, o Bill só Jesus na causa, o cara parecia um zagueiro do Figueirense, é muito ruim mesmo. Acho que vi na quarta o Henrique que leio as vezes nos sites de esporte, quando dizem que vai muito bem nos treinos. Acredito que com um pouco mais de ritmo de jogo, ele seria opção melhor que o atual titular.


Marcio disse...

Eduardo Samico, aqui vai o endereço com a entrevista do Falcão:

https://www.youtube.com/watch?v=sNsz2gDBN70

SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Maria Cecília, o fato é que os dois são ruins. Ruins não, péssimos! Rs

Valeu, Márcio.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Já que temos uma pessoa que se colocou a disposição para levar nossas sugestões ao CEP, não deixarei de fazer a minha.
Seria muito bom, ao meu ver, que o BOTAFOGO deixasse de cobrar a taxa de R$70,00 para que se participe do processo seletivo. Esta taxa é excludente, pois talento não está vinculado à possibilidade financeira.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

De acordo, Márcio.
Abs e SA!!!

Rafael Elias disse...

Marcio, vc poderia ter me poupado desse scout do Marcelo Mattos. Mas dei boas risadas aqui com o meu pai. Hahahaha