domingo, 22 de novembro de 2015

Mito

















Capitão, ídolo e verdadeiramente o único craque do time, o goleiro Jefferson falou sobre o título conquistado na noite de sexta-feira:

"- Sensação de alegria, de alívio, de dever cumprido. Falei aqui que era para ser campeão para entrar para a história do Botafogo, e conseguimos. Temos um grupo maravilhoso, é agradecer todos, agora é só comemorar. Tem muita gente que fala que título da Série B não é importante, mas é importante sim para a gente. Exaltar também a torcida, que aplaudiu aqui do início ao fim. Tudo tava escrito para ser campeão aqui".

Os jogadores não têm culpa de nada e cumpriram com suas obrigações, mesmo que aos trancos e barrancos.

Em especial, o Jefferson merece tudo de bom no Botafogo. Ele já está na história do clube, independente do título da série B.

Obrigado, Jeff! Feliz em ver você vestindo a nossa camisa e demonstrando esse amor pela Estrela Solitária. Mas para mim, confesso: Foi muito mais importante - e aí sim, comemorei - quando você disse que continuaria em General Severiano para a disputa da segunda divisão do que a taça levantada ontem.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

15 comentários:

Jeremias disse...

Pow Rodrigão vou falar oq sobre isso onde eu assino???

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Jeremias.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Não há o que acrescentar, já que independente do que nós torcedores pensamos a respeito, Time algum do BOTAFOGO pode pensar em outra possibilidade que não seja vencer, vencer e vencer.
A permanência do Jéfferson foi o maior acerto da Gestão CEP; nunca duvidei da validade do esforço em mante-lo com a nossa CAMISA.
SA!!!

Yolanda disse...

Rodrigo, tb concordo com você.
Admiro muito o Jefferson pelo seu respeito e amor ao clube, pelo seu caráter e tb por ter preferido ficar no Botafogo, nos tempos de hoje sabemos muito bem o que acontece.
Parabéns Jefferson, vc mereceu ter levantado a taça!
SA!

Rodrigo Federman disse...

Exatamente, Marcio.

Yolanda, assim nascem os ídolos!

Abs e SA!!!

Gil disse...

Fala Rodrigão,

Meu Amigo, os Deuses Botafoguenses nos prepara certas coisas que só Botafoguense para aguentar.
A derrota para o Santa Cruz (não precisava ser por tres gols), foi para que o título fosse conquistado com o Jefferson em campo. Nada mais justo e merecido, pois ele, como você bem descreveu, foi o único a acreditar no Botafogo.
Penso que além de Amar o Clube, Jefferson queria mostrar para os crápulas da praia que os únicos culpados pela série B foram eles.

Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Rodrigo Federman disse...

É isso aí, Gil. Título no Mané Garrincha e comemoração no Nilton Santos. Nada mais Botafogo do que isso!
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Por partes:
O dentista FDP rebaixou o clube. O CEP foi o grande responsável por administrar uma massa falida e ter dado as condições mínimas pro clube voltar ao lugar de sempre.
Os jogadores que participaram do rebaixamento foram os responsáveis pelo rebaixamento. Os jogadores que entraram em 2015 com a obrigação de fazerem o time subir, fizeram, e bem, o seu trabalho.
O CEP e o grupo desses jogadores não são a torcida, portanto, é justo que comemorem a vitória e o título de campeão.
À torcida cabe agradecer aos que representaram o clube nesse momento triste da nossa história e trabalharam dentro das suas possibilidades técnicas com dignidade (diga-se de passagem esse grupo foi bem digno) e respeito ao clube e sua torcida.
Jacob

Rodrigo Federman disse...

É isso aí, Pai.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

O Jeferson tomou uma atitude pouco comum entre os jogadores de futebol da atualidade. Escreveu seu nome entre os ídolos imortais do Botafogo. Abs e SB

Rodrigo Federman disse...

Concordo, Sérgio. Ele já está na nossa seleta galeria.
Abs e SA!!!

Jeremias disse...

Olha nois mtas vezes queremos patrocínio máster mais nois sabemos que não e tão fácil assim além do clube não ter crédito e o respeito diminuir nem por isso o CEP deixou de brigar ou fazer corpo mole exemplo foi o jefferson pq ele se recusou em abandonar o clube como os outros

Rodrigo Federman disse...

Jeremias, o CEP termina o ano com saldo positivo.
Abs e SA!!!

Marcos Oliveira disse...

O Jéferson, já sabíamos que era diferenciado, craque mesmo, então acreditávamos nele, mas um presidente recém-empossado, trazia junto de si, um oceano de dúvidas, de desconfianças... para a torcida, no que se refere confiança, seria determinante que tivesse atitudes certas, de preferencia, que entrasse já fazendo "gols de placa" e fez. A permanência do Jéferson foi um gol de placa, além de assumir uma postura de comando e proteção à instituição Botafogo e quem achava que continuaríamos sem comando, como a casa da mão Joana, se enganou e logo de cara levou um pé no peito. Enfim, por isto tudo, merece crédito para o segundo ano deste mandato. SAN!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Marcos. Mas principalmente se também tiver aprendido com alguns erros. É muito importante.
Abs e SA!!!