quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Nenhum dos dois

















Notícia retirada do site Globoesporte:

"Renovação de Navarro complica, e Botafogo estuda manter Ronaldo.

Atacante que marcou gol do acesso à Série A volta a entrar nos planos da diretoria e pode ficar, caso uruguaio não acerte permanência em 2016".

Meu comentário 1: O empresário do Navarro está fazendo muita "onda". O cara não é a última garrafa de água do deserto. Fazendo esse jogo duro e/ou pedindo uma grana preta, eu agradeceria e finalizaria as negociações.

Meu comentário 2: Nem cogitaria a permanência do Ronaldo. Primeiro, porque é fraco. Segundo, porque já seria carta fora do baralho, caso o uruguaio renovasse. Ou seja, na avaliação técnica - independente de qualquer coisa -, não havia sido aprovado.

Pega esse dinheiro dos dois e tragam um bom companheiro para o Luis Henrique. 


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

54 comentários:

Sergio Di Sabbato disse...

Depois de ler o resumo da entrevista do Vice de finanças do Botafogo, o Bernardo Santoro - o Kosh, vejo que a situação financeira do Botafogo é muito delicada, mas muito mesmo, herança do maldito nefasto. Vai ser muito difícil contratar jogadores de ponta e, pelo andar da carruagem, 2016 vai ser um ano de muita luta. Maldito FDP nefasto peste da praia. Sobreo Ronaldo: é fraco e pro banco como 3ª ou 4ª opção pode ser, mas como o clube está num buraco imenso, o que nos resta? Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Infelizmente, Sergio. Triste realidade herdada pelo CEP, "graças" ao maldito nefasto que assaltou o clube entre 2009 a 2014.
Abs e SA!!!

Antonio de Pádua disse...

Voltei!!!
Fala aí, Rodrigo!
É, pelo visto a coisa tá preta e acho que só mesmo o Chapolin Colorado para nos ajudar...
Esse Ronaldo, nem pra compor elenco. Mas, como o cofre esta vazio, vamos Ronaldear em 2016.
Abraço.
Fui.

Rodrigo Federman disse...

Grande Antonio! É, amigo...sem dinheiro fica difícil imaginar muita coisa além de Ronaldo! ehhehe
Abs e SA!!!

Marcio disse...

A dificuldade na renovação do Navarro não pode ser condicionante à permanência do Ronaldo, já que o uruguaio, embora tenha feito gols, não jogou a temporada inteira e continua sendo uma incógnita e o brasileiro me pareceu bem comum.
Que se parta para outra solução.
Quanto a montagem de um novo Time, sinceramente não me preocupo com nomes badalados e sim se o camarada tem futebol a apresentar. Com a crise, o BOTAFOGO tem de avaliar de forma excelente os possíveis contratados de modo a minimizar os erros; o Lulinha apresentava um percentual altíssimo de que seria uma péssima contratação, foi contratado e por consequência muitos reais desceram pelo ralo.
O CLUBE precisa investir fortemente na base, adotar uma filosofia única de jogo, ter excelência na procura de talentos para os time profissional e acabar com essa indolência que ataca e atacou o Time em diversas temporadas.
Feito isso, um time que nos mantenha sem sustos na série A do brasileiro e que possa eventualmente beliscar uma Copa do Brasil ou Sul-Americana, dada as características das competições, seria um excelente retorno.
SA!!!
SA!!!

Anônimo disse...

Não gostei da dispensa do Giaretta. Contribui muito, jogou de lateral, meio campo e zagueiro. Sempre com muita raça e disposição. Bem melhor que Luiz Ricardo, Gegê , Otávio e outros que estão negociando renovação !!!! Deveria ficar, pois é participativo, não reclamando quando deslocado se sua posição.

Marcio disse...

Na realidade, o BOTAFOGO além de trabalhar e muito na solução de seus problemas financeiros, precisa de passar pelo processo de Reengenharia.
Tem um certo clube aqui no Rio de Janeiro, que tem sido muito elogiado por sua gestão, principalmente no tocante as finanças. Entretanto, após uma derrota fora de casa, o próprio técnico se disse envergonhado da forma em que foram derrotados; o time é tido como preguiçoso por seus próprios torcedores.
Fui buscar esse exemplo para que tenhamos em mente, e temos, que o dinheiro é uma das soluções e não a única, já que não adianta ter muito se não soubermos utilizá-lo de forma máxima.
Vejo falarem muito na reestruturação financeira, louvável, e pouco na restruturação organizacional do BOTAFOGO.
Não adianta o Santoro esmiuçar toda a grave situação financeira e trabalhar nas soluções, se o Padilha em seu pronunciamento ataca o público consumidor, ou seja, o Torcedor; se o Lopes contrata jogador que sabíamos a 500 anos que provavelmente não daria certo.
Precisamos e vamos fazer mais com menos; trabalhar na excelência é a solução, embora reconheça que o grau de dificuldade é altíssimo para manter o CLUBE respirando.
SA!!!

Anônimo disse...

Botafogo depositou ontem, em juízo, o dinheiro para comprar mais 20% dos direitos econômicos e garantir a renovação automática do volante Willian Arão. O clube também enviou o contrato para a CBF, o que faz com que o documento entre em vigência e complique a vida do jogador. Com o documento enviado para a CBF, entra em vigor o pré-contrato assinado pelo próprio Willian Arão que dá prioridade de renovação ao clube alvinegro.

A atualização do contrato deve ser validada e aparecer até quinta-feira no Boletim Informativo Diário da CBF (BID). Willian Arão provavelmente será chamado para explicar por que devolveu duas vezes a quantia paga pelo Botafogo.

ESSE CEP É FODAAAAA!! DEFENDE OS INTERESSES DO CLUBE COM UNHAS E DENTES!!!

Anônimo disse...

NEILTON, NAVARRO E ARÃO NÃO JOGAM NADA. Pobre Botafogo. Deixem ir embora. Contrata o Maicon Leite, Biro Biro e Fernando Bob.

Rodrigo Federman disse...

Concordo, Márcio. A permanência do Ronaldo não pode ser condicionada à saída ou não do Navarro.

Anônimo 1, eu também ficaria com ele para compor o grupo.

Isso aí, Anônimo 2.

Anônimo 3, acho seis por meia dúzia.

Abs e SA!!!

Filipe disse...

Mandar o Giaretta embora para correr atrás de Bruno Aguiar... Só podem esta de brincadeira mesmo

Rodrigo Federman disse...

Filipe, entre um e outro, também prefiro o Giaretta.
Abs e SA!!!

alex disse...

E o Henrique que estava no coritiba ? Acho melhor que os dois e ai ? Vai voltar ou não ?

Rodrigo Federman disse...

Alex, o Henrique também já teve inúmeras oportunidades com a camisa do Botafogo e não vingou.
Abs e SA!!!

alex disse...

De repente , Rodrigo a experiência ajuda , marcou bastante gols la no coritiba e como não temos atacantes , acho que daria para compor o elenco....lembre se estamos sem $$$$$$

Thiago disse...

Agora que estamos de volta a primeira divisão e com um Presidente que dentro do possível vem tentando reorganizar o clube sem cometer loucuras , chegou a hora do torcedor e dos BLOGS , ajudarem o CEP a ter receita para contratar bons jogadores ,
vamos divulgar o SÓCIO TORCEDOR e fazer campanha para que os alvinegros comprem produtos do clube , a hora é de união o Presidente sózinho sem a ajuda do torcedor
não fará muita coisa e corremos o risco de voltarmos a segunda divisão . pelo número
de torcedores ter só 14.000 Sócios é vergonhoso , acorda torcida alvinegra Juntos Seremos Muito Mais Fortes.

Thiago

Rodrigo Federman disse...

Alex, não acredito que esses meses no Coxa tenham ajudado ele a ganhar mais experiência. Para mim, provou ser jogador de Coritiba (no máximo e com todo respeito ao clube paranaense).

Valeu, Thiago.

Abs e SA!!!

Eziel Junior disse...

Acho besteira da diretoria tentar a permanecia do Neilton... não vejo esse futebol todo nele.
Sobre Giaretta também não concordei com a dispensa dele acho que seria uma ótima opção pra compor elenco.

Acho que um pelo menos um nome de peso pro ano que vem seria valido. Seria bom ter um cara que assumisse a responsabilidade e que elevasse a moral do time, pois voltar pra primeira pra continuar como estava antes não compensa ter subido. Mais vamos aguardar as noticias....

Agora sobre o Arão quero que ele se exploda e espero que a diretoria faça valer cada linha de contrato deste ingrato.

Rodrigo Federman disse...

Eziel, eu também acho que é muito esforço e dinheiro desprendido para um jogador apenas normal (Neilton).
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O problema é apostar em jogador "conhecido" que jamais correspondeu a expectativa alguma e apenas perambulou por vários e vários clubes menores.
Quanto ao Sócio Torcedor, uma curiosidade. Qual percentual do arrecadado vai para os cofres ALVINEGROS, já que não é o CLUBE quem administra o Programa?
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Exatamente, Márcio. Precisamos olhar o "novo".
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, nessa dispensa do Giaretta o Ricardo Gomes tem de ser muito questionado e explico o porquê.
Ele sempre teve o Giaretta como primeira opção de substituição na zaga, lateral e meio campo por vários jogos. O que o levou a mudar tão repentinamente de ideia?
Por que pensam em renovar com o Airton, que não recebeu uma única oportunidade e dispensar quem foi muito utilizado? Por que ele utilizou o Giaretta na zaga e jamais, salvo no último jogo, deu oportunidade ao Émerson?
Não estou discutindo a qualidade do jogador e sim a incoerência do técnico ou a sua falta de voz ativa no processo.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, ainda achei mais estranho porque o próprio Giaretta falou que se dependesse apenas do RG, ele (Giaretta) continuaria no grupo. Muito estranho.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Dispensam giaretta e Daniel carvalho, aí querem renovar com Renan mão de alfaçe, Ronaldo que não e o fenômeno (chega nem perto), Elvis que nem jogar nas últimas 10 rodadas da série b jogou, gege que já provou ser muito ruim, e Airton Mulambo, que foi contratado novamente e não jogou nenhuma partida, vai entender o cep e o Antônio Lopes, concorda com alguma das renovações aí sitadas por mim caro Rodrigo?

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, desses citados eu concordo com renovações de Renan e Elvis.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Continuação da entrevista:

Sobre o ex mandatário, afirmou que o mesmo pegou o clube viável, e poderia, sem nenhum problema, pensar e agir como a atual gestão, ou seja, num projeto a longo prazo, na vida e longevidade do clube.. Disse que o ex presidente é um mau caráter, um traidor da confiança e que o denunciou (se referindo ao mesmo como “vagabundo”) desde o início. Relatou que o Assunção nunca falou em planejamento a longo prazo, governança corporativa, equacionamento de dívida, sacrifício etc..
Relatou que o Maurício Assunção foi montando um time, e tentou fazer um super time para conquistar as Américas, no caso trazendo o ídolo Seedorf.. O entrevistado disse que na atual conjuntara não se pode pensar e nem contratar qualquer grande craque em virtude da saúde econômica e financeira do Botafogo.
O Ato Trabalhista, narrou Bernardo Santoro, é essencial e consome, mais ou menos, 40 % do que o clube recebe da Globo (algo em torno de R$ 1,2 milhões). Mas que, se não fosse o Ato Trabalhista, a falência seria a única opção.
Sobre o Profut, Bernardo Santoro descreveu que os primeiros 24 meses tem um desconto muito interessante (parcela normal dentro das condições do Botafogo), mas que no 25º mês o valor das mensalidades cresce muito, assim como no 60º mês que se torna uma completa loucura. Garantiu que o Profut vai funcionar bem pelos próximos 24 meses, mas teme a partir do 25º mês em diante, e principalmente a partir do 60º mês.
Explicou, por aproximação que nossas dívidas estão em torno de 300 milhões a fiscal, 200 milhões a trabalhista e 250 milhões a civil. Sobre esta última, o clube ainda não teve que se posicionar, mas já há planejamento definido para ser posto em prática.
- “A nossa situação é realmente crítica!”, disse Bernardo Santoro, por mais de uma vez.
Nosso VP de Finanças narrou que o Botafogo que resolveram tocar, o da dificuldade e do resgate em longuíssimo prazo, não comporta ídolos, SOB O PONTO DE VISTA FINANCEIRO.

Anônimo disse...

Sobre nossas sedes afirmou que não vê possibilidades de serem perdidas (vendidas penhoradas etc..)
Em 2015 tivemos vários momentos próximos a um cataclisma econômico e financeiro, provocados em sua maioria por “grandes atletas” botafoguenses ao tentarem furar a fila do Ato Trabalhista e penhorarem as contas do clube. Citando como exemplos o Túlio Guerreiro e Juninho. Se tivessem vencido em suas pretensões e quebrado o Ato, a única solução seria a dissolução do clube. Se o Ato acabar, em tese, o BFR fali. Ressaltou que o Ato deu certo, e que no ano de 2015 o BFR pagou mais de 15 milhões em dívidas trabalhistas. A quebra do Ato traz como consequência a penhora do clube e torna inviável financeiramente o Botafogo. E isto é muito grave.
A perda de alguma sede, Mourisco Mar, Sacopã, General Severiano, são muito pouco prováveis, em virtudes até de legislação, tombamento e destinação das mesmas. Frisou que o problema é macro, e não a perda de sedes, ou seja, a vida e saúde financeira do clube num todo.
Sobre a interdição do Nilton Santos, a Prefeitura do Município do Rio de Janeiro, já ressarciu parte, pequena, dos prejuízos. O clube continua em negociações e conversas com a Prefeitura, uma parceira do clube, com a fundamental e elogiosa participação do Secretário Municipal de Administração Marcelo Queiroz.
Relembrou que quando o Nilton Santos era chamado, na antiga gestão de “Stadium Rio”, outra infelicidade criada pelo ex presidente, foi criada uma visão de que o Botafogo era mero gestor. Mas, se o BFR tinha a gestão, a posse, a tutela, o estádio era e é dele, enquanto durar o contrato de concessão, e se quiserem usar ou jogarem lá terão de pagar! Sobre o mesmo tema, citou mais uma infelicidade do Maurício Assunção: como tratou o estádio na época em que era o único no Rio. Se o clube tinha o monopólio, e sob o ponto de vista econômico, o preço deveria ter sido jogado no alto, maximizando os lucros, e quando parecessem concorrentes poderia haver uma margem a ser diminuída. Ao contrário do que foi dito, o ex mandatário, colocou os preços muito baixos, cobrando aluguéis ridículos. Citou que sob todos os pontos de vistas o Maurício Assunção é lamentável!
Sobre o estádio, ponderou que estudam um meio de se elaborar um aprofundado estudo econômico, no estádio e no seu entorno para se verificar a carência comercial de modo a ser implantado dentro do estádio tais indicativos apresentados no estudo para maximizar as receitas e fomentar o match day dentro do Nilton Santos. Em 2016 será feito o estudo de modo a prover a frequência no Nilton Santos pela sua torcida antes, durante e depois dos jogos.

Anônimo disse...

Pretende ocupar melhor os espaços vazios dentro das arquibancadas (política de ocupação)
Relatou que a cerveja nos estádios foi uma conquista do Botafogo, que partiu e foi uma briga originária de dentro do clube, e que pretendem trazer muita verbas com tal implementação.
O orçamento de 2016 será feito em cima de tudo que foi trabalho no ano de 2015, e não será prejudicado pela reprovação das contas de 2014 que foi último ano de gestão do ex presidente.
A auditoria interna já foi feita com profissionais contratados exclusivamente para isto e muito coisa foi esclarecida podendo sanar várias dúvidas.
O orçamento para 2016 e o balanço de 2015 serão bem realista e serão apresentados na reunião do Conselho Deliberativo.
Sobre Sócio Torcedor (doravante ST), concorda ser essencial ter um programa forte para poder ajudar a reerguer o futebol, acredita que o atual programa é bom, podendo ser melhorado.
Disse que a torcida do Botafogo é muito sofrida e que os 12.529 ST são verdadeiros heróis apaixonados e tem toda sua estima e admiração.
Crê que o direito a voto possa implementar aumentar o programa, mas não é a solução salvadora ou mágica. O VP de Finanças é favorável ao ST ter direito a votar, porém isto não é a solução para tudo.
Alegou que a vice-presidência de marketing está desenvolvendo o Botafogo Digital, um projeto que é importantíssimo e inédito, no qual serão mapeados os torcedores botafoguenses, e isto auxiliará e muito ao programa de ST. O BFR tem que se adaptar aos torcedores e não o contrário, disse nosso vice-presidente. Imagina fazer um ST tipo carrinho de comparas, onde cada qual de acordo com suas necessidades e possibilidades aderirá ao programa, estando assim se adaptando a vontade de cada um. A isto chamou de plano de segmentação. Lembrou mais uma vez que no momento o clube não tem condições de oferecer grandes craques para atrair sócios. Nossos craques se chamam dívidas trabalhistas, fiscais e civis, e esses craques não fazem gol.
Acredita que o direito ao voto e a segmentação do ST aumentarão o número fazendo o BFR passar para outro patamar, e isto será feito ano que vem após a reforma estatutária. Fez questão de frisar:
-“EU não culpo em hipótese nenhuma a torcida do Botafogo por um suposto baixo comparecimento no programa de sócio torcedor!”

Anônimo disse...

Finalizando a entrevista de Kosh

Bernardo explicou que as mudanças do clube vêm de dentro para fora, e que o que se pode fazer é aumentar o colégio eleitoral, com mais sócios proprietários e dando direito ao sócio torcedor VOTAR.
Reiterou que a atual gestão vem fazendo por merecer credibilidade.
EM PRIMEIRA MÃO: Até o final de janeiro será lançado um projeto definitivo que vai nos fazer um dos clubes de maior credibilidade do país.
Sobre os mesmo de sempre no poder, Bernardo foi taxativo em dizer que nunca participou de nenhuma outra gestão.
Encerrou conclamando toda a torcida a aderir ao programa de sócio torcedor ou a ser sócio proprietário, a se unir, a ajudar a reerguer o clube.
-“O Botafogo só vai ser forte e vencedor se todos ajudarem e se unirem!”

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Anônimos 1,2,3 e 4.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, particularmente continuo achando o Ricardo Gomes uma aposta de risco. Louvo a luta e recuperação do indivíduo, mas não sei se sua contratação deveu-se apenas a critérios profissionais. Se algo der errado no trabalho, a diretoria sofrerá muitas críticas em uma eventual demissão por causa de tudo o que envolve o nome do técnico.
Deixo claro que não duvido que esteja liberado pelos médicos, óbvio, apenas considero que a repercussão por sua contratação foi mais humanitária do que por competência.
"O Ricardo Gomes é um cara super do bem, íntegro..."; "Que bom ver o Ricardo Gomes de volta"; Parabéns ao BOTAFOGO pela contratação", foram algumas das frases que ouvi.
Espero que esses aspectos não estejam influenciando as condutas profissionais do CLUBE.
SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Longe do Giaretta ser o jogador dos meus sonhos e provavelmente de quase toda a torcida, mas o cara apesar de todas as limitações nunca deixou de se esforçar. Se faltava futebol sobrava vontade. Prefiro um jogador assim que veste a camisa a um metido a craque que não demonstra vontade. Sobre o ataque, eu tentaria o Henrique noi carioca, quem sabe? Sempre escrevo sobre o CA Santos que em 88 era uma porcaria e no ano seguinte foi um dos principais jogadores na conquista do título, então, não custa experimentar o Henrique mais uma vez. Abs e SB!

VinnyMarques disse...

Nossos zagueiros deveriam ser Roger, Renan, Emerson, Giaretta e Igor.
Não entendi a dispensa... Ruim, mas útil.
Renovaram com o Lindoso... Bazallo foi o contrapeso do Navarro... Arão tem que se f... Daniel Carvalho, ainda não entendi sua dispensa... Elvis continua uma incógnita... Andreazzi sumiu e Fernandes renovou, mas não sei mais o que achar dele...
No ataque, Sassá só em junho... Neílton seria útil se parasse de se jogar... Navarro está sendo muito mal assessorado... Ronaldo é fraco...
Nas laterais, vejo apenas o crescimento do Diego.
Enfim, ainda temos muita coisa a pensar sobre contratações. E sem grana, fica foda contratar. Vamos subir uns juniores e torcer para eles vingarem... Isso se nosso técnico não continuar preterindo-os por Serginhos e Tomás da vida...
Quanto ao ST, a questão do direito a voto é fundamental. E ser claro de quanto dessa grana vai pro clube idem... A gente vive dando dinheiro pra porra nenhuma, desde a gestão do desgraçado Sonegador.
Transparência...

Rodrigo Federman disse...

Sim, Márcio. Eu penso da mesma forma. É a minha preocupação também.

Exato, Sérgio. Sem contar que ele quebra o galho em pelo menos três setores quando é preciso, né?

Vinny, em resumo: O elenco é limitadíssimo e não acredito em grandes mudanças para o ano que vem.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Escrevi que se havia um momento para se desfazer do Henrique, esse momento é o atual, onde ele tem se destacado no Coritiba. Entretanto, caso não haja jeito, concordo com o que escreveu o Sérgio Di Sabbato, coloca para jogar o Carioca para ver o que acontece, pois a única possibilidade de surpresa será positiva.
E com todos os contras que o Henrique possa ter, o vejo como um segundo de ataque e não como um centroavante; coincidentemente, ele esta se destacando no Coritiba com o mesmo técnico que o comandou no Sub 20, onde foi artilheiro e melhor jogador e isso não pode ser ignorado. Talvez a culpa não seja sua de forma absoluta.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, eu já penso que deveríamos negociar o Henrique agora, por qualquer valor que não represente prejuízo ao que já foi investido pelo Botafogo nele. heheheh
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Com certeza, Rodrigo, a oportunidade é agora; apenas fiz referência em caso de não ser realizada a negociação.
Assim, ele retornando, deveria ser testado no carioca, como disse o Di Sabbato, já que nunca fez corpo mole dentro de campo.
Não fosse o salário, já ouvi dizer que é elevado, de nada adiantou ele sair e para o seu lugar ter vindo o Ronaldo; uma situação anulou a outra.
SA!!!

Daniel BFR disse...

Já disse no outro post. A principal janela da Europa é em Maio, e com 12 gols em 19 jogos no Brasileirão, e um Estadual onde ele ficasse de titular mesmo sem brilhar, fazendo de vitrine mesmo, uma negociação mais vantajosa poderia acontecer. Ele ainda é novo, não é cai cai, enfim...

Kal disse...

– Eu quero ficar. Eu me sinto muito cômodo aqui, tanto dentro como fora do campo. A família, a torcida, o carinho que vinha jogo a jogo é muito lindo pra mim. Acredito que se resolva até a próxima semana – disse Navarro ao Globoesporte.com

Quero ficar, quero ganhar muito, quero contrato de dois anos e quero um chinelinho novo, pois jogo 2 jogos e paro 4. Kieza , é melhor e mais barato. Dizem que a pedida do uruguaio foi 130 mil. CEP ofereceu 70.

Abs!

Rodrigo Federman disse...

Aí sim, concordo, Márcio.

Daniel, mas o Botafogo não pode ficar perdendo tempo em apenas ser vitrine. Tem que escalar e procurar ter os melhores. Ficar esperando o desabrochar do Henrique é demais. Até porque não existe essa garantia.

Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Kal, está certo o CEP. Navarro não vale 130 mil.
Abs e SA!!!

Kal disse...

E outra, quase morreu pra jogar na série B , na série A nem vai andar. Tenta o Maxi Rodríguez do grêmio e o Fernandinho!
Se o Navarro quiser mesmo ficar demite esse agente pq ele só está te f.


Abs!

Marcio disse...

130 mil dinheiros pelo Navarro? Mandem avançar a fila!
O foco do BOTAFOGO deve ser obter o melhor rendimento dos jogadores e por consequência resultados, o que não significa ter capacidade de fazer boas negociações quando o momento chegar.
Precisamos ter atenção, pois a gestão moderno praiana cansou de desmontar times bons com a desculpa de fazer caixa; não obtivemos nem dinheiro e nem resultados de campo.
SA!!!

Kal disse...

Concordo com a visão do Daniel. Seríamos barriga de aluguel sim, mas diferente de vezes passadas, dessa vez o filho é nosso(qtos %?). E ele não está abaixo do requisitado Navarro. Não vejo perda técnica, ainda mais prum Estadual. Valeria sim a aposta, ainda mais se não tiver uma proposta realmente razoável agora.


Abs!

Rodrigo Federman disse...

Kal, eu já acho melhor pegar logo a primeira proposta que surgir pelo Henrique, antes que volte ao seu normal (que já conhecemos). Hahaha

Verdade, Márcio. Que ele seja feliz em outro clube, pois aqui não vale essa grana.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

O nosso amigo Rodrigo apenas "lamenta-se" pela saída do Tomas.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Hahaha. Márcio, ele foi um injustiçado!
Abs e SA!!!

Jeremias disse...

O andreazzi será emprestado no carioquinha

Anônimo disse...

Sobre o Ronaldo o acho um jogador comum Renan Fonseca pra série a e uma péssima opção desculpe a opinião de vcs ,
precisamos de 5 reforços pro carioca
e testar a base ve quem vai ajuda e quem vai atrapalhar .

Rodrigo Federman disse...

Capais, Jeremias.

Anônimo, mas dos poucos que se safaram em 2015, o RF foi um deles.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Penso que o Renan Fonseca serve bem na composição do elenco. E mais, conseguiu relativo destaque jogando em uma zaga desprotegida pelo meio campo; sem contar que olhando os dos outros times, não fica tão abaixo.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Sim, Márcio. Sem ser considerado absoluto, também acho que o RF pode compor elenco.
Abs e SA!!!

Daniel BFR disse...

http://www.botafogo.com.br/noticia_interna.php?cat=oclube&session=1946&subtag=Futebol

Rodrigo Federman disse...

Daniel, assunto para o post de amanhã. Já está programado.
Abs e SA!!!