domingo, 17 de janeiro de 2016

Erro zero















O presidente CEP voltou a falar sobre a montagem do elenco botafoguense:

"- Nós temos um orçamento para o ano e trabalhamos com isso. Por isso, sabemos que temos caixa para trazer mais dois ou três jogadores. Eles podem chegar agora ou até o Campeonato Brasileiro. Não podemos fazer loucuras e estamos atentos ao mercado".

São as últimas balas da pistola...
...não podemos errar esses tiros.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

19 comentários:

Marcio disse...

Resta saber se o Departamento de Inteligência será proativo ou vai funcionar como no caso do Joel Carli, ou seja, ficará esperando algum empresário oferecer um jogador qualquer para análise.
E quem disse isso foi o Lopes em uma entrevista na ESPN.
Mudando de assunto, lí que a Federação Equatoriana invalidou os documentos de liberação do Larrea; assim, para fazer justiça, está correto o posicionamento do Jurídico.
Essa informação completa o livro, deixando claro que não era apenas questão de esperar alguns dias a documentação definitiva.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, exatamente. Agora será com o departamento de inteligência. Hehhehe
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

So pode fazer oq o vasco fez contratar no meio do campeonato

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Anônimo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Sempre falamos por aqui da importância de ter gente competente no BOTAFOGO para descobrir talentos. Com a descoberta de valores e uma boa venda para o exterior, o custo de manutenção de um Departamento desses é insignificante; ou muito melhor do que pagar ao Bazzalo para não jogar.
O Palermo, Itália, contratou o Dybala do pequeno Instituto, Argentina, e o vendeu agora em 2015 a Juventus por 32 milhões de euros. Nenhum clube brasileiro conseguiu observar esse jogador aqui no pais vizinho.
Calleri é outro exemplo. O Boca Juniors pagou ao All Boys 1,5 milhões de dólares em 2014 e agora a sua venda está especulada em torno de 12 milhões de dólares. Hoje Atlético MG e São Paulo "brigam" para tê-lo por seis meses.
Não custa lembrar que o Dybala e o Calleri têm apenas 22 anos.
Os clubes portugueses garimpam muito bem e lucram muito com a revenda dos jogadores descobertos.
O BOTAFOGO precisa levar à sério esse negócio de Informação e Inteligência, pois é uma das saídas para o CLUBE. Não dá para lermos que o Time foi montado por causa do conhecimento e influência do Lopes ou qualquer outro nome.
SA!!!


Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Márcio. Isso mesmo.
Abs e SA!!!

jeremias disse...

O que nao pode acontecer e o que varios torcedores querem sair as compras feito loucos e sem grana para pagar o negócio e pés no chao se nao quiser voltar a era MA com todos os bens bloqueados entao e contínua nessa pegada creio que em 3 a4 temporadas estaremos com um elenco competitivo

Rodrigo Federman disse...

Jeremias, tem que ser certeiro nas contratações.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Márcio, até o final da década de 70 antes da saída do Neca e dos Bebianos do comando da base, o Botafogo dentro do país sempre achava excelentes jogadores: Quarentinha e Marinho Chagas são apenas alguns exemplos que me lembro no momento.
Depois que o Botafogo saiu de GS e o clube ficou a deriva naturalmente, a base foi pro espaço. Quando o Botafogo saiu do jejum de 21 anos, este deveria ser o momento de se reestruturar o clube e voltar a investir na base, mas até hoje parece que a coisa não andou e, um grande erro do Bebeto foi não se preocupar com as divisões inferiores.
E dizer que o Botafogo na década de 60 tinha que se desfazer de jogadores muito bons pelo simples fato de ter 3 ou 4 em cada posição. Tomara que o Renha consiga fazer um grande trabalho e o Botafogo volte a ser um clube que revela grandes jogadores.
Eu acho que não observar jogadores dos países vizinhos além de ser um erro me parece ser um pouco de empáfia: ainda achamos que temos os melhores jogadores do planeta, então porque procurar lá fora. Essa é uma impressão que tenho, completamente errada. Me lembro de um comentário do Saldanha a respeito de uma eliminação da seleção brasileira, em que ele começou assim:os europeus também sabem jogar bola.
Falando especificamente do post, estou gostando do CEP. Tomara que os tiros sejam certeiros e que venham bons jogadores. Abs e SB!

Marcio disse...

Mesmo com todos os acertos da gestão do CEP, não vamos esquecer que terminamos 2015 com uns 40 jogadores no elenco. Muito ou pouco dinheiro na conta , o correto é gastar com critério.
SA!!!

ARI DIAS disse...

Concordo com o Jeremias, mas espero não passarmos por 3 ou 4 temporadas para termos um time competitivo. Não adianta encher o time de ex jogadores e depois ficar pagando a conta durante anos, precisamos ter certeza que o contratado pode render alguma coisa para a equipe ou clube.
SALVE NILTON SANTOS, ÍDOLO.

Rodrigo Federman disse...

Sergio, até o momento eu dou nota 7 para a gestão CEP também. Está bem, mas tem alguns pontos a melhorar.

Exato, Márcio.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Particularmente, vejo que o futebol brasileiro chegou onde chegou simplesmente por causa do campo e bola, tanto que tem 5 copas conquistadas. Quando precisou de alguém que organizasse minimamente o time, o resultado foi o 1x7.
Não vou nem falar de organização enquanto entidade, já que jamais teve.
SA!!!

Anônimo disse...

A busca do Botafogo por um centroavante é evidente. Por enquanto, o time de Ricardo Gomes tem apenas Neilton, de 21 anos, Luis Henrique, de 17, e Ribamar de 18. Por ser um grupo ainda muito jovem é que o treinador quer reforços experientes para jogar dentro da área.

- Durante os primeiros meses, vamos ver se precisamos de mais do que para o ataque. O Campeonato mais importante é o Brasileiro, mas o Carioca já está aqui. Estamos, por exemplo, com Luis Henrique e Ribamar, que poderiam estar nos juniores. Precisamos de experiência, claro - explica.

Rodrigo Federman disse...

Ari, pior que eu acho muito difícil termos um time forte (e clube novamente estruturado) antes desse tempo.

Falou e disse, Márcio.

Anônimo, mas prefiro esses jovens inexperientes do que um experiente do nível de Bill, por exemplo.

Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Espero que a volta do "Empurrador" não seja no Botafogo ...

Rodrigo Federman disse...

Não creio, Celso.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O Sérgio Di Sabbato relembrou o quanto a base do BOTAFOGO já foi de excelência.
Este é um caminho possível e necessário a ser percorrido pelo CLUBE, fora ter, como já escrevi, um departamento de inteligência com pessoas competentes para descobrir talentos.
Hoje, duas das maiores potências do futebol mundial, Barcelona e Real Madrid, seguem caminhos diferentes; o Real busca no mercado seus craques, enquanto o Barça opta por formar em casa e buscar no mercado aqueles que supram suas necessidades.
Tanto que mesmo o Real comprando quem deseja, o Barcelona com muitos formados em casa, briga e por muitas vezes tem superado o seu rival de Madrid.
Se para um clube como o Barcelona, com muito dinheiro em caixa, formar jogadores na base trouxe resultados expressivos, imagina para o BOTAFOGO.
O próprio Santos, venceu um brasileiro com um time basicamente formado em casa, geração Diego e Robinho, e foi vice da libertadores no ano seguinte. O próprio Leão revelou que o Santos na época não tinha dinheiro para contratação alguma.
Agora, com a geração do Neymar e Ganso, ganharam paulistas, Copa do Brasil, Libertadores e foram vice mundial. Ano passado, com um monte da base quase venceram a Copa do Brasil; esse ano eles têm 20 jogadores da base no elenco principal.
Que a partir desse ano o BOTAFOGO se atente e trabalhe nesse caminho, pois essa é a solução mais rápida para o CLUBE.

Em tempo: Que o Renha, que já ouvi e li muitos elogios a seu respeito e é o responsável pela base, acabe com a taxa de inscrição para os garotos fazerem um teste no CLUBE. O valor de 70 reais é um absurdo e não agrega nada ao CLUBE, pelo contrário.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Fecho total contigo, Márcio.
Abs e SA!!!