sábado, 2 de setembro de 2017

Renovar e reforçar




A diretoria do Botafogo tem trabalhado para manter boa parte do grupo da atual temporada.

Já foram renovados os contratos (entre os que estão mais próximos do fim) do Luis Ricardo, Pimpão, Bruno Silva, Marcelo, Jefferson e Lindoso.

Da equipe titular, a situação mais delicada será mesmo do Victor Luís. E enquanto não sentam para conversar com o Palmeiras, os dirigentes alvinegros começaram a trabalhar com mais quatro renovações: Aírton, Arnaldo, Roger e Gilson.

Eu sou favorável à permanência do volante. No caso dos outros três, apenas - e com essa condição bem explícita - se fosse para composição de elenco. Principalmente o Roger, que entre os citados, é quem goza de status de titular absoluto em 2017.

Reconhecimento da surpreendente temporada é válido e justo. Mas não podem achar que temos um bom elenco e que precisamos de poucas peças para o ano que vem.

A não ser que queiram apenas fazer figuração...
...ou esperar por outra agradável surpresa em 2018. E como sabemos que nem sempre o raio cai duas vezes no mesmo lugar, não custa nada trabalharmos para melhorar (de verdade) o time/elenco, né?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

13 comentários:

Anônimo disse...

Acho correta a renovação de todos os citados. Temos que ter uma base já formada. Não necessariamente devem continuar como titulares. Mas conhecendo as contratações do Botafogo, se perdermos eles teremos que correr atrás de outros de nível técnico provavelmente igual. Ai teria que formar outro time. Do atual plantel me livraria de Dudu Cearense, Renan Fonseca, Jonas, pachu, Vinicius tanque e Fernandes. De resto tentaria renovar. Abraços Renato

Rodrigo Federman disse...

Renato, manter uma base, ok...mas renovar com quase todos é justamente dar a desculpa para poucos reforços ano que vem, pois dirão que o time de 2017 é bom, que não precisa de muita coisa. E teremos que aguentar Roger, Gilson, Lindoso...tudo de novo.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Arnaldo, Roger e Gilson, a meu ver, servem para fazer parte do elenco como opções.
O problema é que provavelmente não virão jogadores que elevarão o patamar do Time, seja pela falta de dinheiro ou pela olhar deficiente do setor de inteligência.
Além disso, a montagem do elenco 2017 deixou a deseja, mesmo com os bons resultados obtidos.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, meu medo é que além de aumentos salariais, ainda estejam garantidos como titulares em 18.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, e um desses que podem estar com a titularidade garantida é o Roger.
Depois da baixa e a consequente saída do Camilo, andam forçando a barra para transformá-lo em ídolo.
Esse é um dos erros do BOTAFOGO, onde qualquer jogador que faz uma simples graça começa a ser tratado de forma diferente.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, desses quatro, se renovarem, acho que contarão com Roger e Gilson como titulares. Bota preocupante nisso.
Abs e SA!!!

Marcio disse...

Rodrigo, penso que não custa também pensar em melhorar o desempenho do departamento de futebol/inteligência...
Afinal, são eles que contratam e vimos muitas que antecipadamente eram duvidosas.
SA!!!

Rodrigo Federman disse...

Marcio, aliás, eu mudaria primeiro algumas peças justamente no departamento antes do time. Rs
Abs e SA!!!

Ivo Santos da Costa disse...

Cara essa história de renovação me dá medo, visto que a renovação quase sempre é pra pior, é só olhar o que aconteceu esse ano, a única contratação que deu mais ou menos certo foi a do João Paulo, quando eu disse renovação, quis dizer renovação do elenco ok.

Rodrigo Federman disse...

Possa crer, Ivo.
Abs e SA!!!

PAULO FERNANDO DE MELLO TAVARES disse...

Eu acho que a prioridade devem ser jogadores que brigarão pela titularidade, se forem jogadores para compro elenco eu deixaria de lado. O objetivo tem que ser melhorar a cada ano ou imaginamos o contrário?!? NO máximo jogadores que hoje são titulares e que em um próximo time passarão a compor elenco, é o caso do Arnaldo e do Roger. O Gilson deve ser o plano B na real possibilidade da devolução do Victor. Não é um jogador que me agrada como futuro titular, mas confesso que me surpreendeu na temporada após a péssima impressão que tive no seu inicio. Se fosse resumir diria que não compromete, famoso "não t nem sai de c". Temos sim é que não divulgar ainda (já que ainda estamos em competições importantes e o elenco deve ser preservado), mas já trabalhar os futuros reforços desde já.

PAULO FERNANDO DE MELLO TAVARES disse...

Não podemos esquecer que 2018 é ano de COPA e as coisas por aqui ficam no marasmo durante uns 2 a 3 meses (pré Copa e durante a mesma)...

Rodrigo Federman disse...

Paulo, eu temo que já estejam cotando Gilson e Roger para titulares em 2018. No caso do atacante, como o Marcio bem observou, estão trabalhando bastante para criar uma imagem de artilheiro e ídolo, que convenhamos, ele nunca será.
Abs e SA!!!