domingo, 4 de outubro de 2015

Tudo errado
























Ainda sobre o jogo da sexta passada, parece que o técnico Ricardo Gomes gostou do que viu no empate com o Sampaio Corrêa:

"- Vendo o jogo, não dá para reclamar não. Foi um jogo muito bem disputado. O Sampaio Corrêa é muito bem organizado e ofensivo. Eles fizeram um bom jogo, assim como nós, mas sentimos um pouco o campo, perdemos jogadores importantes, como o Fernandes e o Daniel. Acho que o único erro foi de não termos dominado mais o jogo depois do segundo gol, ter tido mais a posse de bola. Finalizamos pouco a gol. O empate foi justo".

É sério que o RG gostou do time e que só viu um erro durante toda a partida? 

E outra: Ao perder o Fernandes e Daniel, por que não colocou o Elvis de cara? Preferiu continuar com três volantes (todos, fracos) e chamando o Sampaio para cima. 

Deu no que deu.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

23 comentários:

Antonio de Padua disse...

Esse tipo de discurso, ´´Politicamente Correto``, já encheu o saco...
Tudo bem, é pra manter a harmonia no grupo, não criar problemas nessa reta final da competição, etc...
Seria melhor ficar calado, pois, todos vimos que o jogo foi horrível, que não jogamos nada!
Uma boa desculpa seria dizer: ´´Esquecemos de avisar ao futebol que o jogo seria hoje, portanto, só o time compareceu ao gramado```. Ou então: ´´ As bagagens que traziam nosso futebol, foram extraviadas no aeroporto, por isso não pudemos mostra-lo na partida``.
Eu acreditaria, sem sombra e dúvidas.
Fui.

Anônimo disse...

Veja a opinião de 2 dos melhores zagueiros que passaram pelo Botafogo Mauro Galvão e Gonçalves sobre a equipe.

"uma reestruturação.

- A equipe foi montada para disputar a segunda divisão e conquistar o título que eu acho até uma obrigação do Botafogo pela sua história e grandeza da camisa. No momento, a torcida está feliz e esperamos concretizar o sonho de voltar a elite do futebol. Mas ano que vem, precisará reformular o time. Terão que trazer contratações de ponta e para isso deverão aumentar o orçamento - disse Gonçalves".

"O ex-zagueiro Mauro Galvão também fez história no Botafogo quando conquistou o Campeonato Carioca de 1989 contra o rival Flamengo. O ex-jogador levantou a taça e soltou o grito de campeão após um longo jejum de 21 anos sem títulos do alvinegro. Galvão falou com os pés no chão sobre a campanha do Botafogo na Série B e o estádio Nilton Santos, que será entregue para as Olimpíadas em 2016"

- Achei interessante o que o Botafogo fez na Série B. Definiu a folha salarial que ficou dentro das condições do clube e contratou bons jogadores para disputar a segunda divisão. Com o time se classificando, não acho que seja certo o time mudar radicalmente. Claro que a diretoria deverá ter contratações pontuais, mas sem exagero. O início do ano será complicado porque o time estará sem o Nilton Santos [estádio], mas a diretoria já está reformando o Caio Martins, uma antiga casa do Botafogo - disse Galvão".

Rodrigo Federman disse...

Também acho, Anônimo. Se é para falar essas bobagens, eu preferia que ficassem calados.

Valeu, Anônimo.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Se ainda é desconhecido da maior parte da torcida do Botafogo, o atacante Álvaro Navarro já alegrou os alvinegros pelo menos por uma noite. Quando jogava pelo Defensor (URU), "El Chino" fez dois gols em cima do Flamengo, rival do Glorioso, na vitória por 3 a 0 dos uruguaios sobre o Rubro-Negro, no Centenário, pelas oitavas de final da Copa Libertadores de 2007.
A partida, realizada no dia 2 de maio daquele ano, ajudou a tirar o Fla da competição continental.

Rodrigo Federman disse...

Ok, Anônimo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O BOTAFOGO não se faz respeitar, fala dos adversários como se estes fossem o Real Madrid.
Discurso no mínimo lamentável; totalmente desnecessário. Melhor seria o silêncio.
Essa conduta do "está tudo bem" não levará o CLUBE a lugar algum e o pior que há quem goste.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, mais triste ainda é ver que torcedores concordam com esse pensamento pequeno.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Pois é, Rodrigo.
A culpa, segundo alguns, é do Torcedor que reclama desse comportamento. Enquanto isso, o último título importante conquistado é do século passado.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

É, Márcio. Por isso eles estão satisfeitos. Pensam pequeno e os resultados pequenos aparecem. E aí eles julgam como objetivos alcançados.
Abs e SA!!!

Enéias Teles Borges disse...

Ricardo Gomes mostra o que sempre foi e o que sempre pensei dele. Técnico fraco. De decisões demoradas. Não enxerga o jogo no momento exato. Não usa variações táticas dentro da partida e sem precisar trocar os jogadores.

Nem podemos reclamar muito, pois o nosso time é muito fraco. Não dá para saber se em 2016 ficaremos no meio da tabela da Série A ou se seremos humilhados.

SA

Rodrigo Federman disse...

Eneias, se não mudar muita coisa, já dá para imaginar o ano que vem sim.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,há alguns dias,estava zapeando por esses inúmeros canais esportivos,cheios de "entendidos",que nunca praticaram esportes ou vestiram um calção,mas cagam muita goma, quando vejo a figura de PAULO CESAR CAJU.Pensei logo em ver o que acontecia,pois o negão foi craque,conhece de bola e é irreverente.O tema era se os treinadores brasileiros deveriam ou não fazerem estágios na Europa,conhecer técnicas novas,aprenderem com os professores de lá, etc,etc.PC,com aquele jeitão,foi direto na ferida dizendo:"estágio nada,as escolinhas tem que acabar com essa mentalidade tacanha de era Dunga e Felipão,dois caras que nunca tiveram a mínima identidade com a bola e que futebol para eles é só porrada e mais porrada".Silêncio total dos entrevistadores.E ele continuou perguntando se eles assistiam as partidas das séries A e B.Responderam positivamente e o PC atacou:"a maioria não sabe matar uma bola sem olhar para os pés,não consegue acertar um passe de 10 metros e vocês acham que o treinador consegue montar algum esquema de jogo com caras que só sabem dar chutão? Acham que falta treino? O técnico vai ensinar o cara a jogar bola e a dar um drible simples? Caiam na real,o futebol atual beira a mediocridade,tirando uns quatro ou cinco times o resto é tudo porcaria e o melhor técnico do mundo em pouco tempo seria demitido".
Comecei a pensar no que ele disse e lembrei-me de vários perebas execrados por todos nós e que atualmente são titulares incontestáveis em times das séries A e B.
Pensando bem,o negão tem razão em muitos aspectos,particularmente no que diz respeito a falta de bons jogadores.JOTA.

Sergio Di Sabbato disse...

É difícil entender o que se passa na cabeça desses técnicos brasileiros, e pior, os jogadores dentro de campo não pensam. Contra o Sampaio Correa, quando o time do Botafogo nas poucas vezes em que se dignou a trocar passes marcou dois gols. Por que então o time não continuou jogando dessa forma? Ao invés disso preferiu esperar o adversário, tecnicamente fraco, mas que correu e lutou. O mais irritante é que se o Botafogo pretendia esperar o adversário e armasse contra-ataques decentes poderia até ser aceitável, mas nem isso esse time consegue, os caras erram passes de 2 metros. Concordo quando escrevem que o Botafogo não se faz respeitar, é a mais pura verdade, mas o mais irritante é que essa atitude não é de agora. O Botafogo parece querer se conformar em ser pequeno, perdeu a noção da sua própria grandeza. Vou ser sincero: não espero mais ver bom futebol desse time, torço pelas vitórias que nos devolvam a série A, que ganhe jogando mal, mas principalmente que os dirigentes do Botafogo se conscientizem que é necessário uma reformulação geral no DP. Esse ano eu até compreendo as contratações, pois o estado que o nefasto deixou o clube seria difícil algo mais do que esse atual elenco,, muito embora com um pouquinho de inteligência dava para fazer o time jogar pelo menos de forma razoável. Então, repito, vou torcer pelas vitórias que faltam, mesmo jogando mal. Mas que é um suplício assistir esse time do Botafogo, nenhum torcedor consciente tem dúvidas, apenas as d. lúcias é que acham normal. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Jota. Mas não dou total razão ao PCC não. Bons técnicos podem fazer um jogador médio se tornar fundamental em um time.

Sérgio, sem contar que com a saída do Fernandes, ele recuou ainda mais o time.

Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Em parte o PC Cajú tem razão. Também acho que 90% dos jogadores atuais, série A, B, C, D são umas grandes porcarias, e realmente os fundamentos desses caras é de dar dó. Mas montar um esquema de jogo razoável é possível e, mais possível ainda é saber como montar um esquema de jogo com os jogadores do elenco. Hoje li um comentário interessante do Roberto Porto: " O Botafogo demorou a saber usar um esquema que aproveitasse as qualidades do Garrincha". Só para lembrar, o Garrincha no começo da carreira insistia em jogar de armador. Um exemplo que eu sempre escrevo é o do C A Santos, que em 88 era uma verdadeira draga, mas com o Espinoza o CA passou a ser um jogador fundamental no time do Botafogo de 89. Outro exemplo foi o time de 76, que a partir do comando do Paulo Amaral não perdeu nenhum jogo no 2º turno do carioca e só perdeu o título no saldo de gols. Em 2002 o time do Botafogo era uma draga e precisava de 5 vitórias para não cair, o Antonio Clemente assumiu e foram 5 vitórias seguidas. E porque não recordar um dos piores times que o Botafogo teve mas conquistou o único título internacional reconhecido pelas entidades, que foi o time de 93. Por outro lado não podemos negar que um técnico desatualizado, caso da maioria dos treinadores brasileiros dificilmente conseguirá exito mesmo com bons jogadores. O caso do Zagallo em 74 é um exemplo contundente disso. Discussão difícil, mas o que me interessa é o Botafogo, e esse só com muita dose de paciência para aturar, pois o elenco é fraco, o treinador não está no seu estado de plena normalidade e nós torcedores somos os culpados desde que aquele imbecil do nefasto comprou essa ideia. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Sérgio. Penso igual a você. O papel de um bom treinador sempre pode ser notado, independente da qualidade do elenco.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

É, falamos muito de "jogadores horrorosos, cambadas de perna de pau, não se faz omelete sem ovos, etc...que os técnicos são muito fracos", mas fico pesando que na Europa a qualidade técnica é indiscutivelmente menor do que a dos brasileiros. Até acho que melhorou muito, mas se pegar a essência de jogador por jogador, ainda somos melhores. O que faz os caras equilibrarem a balança é treinamento adequado. Veja bem não escrevi quantidade, disse adequado, até porque dizem que treinam menos (em horas). Tenho certeza que por lá o cara deve ter que treinar cruzamento e passe umas 1.000 vezes pra poder ser titular. O tal "scoult" apregoado pelo babacão desempregado existe, mas a cultura é outra, a foma de avaliar é outra, tentou adequar um item dentro de outro contexto e quebrou a cara. Quantos jogadores bem avaliados aqui ao chegarem lá são desprezados pelos técnicos europeus! Claro que é pela falta de adequação, disciplina, etc... Fico imaginando um técnico europeu que consiga trazer essa cultura desde a base, em um clube aqui no Brasil. O cara vai ser campeão de tudo. O Barcelona 2009/10/11 vai ser fichinha perto do que esse cara poderá fazer em um clube no Brasil. Mas isso é uma utopia, no Brasil não se objetiva um trabalho planejado para longo prazo, os caras pensam só na semana seguinte e olhe lá... Claro que isso depende de uma boa gestão de contratos, investimento, infra-estrutura, etc...É utopia? Não acho. É investimento. Tem um monte de empresários que querem ganhar $$$$ não é? Investe em um projeto desse tipo e o retorno é garantido.

James cancelier de moraes disse...

Quando no final do jogo o Sassá levou a bola pro cantinho do escanteio e ficou lá querendo matar tempo e perdeu a bola logicamente proporcionando contra-ataque, vi que o pensamento do técnico e jogadores estão bem desatualizados e pequenos. Jogada irritante e manjada essa, melhor ir pra cima e matar o jogo de vez.

Rodrigo Federman disse...

Bem nessa linha mesmo, Anônimo.

Exato, James.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Footbonaut - O centro de treino tecnológico do Dortmund

http://desportogestao.blogspot.com.br/2012/10/footbonaut-dortmund.html

O trabalho pode melhorar a performance de um atleta, independente de sua qualidade. Vejam o caso do cafú, jogador mediano que tem um currículo extremamente vitorioso. E isso não pode ser atribuído apenas à sorte.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Boa, Marcio!
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

O problema da equipe pra mim é a falta de velocidade e marcação pois a transição defesa ataque ate melhorou precisavamos de um meia atacante do perfil do maicossuel rapido e que joga pelos lados o Neilton é bem meia boca e o Daniel carvalho so aguenta um tempo com 3 volantes então ai que a bola não chega; quando chegou saiu os gols .

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, ainda não acho que a transição tenha melhorado. Acho que falta muito mais coisa além da velocidade.
Abs e SA!!!