sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Quase tudo perfeito




Depois da classificação de ontem, uma rápida análise do time para as partidas finais na Libertadores e Copa do Brasil...

No Brasileirão, ok, uma outra mudança para rodar elenco e tal, mas nas duas outras competições, os onze devem ser os que venceram o Nacional na noite de ontem.

Não tem mistério. E nem é hora para alterações.

E eles sabem exatamente o que precisam fazer em campo (e aí, também é mérito do treinador). Faço apenas duas rápidas observações para o Jair pensar um pouco mais em como melhorá-las (na minha modesta opinião):

1- O Roger não pode sair muito da área. É nulo fora dela. O negócio dele é ficar lá entre os zagueiros adversários, brigando no corpo a corpo e tentando se posicionar para o toque final na bola.

2- O Luis Ricardo nunca teve a marcação como característica. E voltando da cirurgia, parece ainda estar um pouco lento e sem tanta confiança para embates duros. Precisaremos mais e mais do fôlego extra do incansável Bruno Silva por ali. 

Dando leves ajustadas nesses dois pontos, é partir para cima sem medo de ser feliz.

O que os amigos acham?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

41 comentários:

Gernaldo Silva disse...

5 confrontos, Rodrigo! Se vencermos os cinco teremos o ano mais vitorioso da história do Glorioso!

Concordo que o LR não está bem, pra o jogo da volta contra o Flamengo, entraria com o Marcelo por alí.

Quanto ao Roger, dá pra perceber que ele consegue enxergar bem o jogo tbm. Não adianta deixá-lo dentro dá área e a bola não chegar.

Saudações Gloriosas.

Anônimo disse...

Ricardo
Concordo plenamente.
Só não pode reinventar o Arnaldo.
Sds

Anônimo disse...

RODRIGO,concordo,em relação ao LR,mas quanto ao ROGER é impossível achar a posição onde ele é menos ruim.Ontem,além de perder um gol dado de presente pelo GUILHERME,atrapalhou vários contra ataques.Penso que o JV poderia,pelo menos,tentar uma outra solução para o ataque,como por exemplo PIMPÃO e mais um qualquer,para ver o que acontece.
O canhota já comentou N vezes que em 70 não tínhamos centroavante fixo e encantamos o mundo,basta escalar os melhores ou os menos ruins.Então,por que não tentar um cara mais habilidoso no lugar do POSTE.
Um cunhado me disse o seguinte:"JOTA,o CORINTHIANS e o teu BOTAFOGO jogam de forma semelhante.Compactos na defesa,aproveitam bem os contra ataques e as falhas do adversário.A diferença gritante entre os dois é que o time paulista tem o JÔ e vocês têm o ROGER."Realmente é uma observação que faz muito sentido.
Parabéns aos torcedores que deram um show,aos jogadores e ao JV,que não inventou nada.Sou um dos críticos quando ele quer aparecer mais do que os atletas,mas ontem ele foi comedido até nas entrevistas e baixou bem a bola.Continue sem atrapalhar e fazendo o feijão com arroz que o seu futuro estará garantido.Não queira ser mais importante do que aqueles que entram em campo.
Para encerrar,hoje assistirei ao tal programa dos craques,pois quero ver a cara do "cagalhão de Quintino",o único ao afirmar que perderíamos.E,também,os outros "entendidos",particularmente os convidados,doutorandos em futebol,quando afirmaram que ATLÉTICO e PALMEIRAS ganhariam de goleada e o BOTAFOGO,venceria mas passaria sérias dificuldades.JOTA.

VinnyMarques disse...

Sabemos que o LR é muito superior ao Arnaldo, que parece ser um jogador de "força", mas voltou mal, meio com medo... Não se mete em divididas...
Muito mal na marcação. Mas entre ele e o Arnaldo... Continuo com a evolução do LR. O foda é sobrecarregar o Bruno.
Quanto ao Roger, sempre falo isso. Quantas vezes o vemos nas pontas, aberto... Não funciona nunca! Abertos, jogam Pimpão ou Guilherme e os laterais. Roger tem que sempre estar centralizado, fazendo pivô e dando opções.

Rodrigo Federman disse...

Gernaldo, eu não tiraria o LR. Acho que se ele for mais agressivo no ataque, pode inibir os adversários a subirem menos também. Quanto ao Roger, ainda penso que deve ficar mais próximo da área, pois tem bastante dificuldade para domínios de bola, pouca velocidade. É finalizador.

Ricardo, com certeza. Arnaldo não. É melhor o Marcelo improvisado.

Jota, o problema é que o Brenner me parece ser ainda pior. E isso eu ouvi antes, pessoalmente, lá em Porto Alegre (de torcedores colorados). Até concordo com o JV tentar algo diferente, desde que, no BR. Na CB e Libertadores, faltando tão pouco, eu não arriscaria grandes mudanças.

Abs e SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Fecho total contigo, Vinny.
Abs e SA!!!

Gernaldo Silva disse...

Que cenário lindo do programa "Seleção" Sport-tv. Show de bola.

Marcio disse...

Vou na mesma linha do JOTA no que diz respeito ao Roger; não custa tentar uma formação sem o referido centroavante. Ontem, por exemplo, o jogo desenhou-se para atacantes de velocidade.

Quanto ao L. Ricardo, falta-lhe ritmo, por isso uma atenção especial no setor é essencial. Penso que se tivesse jogado contra o Cruzeiro, o seu rendimento poderia ter sido um pouco melhor no jogo frente ao Nacional.
Ritmo de jogo só se consegue jogando, não há outro jeito.
SA!!!

Denys Ramos disse...

Faalaaaa meu camaradaaa!!
Ainda estou na euforia de ontem, deu tudo certo!! Foi impecável, pela dedicação, tem uns pontos a melhorar, mas se manter o ritmo o título não será apenas um sonho.
Concordo nos pontos do Roger e Luis Ricardo, discordo em relação a manter essa escalacao SEMPRE, caso o valência mostre a que veio acho que ele tem vaga nesse time.
Grande abraço e que venha o grêmio no brasileiro pra recuperamos posição!!

Celso Ricardo disse...

Camilo,Montillo e Sassá... JV,quando quer,com seriedade e simplicidade,sabe trabalhar. Alguém sente falta deles?
Aliás, quanto tempo tivemos que aturar Camilo batendo escanteios onde a bola nem chegava.
Se tivéssemos um goleador...

Vitor José Biolchi disse...

Em dois pontos nós concordamos (além, do Carli que você defendia como titular quando estava injustamente no banco): O Luís Ricardo não está bem e nunca teve como forte a marcação e, Bruno Silva, um GIGANTE, "de oito pulmões", que se não fosse ele fechar o buraco por ali, a nossa "sorte", ou melhor, o nosso sucesso (= a competência), poderia ter sido comprometida.

Vitor José Biolchi disse...

Perfeito o seu comentário, Gernaldo. "5 confrontos, Rodrigo! Se vencermos os cinco teremos o ano mais vitorioso da história do Glorioso!

Concordo que o LR não está bem, pra o jogo da volta contra o Flamengo, entraria com o Marcelo por alí.

Quanto ao Roger, dá pra perceber que ele consegue enxergar bem o jogo tbm. Não adianta deixá-lo dentro dá área e a bola não chegar.

Saudações Gloriosas" E mais ainda na questão da entrada do Marcelo!

Vitor José Biolchi disse...

O Brenner no jogo contra o cruzeiro se movimentou bem, ainda que não seja um jogador veloz; deus bons passes (vi duas vezes o jogo).

Rodrigo Federman disse...

Gernaldo, não consigo assistir. Mas imagino!

Marcio, até entendo, mas na reta final dessas duas competições, eu não mudaria agora. No BR, acho válido o teste.

Fala, Denys! É, cara. Vamos com tudo para cima do Grêmio. Mas sobre o Valencia, penso que deve ser mais observado e ganhando confiança e entrosamento no BR.

Celso, ninguém fala mais do mito! hehehe

Valeu, Vitor. Seja quem for o escolhido, estaremos fortes na torcida.

Abs e SA!!!

Amaro disse...

Ontem depois do jogo o Bruno Silva falou o que todos sabemos... " O que o Jair pede nós fazemos". Isso só mostra como o ambiente tá bom e com total confiança um no outro, este ano algum título ganharemos.

Rodrigo Federman disse...

Amaro, mas isso acontece desde sempre. Esse realmente é um grande mérito do JV junto aos jogadores.
Abs e SA!!!

Antonio José Perez Lima disse...


Os jogadores do Botafogo estão voando, e, além de tudo compromissados com a causa.Eu estou sentindo que conseguiremos chegar lá.Federman, não tenho nenhum medo do Gremio, pois os jogadores vão dar o seu sangue para ganhar dos gaúchos.Vão entrar na história do Glorioso como o grupo mais fantástico do clube que é mais tradicional.

Rodrigo Federman disse...

Boa, Antonio. Também não sinto medo, mas acho que será nosso adversário mais complicado até agora. Passaremos.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

O jogo frente ao Grêmio pela Libertadores ocorrerá em setembro; na quarta será o primeiro confronto pela semifinal da Copa do Brasil...
Entretanto, o BOTAFOGO tem um jogo importantíssimo no domingo, pelo brasileiro, onde a vitória será importantíssima.
SA!!!

Anônimo disse...

Algumas vezes as saídas da área do roger são importantes. Quando sai leva com ele uns 2 marcadores e deixa a área livre pra pimpão na esquerda ou bruno silva na direita. Se ele ficar muito fixo acredito que o time não terá muitas alternativas ofensivas como temos agora. Abs e sa Jorge

Rodrigo Federman disse...

Marcio, não podemos relaxar no BR.

Jorge, o lance é que na maioria das vezes ele não vai bem fora da área.

Abs e SA!!!

Sergio Di Sabbato disse...

Ontem não consegui comentar, mas resumindo: jogo definido em 8 minutos e inteligentemente o Botafogo cozinhou o Nacional. A entrada do Guilherme no lugar do cansado Pimpão melhorou o contra ataque e impressionante é que o Guilherme ontem foi solidário, pena o Roger não estar numa noite muito feliz. A nota destoante foi a violência do time uruguaio e o vandalismo de sua torcida. E emocionante a "pequena" torcida do Botafogo dando um belíssimo show. Me emocionou também o Jairzinho pai comentando o jogo, visivelmente emocionado, e não podemos esquecer o respeito sincero do Ricardo Rocha em relação ao Botafogo.
Gostei do time de uma maneira geral, muita garra muita dedicação e concordo: o LR está muito aquém dos companheiros, o que é normal, pois a contusão foi séria e praticamente o ano começou agora para ele, mas tem crédito e precisa jogar para ganhar ritmo e confiança.
Uma coisa ficou patente ontem: quando o JV faz o simples a coisa acontece. Vamos em frente pois as batalhas dessa guerra ficam cada vez mais difíceis, mas esse time tenho certeza há de lutar até a alme pelo sucesso. Abs e SB!

Rodrigo Federman disse...

Sérgio, a noite atípica do Guilherme foi um ponto positivo mesmo. Estava estranhamente solidário. Hahaha
Abs e SA!!!

Marcio disse...

E se essa solidariedade do Guilherme for um sinal de evolução, poderá torná-lo um jogador muito útil. Ele tem velocidade e uma boa capacidade de drible no enfrentamento direto com o seu marcador.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Tomara que seja, Marcio.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Time que jogou e perdeu a semi final para o poderoso Novo Hamburgo:

Marcelo Grohe; Edílson (Barrios), Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Ramiro, Léo Moura (Lincoln), Bolaños (Arthur) e Pedro Rocha; Luan. Técnico: Renato Gaúcho

Eles têm um bom time, nada mais que isso. Morei no Sul e é uma característica o bairrismo, a supervalorização(não vejo como defeito, nem é uma crítica negativa).
Não podemos nem devemos perder antes do jogo.
No grito, não.

Rodrigo Federman disse...

Celso, mas não estamos com medo e nem perdendo com antecedência. Apenas atestando que o time deles é bom e será um duelo equilibrado. Quanto à eliminação no estadual, era um outro momento, motivação, etc. Mas entramos forte na briga.
Abs e SA!!!

Celso Ricardo disse...

Rodrigo, não falei sobre nós, mas sim de uma maneira geral. Quanto à motivação no estadual, a guerra lá é grande, pra eles não têm isso não. O Inter seria Hepta.

Celso Ricardo disse...

Uma notícia aos amigos que tanto carinho tiveram no momento difícil que tive. Meu pai teve alta do Hospital e já está em casa,junto à família.
Muito obrigado a todos pela força!
Obs: Ele também está muito feliz com a nossa vitória de ontem.

Ailton disse...

O Roger funciona apenas quando o Botafogo administra a partida. Quando o adversário vem pra cima e passamos a jogar no contra-ataque com menos posse de bola, ele vira um zero à esquerda. Isso que o Jair ainda teima às vezes. Ontem poderia ter substituído ele no início do segundo tempo, já que passou a nem mais encostar na bola e a perder todas as divididas, pois não tem velocidade nem habilidade. Acredito que o Roger pode seguir começando o jogo, mas precisa sair se o jogo estiver muito no nosso campo. O Jair vai bem mas ainda é inexperiente pra mudar jogos que estão desfavoráveis. Ou seja, precisamos começar sempre de forma avassaladora porque se o panorama mudar o técnico fica meio perdido.

Aiton disse...

O Botafogo fará os dois jogos mais difíceis do ano contra o Grêmio na Libertadores. É a prova de fogo, a ponto de eu acreditar até mesmo que, passando, estaremos com uma mão na taça. Por isso, o jogo do brasileirão deverá ser para avaliar a equipe. No primeiro turno, analistas consideraram o mehor jogo do ano do Grêmio naquela vitória sobre o Botafogo. Porém, estamos mais maduros e reforçados, mas uma eventual derrota não significará nada, pois sabemos que o time é um na Libertadores e outro no Brasileiro.

Rodrigo Federman disse...

Celso, melhor que a vitória de quarta, só essa notícia do seu pai. Que ótimo.

Ailton, também acho que o Roger não tem muita capacidade de ajudar saindo tanto da área.

Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Acho que você não tá lembrado, que naquele momento o grêmio priorizou o estadual, tanto é que foi com time reserva pra libertadores no jogo com o guarani e foi com sua equipe titular no jogo contra o novo hamburgo, então eles não são isso tudo que ficam imaginando.

Rodrigo Federman disse...

Ivo, eu acho o time deles bom, bem arrumado e que será bastante difícil de eliminarmos. Mas temos chances, é claro.
Abs e SA!!!

Anônimo disse...

Bom dia amigos. Desviando um pouco o assunto, eu levantei uma estatística ontem relacionada aos resultados dos jogos que antecedência as decisões que o Botafogo vem tendo na temporada. Eu só considerei os mata - matas (Pre-Libertadores, Oitavas da Libertadores e Copa do Brasil). O que me assombrou foi que os resultados sempre são ruins. O Botafogo sempre vai pressionado e com revezes nas costas antes das decisões. Foram 10 jogos decisivos até agora, em apenas 1, o Botafogo foi com resultados positivos,justamente a volta com o Atlético - MG, em q o Botafogo vinha d 1V e 2E. Nos demais, o Botafogo sempre vai pro jogo vindo de sequências ruins. Eu fiz esse levantamento por curiosidade e superstição, uma vez que segundo essa estatística, o ideal é que o Botafogo não ganhe amanhã do Grêmio. Rsrsrs. Óbvio que a vitória é sempre importante, mas fica esse registro

Sds,
Mário

Ivo Santos da Costa disse...

Sim o time deles é bom, bem arrumado, mas o nosso também é, o que estou querendo dizer, é que o time deles, não é nenhuma coisa de outro mundo.

Anônimo disse...

RODRIGO,em qualquer tema que envolva paixão sou igual a SÃO TOMÉ,gosto de ver para crer,rsrsrs.O amigo sabe que passo a maior parte do ano no Sul,entre a capital e o interior.Minha mulher e irmãos são gremistas doentios,rsrsr.
Acompanho o Grêmio e não temos nada a temer,pois em condições normais qualquer um pode vencer.A mídia gremista,supervaloriza alguns jogadores apenas regulares e a colorada faz o contrário.É a paixão da gauchada,sempre a flor da pele.
Assisti ao jogo da LA pela TV,pois não quis ir ao estádio com a família.Não foi um jogo fácil.O insuportável RG,após o gol adversário na falha do "melhor goleiro do mundo",rsrsr,dava um show para a galera,dando esporro geral.Deram sorte que o goleirão do GODOY entregou o gol de empate e o da vitória foi falha do zagueiro,que ficou olhando a banda passar.Não foi show de bola nem massacre,como alguns dizem e outros acreditam.
É claro que será um a partida difícil para os dois,a não ser que apareça o IMPONDERÁVEL para um ou outro.Prefiro jogar contra um time tido como mais forte,do que enfrentar os AVAÍS da vida,rsrsrs.JOTA.

Rodrigo Federman disse...

Mário, até porque, essas coincidências são feitas para serem quebradas. Rs

Ivo, sim. Também não acho, mas vejo um pouco melhor que o nosso. O que não quer dizer que não possamos vencer.

Jota, e esse Botafogo sabe jogar contra times mais tradicionais.

Abs e SA!!!

Fatos disse...

Perfeito.

Fatos disse...

Amigos, é o Grêmio, o Grê-mi-o.
O Real Madrid é só em Dezembro.
Nesse confronto, assim como a semi da Copa do Brasil, é 50% de chance pra cada lado

Rodrigo Federman disse...

Fatos, ninguém falou algo diferente.
Abs e SA!!!