sexta-feira, 10 de março de 2017

Evolução ou involução?




Análise do técnico Jair Ventura, após a insossa vitória de ontem:

"- Mais um jogo muito difícil que vamos ter na terça-feira. Falei para vocês antes do jogo, que nosso planejamento seria ápice físico para o dia 14. Hoje ficou notório que cansamos bastante no fim do jogo. Mas dentro das duas pré-temporadas que tivemos, estreamos contra Madureira e perdemos, hoje estreamos contra o bom time do Volta Redonda e vencemos. Estamos em evolução. Não vamos usar o Carioca para dar rodagem, vale muito e queremos jogar as finais. Demos um grande passo. Todo jogo no Carioca é difícil, todo mundo vem tendo dificuldade, e nós conseguimos mesmo com o cansaço".

É sério, ele falou em planejamento feito para as duas semanas sem jogos oficiais.

É sério, ele falou que houve evolução física.

É sério, ele ficou feliz com o apresentado e vitória magra (com nossa força máxima) sobre o possante Volta Redonda.

Ele só pode ter falado essas coisas para dar uma descontraída na coletiva. Não pode ter sido sério.

Ou será que realmente achou tudo isso?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

30 comentários:

Yolanda Resende disse...

Sério Mesmo JV? O discurso é sempre o mesmo e nada apresentado, evolução zero, jogadores que não aguentam 90 minutos de jogo. Haja planejamento!
SA!

Rodrigo Federman disse...

Yolanda, e tem quem cai nessas.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Esses "professores de futebol" vão para as coletivas e falam como se os ouvintes fossem perfeitos idiotas; para eles, quem não trabalha no futebol e/ou não acompanha os treinamentos, não tem condições de emitir uma crítica.
Alguém precisa acompanhar os ensaios de uma peça teatral para dizer se acha bons ou ruins o texto e as interpretações?
Até jogadas ensaiadas, "difíceis" de identificar, o Jair viu no jogo... Particularmente, se houve alguma coisa que poderia ser dita como ensaiada, foi a cobrança de falta que resultou no gol. Nos escanteios ofensivos, raramente conseguimos concluir a gol; não se ganha uma "única" jogada; triangulações são inexistentes, jogadas de ultrapassagem pela laterais ofensivas também são.
Hoje, temos como trunfos a entrega em campo (na Libertadores), a boa organização tática, a união entre os jogadores e entre estes e a comissão técnica; só que futebol não é somente isso; creio que temos Time para apresentar um futebol melhor jogado, só é preciso trabalhar mais e diminuir as desculpas.
SA!!!

VinnyMarques disse...

Sem evolução física, técnica ou tática.
Alguém avise a ele que estão fazendo isso errado!
Bizarro.
Dúvidas na escalação, escalações duvidosas e substituições Idém...
Jogadores se arrastando em campo aos 15" do segundo tempo e lesões em quase todos os jogos...
Porra, será que eles não veem isso? Ou estamos viajando?

Rodrigo Federman disse...

Márcio, eu interpreto como se ele estivesse nos chamando de trouxas. Impressionante a cara de pau.
Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Tô cansado de falar das desculpas do Jair, toda vez a mesma coisa, vou falar do jogo, achei o primeiro tempo melhor que o segundo apesar de não ter gol, pelo menos foi mais movimentado, agora fiquei preocupado, nossa finalização está péssima, o que é esse Roger, que cara horrorozo, desculpa Rodrigo, mas o Sassá, tem que arrumar um lugar na vaga desse cara.

Marcio disse...

Rodrigo, e tem uma outra coisa. Ele em algumas entrevistas extrapola a função de técnico e tece comentários sobre as finanças/economia do BOTAFOGO.
Até entendo que ele seja Torcedor do BOTAFOGO, sócio ou seja lá o que for, mas hoje ele está técnico.
Óbvio que ele precisa entender a realidade do BOTAFOGO, sabe que não tem dinheiro para contratar o Messi, só que não dá para aceitar Joel e insistir com Vinicius Tanque, por exemplo.
Veja o que ele disse sobre reforços:

"Estou satisfeito com meu grupo, sim. Contratações pontuais sempre são boas, mas temos uma realidade. Temos que entender. Botafogo tem uma realidade financeira. Quando o presidente assumiu o clube estava afundado em dívida, tínhamos seis jogadores para iniciar os trabalhos em 2015. Hoje estamos disputando a Libertadores, trabalho gradativo. Se a gente conseguir manter isso, com pés no chão, tendência é que suba de patamar. Não posso ser egoísta, a gente conversa bastante. Trabalho dessa gestão é muito bom, tudo em dia, regularizado, prêmios... Isso facilita nosso dia a dia. Lógico que a torcida quer grandes nomes, mas tem que entender a realidade e o momento do clube."

Ele deve se limitar a falar do elenco, fazer o seu pedido de jogadores se achar necessário, embora eu seja contra técnico indicar jogador, e deixar que quem lida com o dinheiro decida se há ou não condições de contratar alguém na lista disponível. Repito que ele deve entender o contexto em que está inserido, mas cada um deve se pronunciar somente sobre o que tem responsabilidade.
SA!!!

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/2017/03/jair-indica-forca-maxima-com-voltaco-e-garante-montillo-mas-nao-os-90min.html

Rodrigo Federman disse...

Pior, Vinny. Ao meu ver, houve involução.
Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Ivo, nosso sistema ofensivo é muito, muito fraco.

Márcio, o negócio é que me parece que tem muito torcedor que anda confundindo as coisas. Há uma paciência exagerada e supervalorização do trabalho dele apenas por ser filho de um ídolo eterno do clube. Para mim, ainda não mostrou muita coisa.

Abs e SA!!!

Frankstein Silva disse...

O torcedor do botafogo não é trouxa e tá com a pulga atrás da orelha. Jogando desse jeito que jogou contra o poderoso VOLTAÇO não chegará a lugar nenhum.
Jair é um comédia, sempre vê outro jogo.
Eu já cansei, assisto o jogo e pronto, não quero nem saber o que esses idiotas tem a dizer, já que são SEMPRE as mesmas abobrinhas.
SAN!!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,tenho participado pouco por estar viajando a trabalho.
Sobre o tema proposto,para mim não há evolução ou involução.Tenho comentado aqui desde que caímos para a B e vencemos,que o nível do atual futebol é muito fraco.
A mídia intere$$da em faturar cria muitos factoides para agradar a quem interessa mais.
Vejo o nosso Botafogo da mesma forma que a maioria dos clubes brasileiros,jogadores médios e fracos.Com essa turma que anda por aí,não há como evoluir tecnicamente,pois muitos sequer sabem chutar bem a gol.Não é privilégio nosso.
Conversando com amigos argentinos,eles dizem o mesmo em relação aos seus times.Os melhores jogadores estão fora do país,e a exemplo do Brasil,somente quem já deu o que tinha que dar,retorna.
Nem perco tempo ouvindo ou lendo entrevistas dos treineiros,pois eles sempre darão as mesmas explicações e usarão as frases feitas de sempre.JOTA.

Marcio disse...

Rodrigo, o Jair é um técnico mediano, com condição de evoluir.
Embora eu o critique, reconheço que o trabalho feito por ele é infinitamente superior ao do seu antecessor, Ricardo Gomes, e olhando o que há no mercado, melhor ficar com ele.
Quanto a valorizar em excesso o trabalho dos técnicos, desde o R. Simões que isso acontece. Aliás, não custa lembrar que o R. Simões saiu do BOTAFOGO e não permaneceu em clube algum, R. Gomes foi para o São Paulo e não chegou ao final do Brasileiro...
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Frankstein, o pior é o treinador vir e dizer que houve evolução e/ou que está tudo conforme o planejado.

Jota, mas há como evoluir taticamente. E aí entra trabalho de treinador.

Sim, Marcio. Ainda assim, penso que ele está mais para auxiliar técnico (como sempre foi) do que para esse treinador que muitos já enxergam nele.

Abs e SA!!!

Sergio disse...

A única vantagem que os times brasileiros têm em relação aos argentinos e que os times portenhos estão em greve e completamente fora de jogo, mas no Botafogo parece que os departamentos médico e físico é que estão eternamente greve. ABS e SB?

Sergio disse...

Depois de 3 meses paralisado o campeonato argentino, entende-se porque os times argentinos estão tão mal. ABS e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sérgio, mas a questão física do Botafogo incrivelmente não parece tão diferente desses clubes argentinos, hein?
Abs e SA!!!

Marcio disse...

E a lista da Libertadores conta com Sassá, Émerson Santos, Canales e Fernandes; Diego, com a contusão de H. Leite, será um dos goleiros e Luis Ricardo ficou de fora.

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/2017/03/bota-muda-de-ideia-e-inscreve-sassa-e-emerson-santos-para-libertadores.html

Não custa perguntar:
Esse afastamento do Émerson Santos serviu para quê?
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Márcio, serviu para nada. Aliás, como quase todas situações que eles tentam administrar no futebol profissional em GS.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Além disso, não custa lembrar que embora a suas exigências para renovar sejam absurdas, o Émerson Santos "pode" pedir o que desejar e cabe ao BOTAFOGO aceitar ou não.
Lembro também que ainda não houve acordo, tendo o jogador, inclusive, recusado a última proposta feita pelo BOTAFOGO. O que mudou nessa situação para que a diretoria recuasse em sua decisão inicial?
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Exato, Márcio. Aí inscrevem o cara "afastado" do nada. Nada faz sentido.
Abs e SA!!!

João disse...

Que bom que o Jair resolveu tirar Sassá e Emerson da geladeira. Ambos seriam excelentes reforços, mesmo que não titulares, pro Carioca também. E eu gosto desse "time B titular", tem bons jogadores aí, casos do Marcinho, Marcelo, Fernandes e Canales, que também podem ajudar.

Anônimo disse...

Amigos, eu explico: business. Simples assim.
Se não inscreve pra fase de grupos simplesmente acaba a negociação. Mas vale lembrar que inscrever não é jogar, aliás pode sequer ser relacionado entre os 18 que a Conmebol permite. Se não cederem vão continuar encostados. Ninguém se lembra dos que não são relacionados, não viajam com o grupo, enfim, mesma situação que estão.

Rodrigo Federman disse...

João, eu não gosto do time B não. Um ou outro jogador. E olhe lá.

Anônimo, faz sentido também.

Abs e SA!!!

Marcio disse...

Renovaram com o Bruno Silva até o fim de 2018. Penso ser uma boa notícia, pois é muito útil quando joga com seriedade.

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/2017/03/botafogo-acerta-renovacao-de-contrato-de-bruno-silva-ate-2018.html

SA!!!

Anônimo disse...

Não sei se os "encostados" vão jogar, mas outro dia vi em um comentário num site que o empresário do ES tinha feito check in pro jogo do lixão. Não sei até quando isso é verdade, mas penso que essa negociação da renovação com ele não vai dar em nada. Até o JV já falou que conversou com o jogador é o mesmo não está disposto a ceder. Nessa eu estou com o presidente, não pode abrir pro empresário do ES. Se não que negociar, que fique encostado. Até pq o Marcelo é muito melhor. Sobre o Sassá, renovaria só pra faturar uma grana.

Rodrigo Federman disse...

Boa, Márcio.

Anônimo, eu discordo. Se não quer renovar, ok...mas que jogue até o último dia do seu contrato. Até porque, sou mais o Emerson improvisado do que o Jonas.

Abs e SA!!!

fabio lucas disse...

E a renovação do emerson segue sem solução devido valores pedidos botafogo oferece 100 mil e o empresario quer 200 mil sem contar luvas e aumentos, sassa nem sei ? o que quer ou que pedem...
O que quer Emerson?
– Contrato de três anos
– Luvas de R$ 1 milhão na assinatura
– Salário de R$ 200 mil em 2017
– Salário de R$ 220 mil em 2018
– Salário de R$ 250 mil em 2019
– 10% de comissão para o empresário
– Bônus de 500 mil Euros (cerca de R$ 1,7 milhão)
– Manutenção de 25% dos direitos federativos
O que oferece o Botafogo?
– Contrato de três anos
– Salário de R$ 100 mil em 2017
– Salário de R$ 130 mil quando completar 30 jogos
– Salário de R$ 160 mil quando completar 60 jogos 

Rodrigo Federman disse...

Fabio, vida que segue sem ele.
Abs e SA!!!

Adriano Ferrarez disse...

Na minha opinião o Jair Ventura é um cara com muita sorte. Digo isso por causa dos resultados que tem alcançado apesar das alterações que ele faz no decorrer dos jogos. Sorte de contar com uns caras raçudos iguais a Bruno Silva, Pimpão, Airton e Victor Luís. Mas a raça que sobra nesses caras falta em Camilo (que pra mim tem contribuído muito pouco ou quase nada desde que a temporada 2017 começou e tenho dúvidas se merece a titularidade). Temos a sorte de contar com talentos da base como o genial Marcelo, o Matheus Fernandes que têm sangue frio e não sentem a pressão. Jogadores de técnica mesmo destaco o Montillo (que tem seu rendimento comprometido devido ao fato de terem que escalar Camilo junto com ele)e o Carli. Jair Ventura já foi mais feliz em suas declarações e no seu modo de comandar o time. Gostei quando ele afirmou, há um tempo, que jogar com três volantes não significa que o time vai ser retranqueiro. Pra mim isso é fato!!! Se tivermos um trio de volantes com Bruno Silva, Airton, Matheus Fernandes e... por que não Dudu Cearense estaremos fazendo feio? No decorrer do jogo pode-se sacar um deles e colocar João Paulo ou um atacante como o Guilherme (que é pé quente). Apesar de tudo isso e de uns vacilos do nosso técnico acredito que com esse time estamos sendo BOTAFOGO. Me recordo do time de 1993 com Perivaldo, Suélio, Sinval, Willian Bacana, Cley, Eliel e daquela final que assisti com meu saudoso pai numa TV Preto e Branco de 5". Não precisamos de estrelas, por que pra nós basta a solitária. Senta a púa, Fogão!!! Venceremos!!!

Rodrigo Federman disse...

Concordo com muitas observações, Adriano. Legal. Também acho que o JV é um cara que tem muita sorte.
Abs e SA!!!