terça-feira, 16 de junho de 2015

Grupo nas mãos


















O técnico Renê Simões falou sobre o número excessivo de demissões de treinadores nas duas principais divisões do futebol brasileiro:

"- A partir do momento em que o treinador perde o vestiário, tem que ser trocado. Não tem o grupo na mão, esqueça. Temos que começar a falar mais a verdade no futebol. A verdade é que os clubes estão contratando no Brasil por um perfil financeiro. Não é levado em conta o currículo ou os métodos".

Nessa eu concordo plenamente com o Renê. 

E esse é o ponto mais positivo que considero no trabalho (e pessoa) dele em General Severiano: O controle do grupo, mesmo que o atual Botafogo tenha apenas um craque fora de série e vários outros atletas apenas aplicados.

Para o projeto do GLORIOSO em 2015, é o certo. E apesar de não gostar do RS como treinador (na beira do campo), reconheço a sua importância para uma temporada, até então, tranquila e dentro do planejado.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

17 comentários:

Anônimo disse...

Também não ia com a cara dele. Até achei que a dupla Renê/Lopes seria um fracasso. Ambos queimaram e muito minha língua. Diria até que o Lopes vem surpreendendo até mais, afinal, parece que todo o bastidor passa por ele e ele tem sido absolutamente tranquilo e sem querer ser estrela.
Parabéns aos 2!
Jacob

Anônimo disse...

RODRIGO,ontem,citei alguns exemplos de futuros craques que não deram em nada.Hoje,lendo o noticiário esportivo,fiquei estarrecido em saber que o LUCAS ZEN ganha mais que o teto estipulado pelo clube.Lembro-me que quando surgiu,a "mídia"dizia que era um futuro jogador de seleção,seria melhor que MAURO GALVÃO,tinha visão,etc,etc.
Ainda hoje,fico boquiaberto como tem gente que acredita em notícias "plantadas" por empresários,comentaristas,gente da impren$$$$a,etc.Agora pegaram a mania da tal de "joia rara da base",que repetem até a exaustão nas TVs e programas esportivos.Quantas jóias raras de nossa base,recentemente, viraram titulares absolutos? Digo tudo isso para tentar explicar ao amigo o por que de não ficar tão entusiasmado com essa joias que apregoam.Quero mais é ver jogar umas 3 ou 4 partidas NO TIME TITULAR,CONTRA ADVERSÁRIOS MELHORES,DESDE O INÍCIO,para ver se realmente podem dar caldo ou não.
Quanto a nossa promessa,o jovem LH,assisti a duas partidas dele.Achei que tem boas possibilidades,mas não vi nada tão empolgante.Por isso,também sou favorável a testar logo que possível para ver no que vai dar.
Quanto ao RS tecnicamente,discordo do amigo,não o vejo melhor nem pior do que os "treineiros" atuais,haja vista que os considerados melhores da atualidade,levaram "chutes na bunda",recentemente,e com elencos bem melhores do que o nosso.Queria ver o que os tais "queridinhos da mídia","professores" e outras baboseiras mais,fariam com o nosso grupo atual?
Saudações alvinegras,JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Sim, Pai. Quanto à pessoa e profissionalismo do RS, nota 10. Minha única questão é no campo, mas esperemos a volta para a série A para pensar nisso em 2016.

Jota, com o nosso elenco - e disputando a série B -, tenho certeza de que não fariam pior! Já eu não sei se o RS faria melhor que eles (e olha que quase todos foram mal) na série A com um dos elencos que já trocaram de treinadores. rs

Abs e SA!!!

alex disse...

Na verdade se os clubes de futebol , não entrarem na realidade financeira , daqui alguns anos vão todos se extinguir , pois hoje na atual situação não dá para pagar a um jogador comum 100 , 200 mil reais , é um absurdo....
Tambem queimei minha lingua em relação ao rene/ lopes, acho que eles foram orientados pelo presidente pé no chão , para que não fizessem loucuras e hoje é o que temos para disputar os campeonatos em 2015 e detalhe não está tão longe das principais equipes do pais.

Rodrigo Federman disse...

De pleno acordo, Alex.
Abs e SA!!!

Rafael Elias disse...

Concordo, o que acontece muito... Vejo o Doriva como um ótimo treinador, mas, talvez pela pouca experiência, é possivel que tenha perdido o vestiario no vasco, por exemplo. Rene tem sido o "bom, bonito e barato". E concordo com as suas observacoes tecnicas tb, as mesmas minhas.

Rodrigo Federman disse...

Rafael, sem contar que trabalhar com Eurico deve ser algo extremamente complicado, né? Diferente do RS com o CEP.
Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

CEP esta fazendo um trabalho muito exemplar e incomparável com a ultima gestão que assombra o clube ate hoje.... Os jogares que ainda estão da ultima gestão ainda constam ate hoje vem atormentando a atual gestão. O Botafogo atual não pode se dar ao luxo de sustentar jogadores que não fazem a mínima diferença no grupo como é o caso de Marcelo Mattos, Airton, Henrique e Lucas zen.

Rodrigo Federman disse...

Eziel, aos poucos o CEP vai arrumar a casa.
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Li hoje no Fogãonet isso que o JOTA comentou, sobre o Lucas Zzzzzen receber acima do teto salarial ora estipulado pelo clube. Absurdo completo ! Nem sei quanto ele ganha, mas é um disparate. O Marcelo Mattos ainda dá para entender: veio de fora, já era um jogador experiente e tinha alguma qualidade -considerando-se os tempos atuais, bem entendido. O Henrique vive do fato de ter sido, há trocentos anos, o melhor de uma Copa Sub-qualquer coisa. Um bom empresário, e naqueles tempos que não deixam a menor saudade, dá pra entender. Mas o Lucas Zzzzen !?!?!

Difícel explicar, não ? Coi$a$ da ge$tão pa$$ada, tão defendida por tantas donaslúcias.

Realmente, o trabalho realizado pela diretoria e pela comissão técnica é digno de aplausos de pé. Pegaram uma terra arrasada, não tentaram enganar ninguém com promessas mirabolantes, pelo contrário, sempre deixaram claro os objetivos para o ano de 2015. Estamos, até o momento, acima das melhores expectativas.

Parabéns, CEP, diretoria, RS/AL, toda a comissão técnica, jogadores, torcida. Dá-lhe, FOGO !

Abs.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, imagina quanto desse salário do Zen ainda não continua indo para o bolso do Nininho e da quadrilha da praia, hein?
Abs e SA!!!

Wêklef paulo disse...

Parabens pelo Blog, muito maneiro !!

Se não for pedir muito entrem e confira o meu Blog. Saudações alvinegras!!

http://fogaodomeucoracao.blogspot.com.br/

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Weklef.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

É um fato incontestável a seriedade do Lopes e do R. Simões no tocante aos seus trabalhos no futebol ao longo dos anos; e isso independe dos trabalhos bons ou ruins que fizeram.
Hoje, embora possa contestar uma ou outra contratação, essa ou aquela forma de jogo ou escalação, o mesmo não pode ser feito em relação aos resultados conquistados.
Particularmente ainda vejo espeço para esse Time crescer.
Deste modo, não haveria trabalho nem resultado satisfatórios se boas condições não fossem proporcionadas à dupla; Mérito do CEP e sua equipe.
Em relação as demissões dos técnicos, cada caso é um caso, mas é uma discussão menor perante a tudo que precisa mudar no futebol brasileiro, não basta apenas atacar a consequência.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, falou e disse. Concordo 100%.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Mauricio Assunção não enxergou isso; já que o Vagner Mancini tinha perdido o vestiário, barrou inexplicavelmente o Renan para colocar o frangueiro Andrey e todo mundo via que o Mancini tava perdido no campo e foi até afundar de vez o clube.
É por isso que o Renê Simões não faz sucesso como técnico é um cara que conhece quando não está dando para ele, não é como os outros que espera o clube manda embora para receber a indenização, você sabia que o Mancini vai receber tudo que o botafogo deve a ele.
Eu nunca vir um treinador, tão sem comando, como o Mancini se ele tivesse vergonha na cara, tinha renunciado na dispensa dos 04 jogadores, que o bundão do Assunção cinicamente mandou embora e mesmo sem pagar,bateu no peito que ele assumiria o rebaixamento e o sem vergonha conseguiu terminar o mandato, nossa torcida e a diretoria passada era do mesmo nível do Assunção, só pode ser.

Marcos Antonio

Marcos Antonio

Rodrigo Federman disse...

Marcos Antônio, o que tem a ver a torcida, cara?
Abs e SA!!!