domingo, 3 de setembro de 2017

Mesma dupla




Notícia retirada do site Lancenet:

"Eleição do Botafogo: Mufarrej será candidato da situação e CEP vice.

Atual presidente e vice geral invertem postos na busca pela reeleição da chapa que comanda o Glorioso. Oposição deve se unir para o pleito, que ocorrerá em novembro".

Meu comentário: Não sei quais serão os outros candidatos/chapas, mas pela continuidade administrativa e financeira, eu penso que o melhor para o Botafogo seria a manutenção dos dois, mesmo que em cargos invertidos. 

Tenho algumas restrições ao trabalho do departamento de futebol profissional montado pelo CEP, mas  no que diz respeito ao restante do clube, poucas (ou nenhuma) observações ou críticas a fazer.

De todo modo, torço para que tenhamos vários candidatos, afinal, quanto mais ideias e propostas, mais alternativas para se analisar o que pode ser melhor.

E viva a democracia!

O que os amigos pensam a respeito?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

12 comentários:

Reinaldo disse...

Rodrigo, Li essa semana um comentário de especialista em finanças esportivas, o qual cita uma situação preocupante com relação ao futuro do Botafogo.
Relata o cidadão (sincera e infelizmente não fixei a fonte na memória) que o Botafogo vive, esse ano, alavancado por luvas recebidas por contratos de tv, fato que só irá se renovar em 2021. Nessas condições, segundo ele, não se conseguiu, sequer, reduzir o nível de endividamento, sendo que, até lá, quando se renovam os contratos, teremos que nos virar apenas das anualidades previstas; não cita o autor se existe antecipação de receitas, espero que não.
Isso me faz lembrar, infelizmente, de nosso dirigente anterior, que navegou aos olhos de todos, por 3 a 4 anos, como exemplo de administrador; o mesmo ocorre com nosso CEP, até hoje me parecendo ser algo diferente, mas me chama a atenção a não tentetiva de renovação de sua presidência, sendo que o mesmo, por diversos momentos tem deixado claro sua preocupação com a nova legislação onde o dirigente é responsabilizado por desequilibrios financeiros com seus bens pessoais.
Alguém que vive mais a realidade do clube, teria alguma informação contrária a respeito? Fiquei com uma pulga atrás da orelha.

Rodrigo Federman disse...

Reinaldo, também li essa matéria. Até fiquei na dúvida se a pessoa entrevistada não foi o Bernardo Santoro, que iniciou no departamento financeiro da atual gestão e por questões pessoais deixou o cargo. Preocupante.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, mesmo com algumas restrições, se dependesse da minha vontade, o CEP continuaria na presidência; como ele está decidido a não tentar a reeleição, penso que a sua indicação, o Mufarrej, que já faz parte da diretoria, é a melhor alternativa. Claro que isso não impede de ouvir outras propostas.
Quanto ao próximo ano, em relação a adiantamentos, luvas e outras coisas, não podemos nos esquecer que não é somente o BOTAFOGO o afetado.
O que me deixa preocupado no momento e o silêncio em relação a auditoria, pois o seu resultado seria a maior conquista da História recente do CLUBE.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, 100% de acordo.
Abs e SA!!!

Eduardo Samico disse...

Gostei da postura do CEP. Ele sempre se manifestou contrariamente à reeleição, disse em campanha que não sairia candidato à presidência, o estatuto foi alterado, embora o atual mandatário pudesse se candidatar a um novo período a frente do clube, enfim, ele agiu com rara coerência.
Vem uma chapa com o grupo que está no poder, esperança de continuidade no que vem sendo bem feito, mais esperanças ainda na correção do que necessita acerto.
Quanto à lembrança do Márcio, perguntarei a um amigo meu que é do Conselho Deliberativo do BFR a quantas anda a auditoria.
Abs.

Rodrigo Federman disse...

Eduardo, também acho que a manutenção dessa gestão é a melhor alternativa. Só precisarão trabalhar com mais atenção no futebol profissional.
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO DE MELLO TAVARES disse...

As conquistas dessa administração são claras em todas as áreas. Administrativamente ficam evidentes as evoluções, financeiramente somos um navio com várias partes inundadas, mas que continua flutuando e que enquanto navega vão consertando. No aspecto esportivo colocamos o futebol em um patamar adequado (faltam títulos ainda), mas em destaque no cenário nacional com a volta da auto estima da torcida e do clube como um todo. Os demais esportes também foram objeto de orgulho, tal como o basquete que retorna ao cenário nacional e o voley lutando também para isso. O Remo, pra variar, sendo destaque disparado no Brasil. A infraestrutura dos departamentos técnicos melhoraram bastante nessa reta final com investimentos fortes na aquisição de equipamentos e melhora das condições gerais, após um período turbulento do dep.médico. Finalmente o CT de Vargem Grande foi o grande "fechamento" dessa administração que só recebeu essa "facilidade" por conta da credibilidade que obteve desses sócios. Por essas que acho a administração CEP a melhor e mais profissional já vista no clube. Claro que sempre tem espaço para melhoras (e pioras), mas temos que estar alerta o tempo todo com o retorno de uma enorme quantidade de "baratas" que ainda cercam o clube e a instituição Botafogo.

Rodrigo Federman disse...

Paulo, concordo em boa parte. Ainda assim, não gosto do discurso do CEP, sempre lembrando e valorizando a gestão ser amadora. Penso que deveriam considerar justamente o contrário: Profissionalismo.
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO DE MELLO TAVARES disse...

Sim Rodrigo, mas acho que o clube ainda não consegue aumentar sua folha de pagamento na parte administrativa para contratar gente 100% dedicada, tendo ainda que trabalhar com a boa vontade de seus membros de diretoria e "part time". Acho que esse profissionalismo tem que ter na visão, no comportamento, mas sinceramente ainda acho longe de ser uma realidade. Tenho um amigo que trabalha no S. Paulo e o clube acabou de ser devassado pela denúncia de um diretor que já estava lá há pelo menos 12 anos e que saiu pela porta dos fundos acompanhado da policia de tanta picaretagem que fez nesse período. Todos os clubes do Brasil tem essas pragas para tentarem se aproveitar da paixão que é o futebol e ninguém mais do que a torcida do Botafogo para saber disso. Dai achar que só muito tempo de recuperação para uma gestão 100% profissional. nesse contexto acho que o Botafogo melhorou muito com o que conseguiram fazer nessa diretoria.

Rodrigo Federman disse...

Paulo, mas então que troquem o tal Cacá (que nada entende de futebol) e reavaliem o trabalho do Lopes, que é muito bem tem remunerado para um trabalho que julgo apenas razoável.
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO DE MELLO TAVARES disse...

Nisso ainda discordo de vc em relação ao Lopes. Acho ele fundamental para os resultados que obtivemos desde a série B do ano passado.

Rodrigo Federman disse...

Paulo, possa crer. Acho que para série A, não dá para ele. Sem contar a fraca condução de algumas situações contratuais de determinados atletas, o tal setor de inteligência, algumas contratações e dispensas desnecessárias, etc. Para mim, o Lopes deveria puxar a barca. Ou no máximo ter um cargo na comissão técnica dentro de campo.
Abs e SA!!!