terça-feira, 18 de abril de 2017

Procura-se benzedeira




No clássico contra o Vasco, mais uma lesão muscular no elenco botafoguense.

Agora, o Leandrinho, que acabara de se recuperar de outra lesão, em um lance sozinho.

Já é desfalque certo na delegação que estará quinta-feira no Equador (Libertadores) e dificilmente enfrentará o Flamengo no próximo domingo, pela semifinal do campeonato carioca.

Questionado a respeito, o técnico Jair Ventura falou:

"- Primeiro tem que analisar muito a individualidade, tem jogadores que têm dificuldades, outros tem mais lesões. Não acontece só com a gente, tem vários clubes. Estava comentando com um amigo a intensidade do futebol hoje em dia. Hoje é muito físico, vê jogadores com parte técnica muito boa que não consegue jogar por causa da velocidade. Eles não são máquinas, não tem vilão".

Bom, então demos muito azar, pois nosso elenco é recheado de atletas com dificuldades e propensos à  mais lesões.

Só rezando mesmo, pois tem sido impossível juntar o elenco todo e/ou repetir a escalação por dois ou três jogos seguidos.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

29 comentários:

Celso Ricardo disse...

Eles têm que parar com esse discurso de que "tudo é vírus". Não, senhor JV. Não, senhores do Departamento Médico,Fisioterapia,Educação Física.
Isso não cola mais.
Resposta ? Trabalho com graves falhas no planejamento. Como pode um atleta competir 3 vezes em 30 dias e se lesionar ? Isso , do goleiro ao ponta esquerda.
Conta outra . Essa do acaso , jogos decisivos , pré temporada não cola mais.

Anônimo disse...

Corporativismo: defender o DESpreparador físico e o fisioterapeuta que são HORRÍVEIS. O veterinário bebum era um deles. Demorou pra ser demitido. Falta agora o DESpreparador físico.
Jacob

Marcio disse...

A alegação de que o fato também ocorre nos outros clubes pode não significar que isso seja um padrão normal, que tudo esteja bem.
Vejo muitos comentários dos envolvidos no futebol, falando sobre a intensidade do jogo, como se este fosse o único esporte de alta performance; claro que cada um tem as suas particularidades, mas em todos as exigências são gigantescas. Imagino, por exemplo, um tenista que tem hora para começar um jogo e não tem para terminar, fora a força mental exigida.
Creio que deveriam ter iniciado uma averiguação do que ocorre, obter as respostas e implementar as mudanças necessárias.
As contusões musculares estão atingindo os jogadores de A a Z, praticamente não escapou jogador algum e até goleiros já foram acometidos.
E o Leandrinho não veio do futebol chinês e tem apenas 20 anos... Repito, que investiguem o que está ocorrendo.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Perfeito, Celso. E ainda tem gente se machucando sem jogar. Ou seja, não é normal.

Concordo, Pai.

Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, é isso aí. Ou mesmo aqueles monstros da NBA, que jogam dia sim, dia não, com viagens longas em um esporte de muito mais contato e paradas bruscas, saltos, embates físicos, etc. Ou seja, não é normal. Nem aceitável o que tem acontecido com os jogadores do Botafogo.
Abs e SA!!!

Silva disse...

Benzedeira é pouco, Botafogo precisa de uma pajelança com índios lá do alto Xingu, ô clube azarado da moléstia.
Eu particularmente acho que esses meninos da base do clube são mal preparados para enfrentar o profissional.A maioria é franzina demais.Subir um Cidinho para o futebol profissional chega a ser um crime,só para exemplificar.
Resumindo,os erros da fisiologia começam na base e se perpetuam no profissional.O clube tem que fazer uma faxina geral nesse setor.

Rodrigo Federman disse...

Silva, o mais importante você frisou: Não bastam apenas as rezas. É necessário faxina nesse setor de preparação física e suas ramificações. Algo acontece.
Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Sou leigo no assunto, mas vou dar um pitaco daquilo que acho: preparação física insuficiente ou carga de exercícios acima da capacidade física de cada atleta e departamento médico antecipando a volta do atleta ainda não totalmente curado.
Certa vez li uma reportagem que dizia que as lesões musculares são muito pouco frequentes na Europa porque a pre temporada é mais longa, o número de jogos é menor, sem contar da parte nutricional que aqui em muitos casos é deficiente.
Repito, sou leigo e me baseio naquilo que já li. O Junior por exemplo nunca teve uma lesão muscular, ele atribuía ao fato de ter sido jogador de futebol de praia, com isso seus músculos foram preparados para um desgaste do futebol profissional. Abs e SB!


Anônimo disse...

Alguem já imaginou quanto o Botafogo gasta com salários desses jogadores que jogam um terço das partidas mas recebem salário integral ? Não seria mais racional investir em pessoas competentes e equipamentos com um custo muito menor ? O técnico diz que não pode interferir na preparação física, mas indica toda a comissão técnica.È estranho ????

Rodrigo Federman disse...

Sérgio, suas observações são muito pertinentes.

Anônimo, o custo-benefício de alguns realmente não vale a pena.

Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Tem jogadores que parece ser de ferros Bruno Silva,Renan Fonseca,Emerson Silva e Vitor Luis.
Já tem outros Airton principalmente ,Montilo e Leandrinho parece que são chegados a contusão.

Ivo Santos da Costa disse...

Bem Rodrigo, a minha análise não vai apenas no que acontece no Botafogo, mas no que acontece no futebol brasileiro em geral, o que o Jair disse é verdade, não acontece só conosco, e é unanimidade os envolvidos culparem o calendário brasileiro, só que este calendário está aí a anos, e não vemos nenhum atitude por parte dos clubes para melhorar essa situação, ou tentar se adequar ao calendário, reclamam, reclamam, mas aceitam tudo o que a mamãe CBF impõe, então se está existindo excesso de contusão, eles são culpados, por serem coniventes com a CBF.

Rodrigo Federman disse...

Anônimo, mesmo assim. É recorrente.

Ivo, claro, acontece com todos, mas desculpe, eu vejo a proporção e recorrência no Botafogo em níveis ainda maiores. É impressionante.

Abs e SA!!!

Fábio Lucas disse...

Não tenho nem opinião sobre isso que pode ser o DM do clube, so quero dizer que com Leandrinho e ainda com Fernandes adiantado quase um segundo atacante essa história seria completamente diferente poderiamos ter ganhado.

Anônimo disse...

Queria que todos os jogadores do Botafogo tivesse a saúde do Renan Fonseca, não a sua ruindade.

Paulo Fernando disse...

Sabe o que mais me chama a atenção: a quantidade de moleques recém saídos da base que se lesionam. O Bochecha, o Marcinho, o Leandrinho, o Matheus Fernandes, o Marcelo, o Cidinho vivia no dep. médico. O Sergio falou da alimentação e do caso do Junior, tem razão. Essa molecada precisa ser mais bem alimentada, fazer mais exercícios para fortalecer a musculatura e beber menos cachaça. Parece um bando de jogadores de vidro!

Marcio disse...

Nada contra a opinião dos Torcedores que concordam que esse Tipo de situação acontece nos outros clubes...
O interessante é que quem tem poder de decisão dentro do BOTAFOGO, utiliza a comparação com outros clubes somente quando a situação é "negativa"; crise, contusões, maratona de jogos, calendário ruim... Queria um pouco de comparação quando fosse para levantar títulos importantes, pois os fatores negativos do futebol nacional não impediram todos os outros chamados grandes de conseguir uma ou outra conquista de relevância.
SA!!!

Anônimo disse...

RODRIGO,não tenho postado,mas não me passe a desertor,por favor,rsrsrs.
Quando os temas são polêmicos e desconheço a realidade dos fatos,prefiro não opinar para errar menos na avaliação.É de cunho pessoal.JOTA.

Anônimo disse...

RODRIGO,essa tenho certeza de que vc e muitos vão gostar.
Um amigo havia me dito que um dirigente do clube mais odiado do Brasil,"amiguinho"de um ministro do STF,iria tentar reverter o título do Sport.Ainda perguntei por que esse caso tinha que ir para o Supremo,e se havia chance de obter êxito,ao que ele respondeu-me:"isso é Brasil,tudo é possível"
Acabei de saber o resultado,a mulambada quebrou a cara.É só ler o texto e ver quem é o "amiguinho" do dirigente,rsrsrsr.

"O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve o Sport como único campeão Brasileiro de 1987. Em julgamento realizado na tarde desta terça-feira,em Brasília,três ministros votaram contra o recurso do Flamengo,que exigia ser também reconhecido como vencedor do torneio nacional daquele ano.Os ministros Marco Aurélio Mello,Alexandre de Moraes e Rosa Weber deram parecer favorável ao clube pernambucano.Somente Luis Roberto Barroso acatou o pedido de declarar ambos os times como campeões.O ministro Luis Fux declarou-se impedido de julgar o caso,pois é pai do advogado Rodrigo Fux,que representou os cariocas."

Realmente é um caso muito importante para ser julgado pela mais alta corte de justiça do país.Abrirei um bom vinho para bebemorar,pois adoro ver o lixão se F.....JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Fábio.

Anônimo, o RF tem uma sorte absurda também. Nunca se machuca.

Muito bem colocado, Márcio. Na hora de comparar coisas boas dos outros, nem tem o que comparar (na maioria das vezes).

Jota, não tem jeito: 87 é do Sport. Hehehe

Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

JOTA, depois de tantas vezes decretado o Sport campeão brasileiro, acho que ele é o time que mais venceu o brasileiro, pelo menos umas 6 vezes em cima do lixo mulambento, pelo menos nos tribunais. Só rindo mesmo desses babacas framenguistas que levarem uma questão que já tem 30 anos e ainda querem o título que não conseguiram porque não cumpriram o regulamento. Estão tão acostumados a ganhar na mão grande que Queriam levar esse título na marra, indo contra o regulamento que concordaram e tentando o tapetão, que demonstra que o futebol do lixo é filho dileto do ectd, respectivamente príncipe e rei do tapetão. O passo seguinte deveria ser o time mulambo disputar a segundona, pois foi rebaixado em 87. O Inter vai pagar esse ano, mas deve um rebaixamento. Se mais escroto fosse pagar o que deve em termos de segundona, no barsileiro tinha que passar uns 10 anos pagando e mais um ano pelo rabaixamento no carioca da década de 30. Eita paizinho de marda. Abs e SB!

Anônimo disse...

Seria bom uma explição do dpto de futebol, o porque tantas contusões nos jogadores vindo da base do clube. Não acho tão importante a quantidade de massa muscular, tem jogadores fortes como Marcelo, Bochecha e tem franzinos como Marcinho, M.Fernandes. Penso que o problema esta na formação, na base dos jogadores. Se estão realmente supervisionando o desenvolvimento desses jovens até os vinte anos. Por isso mesmo, o cuidado que alguns clubes tem com seus jovens jogadores. Claro, tem diferenciados como Jesus.

Rodrigo Federman disse...

Hahahah. Sérgio, e eles brigam contra algo que já está finalizado e consumado ainda. Rs

Anônimo, ninguém faz a menor ideia...e nem assume nada por lá.

Abs e SA!!!

Enéias Teles Borges disse...

JV está pisando em ovos. Ainda não tem casaca suficiente. Estamos no topo de contusões musculares. Nossa estrutura física colabora? Campo de treino? Somente o DM ou é principalmente a preparação física?

Rodrigo Federman disse...

Enéias, então o CEP precisa intervir e dar um parecer.
Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Ao contrário dos outros clubes o Botafogo começou as competições mais cedo, mas o que me chama a atenção, é que as contusões mais graves, aconteceram com os jogadores que estavam jogando o campeonato carioca, claro que alguns jogadores que estavam disputando a Libertadores também se machucaram, mas não com tanta gravidade, isso deveria ser analisado, pois é muito estranho.

Rodrigo Federman disse...

Ivo, mas mesmo assim, a diferença do início de temporada não foi tanta. Eles têm muitas desculpas para tudo.
Abs e SA!!!

VinnyMarques disse...

Acontece nos outros clubes? Claro que sim. Mas nada na frequência e recorrência que acontece no Botafogo.
Pra mim, sem precedentes.
Tenho dúvidas se nosso departamento médico e de preparação física são especialistas em alto rendimento. Estrutura? Talvez não tenha mesmo. Disseram que investiram algum $$$ nisso a uns meses atrás... Não tinham os históricos dos atletas. Isso é básico e fundamental, imprescindível! Isso com jogadores lá desde 2015! Complicado... E pra mim, explica muita coisa...

Rodrigo Federman disse...

Exatamente, Vinny. A recorrência com que essas coisas acontecem no Botafogo é acima da média geral.
Abs e SA!!!