sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Prejuízo incalculável





O torcedor do Botafogo não é burro.

Desde a interdição (com justificativas e propósitos "arranjados") do Estádio Nilton Santos, sabemos que a decisão só tem um objetivo: Roubar, roubar e roubar.

Poucos intere$$ado$, porém, muito bem recompen$ado$.

Isso é fato, inconteste. 

A última nova, depois de três anos de muita roubalheira - e nada feito -, foi que, agora um novo estudo apontou que não precisavam "interditar" o estádio.

Aí, eu leio a seguinte notícia (no site Globoesporte):

"Botafogo estuda juntar estudo do Engenhão em ação contra Prefeitura.

Enquanto faz levantamento interno para calcular prejuízos com interdição do estádio, diretoria alvinegra acompanha os desdobramentos da guerra judicial entre consórcios".

Meu comentário: É uma ação que durará anos, afinal, estamos falando de Brasil, um país naturalmente corrupto e bandido. Mas o Botafogo sempre existirá e não podemos deixar barato. É obrigação dessa diretoria (e das próximas) brigar pelos nossos direitos quanto à isso. O prejuízo técnico foi (e continua sendo) inegável. O financeiro então, sem comentários.

É caso do Botafogo ir até ao Papa se for possível. Processar prefeitura, governo estadual, federal e o "c#$@% a 4".

O valor? Juro que não faço a menor ideia de como calcular. A única certeza que tenho, é que estamos falando de muitos milhões de reais.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

43 comentários:

Celso Ricardo disse...

Um Governo que quebrou a PETROBRÁS, roubou os Fundos de Pensão , usou NOSSO dinheiro para financiar governos COMUNISTAS e ainda fala em golpe. O Botafogo foi mais uma vítima da ODEBRECHT e desse Governo ladrão, corrupto como nunca visto na história da humanidade. Rodrigo, o presidente precisa e deve processar TODOS os envolvidos.

Renan SP disse...

Concordo 100% contigo Rodrigo,o Botafogo certamente perdeu muito dinheiro com toda essa história, por mim, que entrem de sola nessa merda de prefeitura. pena que eu acho que acabará em Pizza...

Um abraço

Fabio Lucas disse...

Deveria processar os juizes ladroes tambem que muitos ja roubaram da gente, digo mais se nao tivesse fechado o Nilton Santos nao teriamos caido naquele fatidico ano de 2014.

Anônimo disse...

O que é o que é:

Meu time não tem estádio, meu time comprou a Portuguesa pra não cair, meus maiores ídolos são: Zico Amarelão, José Roberto Wright, goleiro Bruno e Macarrão.

Qual time eu torço?

Anônimo disse...

RODRIGO,caso o amigo se lembre,na época eu comentei aqui que um dos meus filhos,que é engenheiro,conversou com outros da área e no meio todos sabiam que era "armação" para beneficiar a empresa queridinha de LULA e quadrilha.
Caso não houvesse tanta roubalheira desses esquerdistas de merda,quantos hospitais,escolas,saneamento básico,etc,etc,poderiam melhorar a qualidade de vida da maioria da sofrida população brasileira? Deixa eu me calar,pois quem critica essa canalhada é logo taxado de radical de direita,coxinha,etc.
Concordo plenamente que trata-se de um prejuízo incalculável.Temos que ter cuidado em não nos emprenharmos pelos ouvidos.Relembro ao amigo uma de minhas frases favoritas:"NEM TUDO QUE É PUBLICADO É A REALIDADE.NEM TUDO É O QUE PARECE SER.
Espero que os atuais dirigentes levem a ferro e fogo essa questão,inclusive indo contra e não se submetendo a "alguns caciques" que se aproveitaram do clube durante vários anos.JOTA.

Marcio disse...

Não faltam bons argumentoa para que o BOTAFOGO brigue por seus direitos.
Veremos quanto tempo vai demorar para determinarem o Lucro Cessante e ingressarem no Judiciário.
Lembrando que o Lucro Cessante se dá pelo que deixou de, razoavelmente, ganhar e não por suposição de quanto se ganharia enquanto a atividade está interrompida.
Se o BOTAFOGO tem em seus registros as receitas e custos/despesas do NILTON SANTOS, desde que assumiu o seu controle, o perito não terá dificuldades em determinar o valor a ser pedido pelo período de interdição.
SA!!!

Kal disse...

http://app.globoesporte.globo.com/futebol/qual-o-cep/

Muito legal!! Meu resultado foi: DISCÍPULO DO CEP


kkkkkkkkkk

Rodrigo Federman disse...

Também acho, Celso.

Isso aí, Renan.

Fábio, não dá para afirmar.

Boa, Anônimo.

Perfeito, Jota.

Márcio, e tem que ser "pra ontem".

Kal, verei mais tarde. Agora estou sem acesso.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

"Recebemos propostas do Brasil e do exterior, bem superiores, inclusive. Mas o Neilton sempre diz que prioriza ficar. Então, se for do interesse do Botafogo, eu falei com eles que posso fazer essa intermediação", propõe o agente.

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, não confio em agente e nem em jogador.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

A geração 1998 do Botafogo parece mesmo prometer muitos gols para a torcida. Substituto de Luís Henrique no time juvenil depois que a joia foi promovida aos profissionais, Igor Cássio teve o bom desempenho recompensado e assinou o primeiro contrato profissional com o clube, válido até 31 de agosto de 2018.

O jovem centroavante já anotou 14 gols na temporada desde que se tornou titular com a promoção de Luís Henrique. Deles, 11 foram pelo Campeonato Carioca Sub-17 e mais três pela Taça Belo Horizonte. Igor chegou ao Glorioso no ano passado depois de se destacar no estadual juvenil pelo Artsul.

O artilheiro de 17 anos já é o terceiro que mais marcou gols pelo clube na temporada, incluindo todas as categorias de base e os profissionais. Só fica atrás de Vinícius Tanque, que anotou 22 gols pelos juniores, e do próprio Luís Henrique, que tem 19 gols em 2015 jogando pelos juvenis e profissionais.
Convocado para a seleção brasileira sub-20.

Anônimo disse...

SELECIONADO! Atacante Igor Cássio é mais um atleta alvinegro convocado por Rogério Micale para a Seleção Brasileira Sub-20. Boa sorte!

Paulo Fernando disse...

Se contar quanto tempo do contrato estamos sem o Estádio a conta fica de estarrecer o bolso! Mas não existe outra forma, mesmo que com a justiça combalida, que não seja a via judicial. Contrata um bom escritório de advocacia especializado em ganhar causas contra o governo e deixa o tempo passar. Um dia a bolada vem, nem que seja para penhorar a sede da Prefeitura, mas vêm. Que seja até para o tempo de nossos bisnetos, mas vêm. Até lá, vamos manter esse Estádio aos trancos e barrancos e torná-lo financeiramente viável. Sugiro até procurar a CEF, já que estamos "ficha limpa" na praça, e fazer de lá o BOTAFOGO CAIXA STADIUM". Vai que cola....

Marcio disse...

Rodrigo, por mais que as coisas sobre o Estádio NILTON SANTOS tragam a sensação de obviedade, penso que o Jurídico do BOTAFOGO terá muito trabalho.
Toda argumentação é válida, desde que o impetrante traga argumentos que possibilitem o "convencimento" do Judiciário.
Ainda mais que há para a prefeitura o argumento de que a interdição foi necessária para que vidas fossem protegidas, já que estas são o maior bem.
O Jurídico terá de elaborar muito bem todo esse processo para que tenha as suas chances maximizadas, ainda mais que será um processo demorado. Este correrá na Fazenda Pública, que tem particularidades em seu ordenamento jurídico e assim difere das outras ações.
O BOTAFOGO tem a obrigação de buscar os seus direitos, mas não será fácil
SA!!!

cezar disse...

Que tal uma passagem para Coritiba, com audiência marcada com o juiz Sergio Moro.
Nome do Passageiro: EDUARDO PAES...

"O dia que isso acontecer vou morrer feliz"

Rodrigo Federman disse...

Valeu, Anônimo 1 e 2.

Sim, Paulo. Por isso eu disse que considero um prejuízo incalculável. O Botafogo foi assassinado nessa ladroagem.

Marcio, é hora de contratar escritórios particulares para somar forças ao nosso jurídico. Se mal conseguimos caminhar em casos como do Arão, imagina um igual a esse?


Possa crer, Cezar.

Abs e SA!!!

Fabio Lucas disse...

Mais eu afirmo e tenho convicçao ainda nisso

O Luis Fabiano para o ano que vem seria uma boa? Tem o Roger da ponte e o aloisio boi bandido tambem o que acha?

Rodrigo Federman disse...

Fabio, o LF é caro e em final de carreira. Os outros dois eu não gosto.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,a solução é contratar um desses gigantes em ganhar questões contra governos e tentar um acordo com eles de X % da indenização recebida.Eles mordem com vontade no percentual,mas sempre encontram brechas para um acordo vantajoso.Negociar bem,para pagar só com o problema resolvido.
Caso o clube resolva usar o nosso jurídico ou advogados alvinegros que não vão cobrar,etc, será uma tremenda furada,só receberemos quando o Sgt GARCIA prender o ZORRO.
Já vivi situações parecidas na empresa,e preferi ganhar pouco ao invés de não ganhar nada.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Jota, é o que eu faria. Até porque, tenho certeza de que os valores a receber são/serão estratosféricos.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Perfeito, Rodrigo. Não só contratar advogados especialistas nesse tipo de processo, como também não esquecer de colocar alguém apto para o cálculo dos Lucros Cessantes.
Não adianta dizer que deixou de ganhar todo o dinheiro do mundo se estes não forem embasados em cálculos objetivos, de acordo com o seu histórico.
E, Rodrigo, já que falou no caso do Arão, acho que está "mais fácil" ganhar a ação frente ao Município do que ao referido jogador.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Pois é, Márcio. Contratem todos, mas não deixem apenas nas mãos do nosso jurídico.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Estamos todos pensando nos valores que podem ser recebidos e não considerando uma situação. Quando o CEP assumiu o BOTAFOGO, já encontrou toda essa confusão sobre a interdição ocorrendo.
A gestão que mais trabalhou com o Estádio NILTON SANTOS foi a moderno-praiana; assim, é de conhecimento geral que o CEP contratou a Ernst & Young para auditar as contas desta gestão. Ocorre que para o cálculo dos chamados Lucros Cessantes, será preciso recorrer ao histórico financeiro do Estádio; se para impetrar esta ação os valores devem ser sobre números factíveis, creio que irão primeiro esperar a auditoria.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ih, Márcio...bem observado. Aí envolve números da gestão Nininho. Só para aumentar nosso drama e problemas. Putz!
Abs e SA!!!

Fabio Lucas disse...

‘Permanência de Diogo no Botafogo está bem encaminhada, mas indefinida’ quer dizer o que estao esperando chegar outras propostas? o botafogo deve agir rapido em casos assim para nao dar ouro a ladrao no final das contas.

Marcio disse...

Rodrigo, para fechar com chave de ouro, o indivíduo em questão era ou é filiado ao mesmo partido do atual prefeito da outrora cidade maravilhosa.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Fabio, muita calma também...não estamos falando de um craque que mereça loucuras financeiras.

Faz mais sentido ainda, Márcio.

Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

Eu tenho plena convicção de que existem muitos e competentes escritório de advocacia no Brasil especialistas em Direito público e, consequentemente, em ações contra o Estado (no caso a Prefeitura). E não acho que dependemos de auditoria para isso, já que no processo o juiz acatando o pedido de indenização com todos os lucros cessantes, acabará por nomear uma perícia judicial para apurar os prejuízos. Ou seja, não precisa na inicial apontar de forma segura e precisa o valor desses prejuízos. Pede-se o direito e na execução da sentença faz-se a liquidação (apuração do valor). E mais, os honorários poderão ser vinculados ao sucesso na ação, via % do ganho. Acho ação ganha, até porque a Prefeitura já assumiu parte do dano reconhecendo e indenizando o clube de forma voluntária, mas insuficiente.

Rodrigo Federman disse...

Paulo, sou leigo, mas também acho que é ação ganha. Mas muito provavelmente para uma decisão próxima às nossas quintas gerações de torcedores. hehehe
Abs e SA!!!

jeremias disse...

IGOR RABELLO jogando como gente gde e mais o Marcelo pronto a zaga fechou para a próxima temporada CARLI EMERSON IGOR E MARCELO EMERSON SILVA E RF pode ir pra rua

Rodrigo Federman disse...

Ok, Jeremias.
Abs e SA!!!

Paulo Eduardo Damasceno Lopes disse...

Rodrigo, agora estão dizendo que a obra foi mal feita e que colocaram muito peso na cobertura. Só falta querer fechar o estádio novamente por isso...

Rodrigo Federman disse...

Paulo, estão querendo tirar a responsabilidade.
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

O Marcio sempre sensato e bem informado. Todos do mesmíssimo partido: M. Assunção, E. Paes, S. Cabral e agora o Exmo. Sr. Presidente da República.
O partido ? PMDB.
Abs.

Enéias Teles Borges disse...

Sem dúvida e deve disponibilizar o número do processo para que possamos acompanhar.

fabio lucas disse...

"Em grande fase, Botafogo tem a melhor defesa no segundo turno do Brasileirão" Saiu o RF entrou Carli como mudou da agua para o vinho!
black jeff mito, sidney aparecido lenda http://www.fogaonet.com/semcategoria/botafogo-posta-foto-de-jefferson-com-sidao-os-2-melhores-goleiros-do-brasil/

Marcio disse...

Rodrigo, o que ocorre é que PARECE que o Ministério Público vai agir sobre o tal informação dada pelo púltimo Estudo feito de que há carga extra na cobertura; mil toneladas de materiais.
Segundo o Engenmheiro que participou dete último Estudo, o engenhão estava mais seguro antes da intervenção feita.

Um bom questionamento é saber o por quê do MP não ter entrado anteriormente nesse imbróglio, já que as dúvidas existem desde que sempre sobre a interdição.

As informações sobre o último estudo efetuado encontra-se neste endereço:
http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/esportes/2016/10/04/NOVO-ESTUDO-CONCLUI-QUE-INTERDICAO-DO-ENGENHAO-POR-QUASE-DOIS-ANOS-FOI-DESNECESSARIA.htm

SA!!!

Levi disse...

Com o respeito devido aos amigos, não existe "ação ganha". Ação ganha, somente após o tränsito em julgado, até porque quem decide não é o autor da ação ou a parte contrária, mas o judiciário em todas as suas instäncias. E, todos sabemos, o critério para se decidir nos nossos tribunais nem sempre é meramente jurídico..., principalmente em grau de recuros. E mesmo assim, há a fase da execução, na qual podem acontecer outras surpresas. Concordo plenamente com a postura de se valer de uma banca especializada em demandas contra o poder público, com um contrato de risco, em que os honorários seriam pagos em razão de um percentual sobre o valor a ser indenizado. E tem mais: em demandas em que o poder público é condenado a pagar um valor qualquer, o vencedor terá de entrar na fila dos precatórios ou compensar eventuais valores devidos (pelo que vejo, a dívida do Botafogo para com os poderes públicos se prende mais à esfera federal e não em relação ao município - a conferir). Vale dizer, a nossa geração não verá o dinheiro nos cofres do Botafogo. A par disso, claro que o clube tem sim, de avaliar o caso com critério e propor a ação. Tem de fazer a sua parte, pois aquela velha história de que a demonstração de fraqueza atrai o agressor nunca esteve tão em voga.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, quadrilha organizada.

Sim, Enéias.

Possa crer, Fábio.

Márcio, só espero que nosso jurídico esteja se abastecendo de números, informações e argumentos.

É, Levi...no meu caso, foi opinião de leigo mesmo. Hehehe. Valeu pela informação, amigo.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, quanto mais informações melhor, pois de fato não será tão fácil como a situação faz parecer.
O BOTAFOGO precisará provar que o laudo que "permitiu" o prefeito Interditar o NILTON SANTOS utilizou-se de premissas inadequadas...
Inicialmente a atitude do prefeito, já escrevi sobre isso, foi a adequada, pois, em tese, ele não poderia negligenciar e permitir pôr em risco vidas humanas.
O pedido dos Lucros Cessantes está atrelado que a comprovação da ilegalidade da interdição.
Ou seja, não basta apenas ir ao Judiciário fazer o pedido; comprovar a ilegalidade é preciso.
O Levi colocou mais luz ainda sobre o assunto.
Samico, apenas procuro ter um minimo de informação e ajudar no debate saudável que temos por aqui diariamente.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Márcio.
Abs e SA!!!

Paulo Fernando disse...

Levi, não existe ação ganha, pois o velho ditado "...de cabeça de juíz e bunda de criança, nunca se sabe o que vai sair...", mas convenhamos que quando a Prefeitura indenizou o clube deixou evidente que houve claro prejuízo, até mesmo de lucros cessantes. A questão será muito mais de apurar "o quanto". Daí minha opinião que as chances são elevadas de ganho, mas como no jurídico do Botafogo não se brinca, bate, nesse sentido fica quase que obrigatória a contratação de escritório terceirizado e especializado. Quanto ao tempo, concordo e já opinei, nossos netos terão a possibilidade de ver a causa ganha e seu precatório sendo pago. A atitude do Prefeito "adequada" é relativa Márcio, pois se existem laudos contraditórios, o poder público assume o risco de, ao decidir errado, ser obrigado a indenizar. Responsabilidade objetiva do estado. Finalmente, a execução contra o Estado (na caso a Prefeitura) não apresenta risco, mas sim o tempo como problema, mas já sabemos disso desde o início. Daí minha posição mais otimista no resultado da ação.

Rodrigo Federman disse...

Márcio, tomara que nossos netos tenham essa oportunidade mesmo. Hehehe
Abs e SA!!!